S06E04 – Book of the Stranger

Chegamos ao quarto episódio da temporada, S06E04 – Book of the Stranger, e já penso que faltam 6 episódio para o final. Essa ansiedade muda a perspectiva, ao assistir os episódios. Fatalmente, eu passo a achar que o ritmo do episódio foi lento, mas realmente não foi.

Os núcleos tiveram tempo um bom tempo de exposição, e dessa vez tivemos um episódio equilibrado.

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.28.31

Começamos na Muralha com uma cena nos mostrando uma espada valiriana (Garralonga) e um Jon Snow determinado a deixar sua antiga vida para trás.

Gostei de ver a espada em primeiro plano, logo no início da cena e a discussão que vem depois entre Jon e Edd. Eles falam exatamente sobre Jon desistir das batalhas que estariam por vir. Jon se apega à um fato que é impossível contra-argumentar. Ele foi morto por Irmãos da Patrulha. Dá para perceber que existe um grande ressentimento aí.

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.29.04

O ex-Senhor Comandante está convencido de que lutou e perdeu e que aquela, não é mais sua “vigília”.

Porém, como Edd disse, Jon viu o que aconteceu em Durolar. Deixar isso para trás, me parece estranho para alguém como Jon. Com alguém pode simplesmente esquecer” hordas de criaturas revividas e um grupo de Caminhantes Brancos?

Os produtores resolvem interromper a discussão (e essa não é a única discussão interrompida dessa forma, nesse episódio) e Jon não nos dá uma resposta satisfatória.

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.29.21

Sansa, Brienne e Pod chegam à Muralha. Confesso que fiquei agradecido ao ver que não teríamos mais um desencontro Stark.

Ter visto Sansa e Jon juntos me deu uma impressão de estarmos caminhando para uma resolução. Algumas pontas estão sendo amarradas, e muita coisa inédita está para ser desenvolvida. não ter ideia do que esperar, é bem empolgante.

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.30.27

Foi emocionante o reencontro dos dois. Rápido, mas com uma boa carga afetiva.

A indiferença de Sansa por Jon na infância perdeu o sentido, após ela ter passado por tudo que passou. Da mesma forma, com Jon Snow. Ambos amadureceram e até comentam isso.

Quando Jon se nega a retomar seu antigo lar, por estar cansado de ter lutado desde que saiu de Winterfell…

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.30.43

Eu lutei. E eu perdi.

Automaticamente pensei em Rickon. Seria a morte de Rickon o fator decisivo para que Jon fosse à Winterfell?

Melisandre novamente cita Jon Snow como o príncipe prometido. E eu lembro de Azor Ahai.

Rezo por um vislumbre de Azor Ahai e R’hllor envia-me apenas o Snow. A Dança dos Dragões – Capítulo 31, Melisandre I.

Parece que ela finalmente entendeu e é, a pergunta de Davos sobre  Stannis que a lembra o quanto estava errada.

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.33.47

Sabia que a verdade sobre Shireen viria à tona. Davos e Melisandre finalmente estavam prestes a ter a conversa que eu queria ver, mas Brienne aparece.

Mais um assunto que não será abordado. Parece que a HBO não vai mais tocar no assunto “Shireen”.  Acho isso, uma péssima escolha da HBO.

Se a decisão em matar a filha de Stannis foi duvidosa para alguns, não mais abordar o acontecido mostra que a morte da pequena Baratheon realmente serviu apenas para chocar e dar um fim prematuro aos Baratheon. (Lembrando que Gendry ainda está remando em algum lugar de Westeros).

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.34.01

Davos não iria aceitar a morte da garota de forma tão fácil, e isso traria uma discussão interessante com Melisandre.

Pouco tempo atrás ele duvidava da Sacerdotisa Vermelha. Depois, pediu para que ela fizesse algo por Jon. E agora, iria duvidar novamente de seus métodos. Seria interessante ver esse confronto. A conversa sobre Shireen foi insinuada, mas não deram continuidade.

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.34.07

Se por um lado não gostei da intromissão de Brienne por cortar o assunto Shireen, por outro lado gostei pois ela assumiu a execução de Stannis Baratheon para Davos e Melisandre.

Deu uma sensação de dever cumprido e a resolução de uma ponta solta.

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.34.39

Agora vemos Petyr Baelish! Estava realmente sentindo falta do meu personagem favorito! Ve-lo movendo as peças novamente, é empolgante demais.

Quem quiser ler minhas teorias sobre Mindinho, clique aqui!

Em pouco tempo de tela, percebemos como o jovem Arryn está sob sua influência.

E foi depois de ver essa cena que pensei: Faz muito sentido o que os leitores do Drunkwookie, no Facebook estavam dizendo… Os Umber não estão, verdadeiramente, ao lado de Ramsay.

Pode mesmo existir uma conspiração para acabar com o bastardo Bolton. Os Umber podem estar ao lado de Petyr Baelish.  Porém, quem garante que é da vontade de Mindinho que Rickon permaneça vivo?

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.40.58

Depois vamos para Meereen, onde Tyrion propõem um acordo com os senhores escravagistas. Tyrion tem uma grande inteligência e seus movimentos políticos sempre visam o futuro. Gosto muito vê-lo como Mão da Rainha no lugar de Sor Barristan Selmy. Acho que, para a série, faz mais sentido empregar o anão dessa forma.

Ele talvez tenha conseguido com uma reunião, o que Daenerys não conseguiu com uma guerra e um trio de dragões.

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.41.24

A cena com Jorah e Daario é sempre cansativa para mim. Ao menos chegou ao fim o núcleo da dupla. Agora que encontraram Daenerys, acredito que mudará a dinâmica da trama.

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.42.49

Agora nas prisões da Fé Militante, vemos Alto Pardal e Margaery (finalmente)!

Sempre que o Alto Pardal fala, eu fico vidrado na cena. O ator é sensacional e suas falas são profundas.

Acredito que o nome do episódio Book of the Stranger faz menção à vida passada do Alto Pardal e faz referência à Tyrion, um estranho em Meereen marcado presença com seu acordo. (Mas é só uma suposição).

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.42.54

Ao ver Margaery humilde e citando o Livro do Estranho, você percebe que ela está mudada.

Mas ao vê-la na cela de Loras, percebemos que ela é bem mais forte do que muitos imaginavam e que está fazendo o jogo da Fé.

Ela é forte, mas Loras está quebrado.

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.43.31

Ainda no Sul, temos um grande momento no episódio. A cena pode parecer simples, mas eu curti muito! O encontro de Cersei, Jaime, Olenna Tyrell e Kevan Lannister. Enquanto discutiam sobre o futuro da Fé Militante e do Alto Pardal, ouvir Rain of Castemere ao fundo foi sensacional!

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.43.41

Os Lannister estão de volta, e muito sangue será derramado nas ruas de Porto Real. Eu não vejo a hora de ver a tomada do Septo de Baelor.

Cheguei a questionar a atitude de Cersei, em querer ajudar “a Rainha”. Porém, ela entendeu que precisa estar do lado de seu filho. Do lado de sua família. os Lannister estão de volta ao jogo.

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.43.57

Theon volta para as Ilhas de Ferro e encontra-se com sua irmã. A relação dos dois é estranha. podemos ver o quanto Ramsay Bolton fez Theon sofrer.

A declaração dele é bem impactante:

Ele me quebrou, me quebrou em milhares de pedaços.

Não sei o que esperar de Theon, mas gostaria de vê-lo no papel de Victarion Greyjoy. Aquele responsável em buscar Daenerys e seus dragões.

Captura de Tela 2016-05-16 às 01.58.29

Voltamos para o Norte e vemos uma cena completamente dispensável. A morte de Osha. Mais uma morte na conta do grande vilão da série televisiva. Como já havia dito, Ramsay prevê cada movimento ao seu redor, e isso acaba sendo irritante.

Realmente fica difícil achar o personagem crível, pois ele destoa do restante dos personagens da série. Agora é aguardar como se dará o seu fim.

Captura de Tela 2016-05-16 às 02.16.05

Ainda no Norte, só que dessa vez na Muralha temos um rápido momento em que Jon, Sansa, Tormund, Brienne, Pod e Edd estão se alimentando. Tormund, o Terror de Gigantes, Esposo de Ursas, aparentemente gostou de Brienne. Achei que teríamos algum momento cômico, mas o episódio passou bem longe desse tom.

A carta de Ramsay chegou até Jon. E ao que tudo indica, isso forçará Jon a reunir os selvagens e marchar para Winterfell. Seria justificável a morte banal de Osha se na carta ela fosse citada, e Tormund revelasse que ela era sua irmã. Porém, Osha não é citada na carta.

Prevejo que agora veremos o que vimos nos trailers. Davos e Sansa rumaram à todas Casas do Norte para forjar alianças, para fazer o Norte se lembrar.

Enquanto Jon e Tormund irão até os Selvagens para liderá-los.

Ao final vemos Daenerys segura de si, confrontando o khal.

Captura de Tela 2016-05-16 às 02.44.40

Fui surpreendido, pois não imaginava que teríamos tantas mortes no episódio. Como Daenerys não tem um controle real sobre Drogon, não achei que o dragão a salvaria daquela situação. Mas ele não a salvou. Foi a própria Daenerys que resolveu seu problema, algo que eu estava faltando acontecer.

Captura de Tela 2016-05-16 às 02.17.39

Ninguém dizendo que ela devia fazer, ninguém agindo por ela. Simplesmente Daenerys, a Não-Queimada, tomando para si o khalasar.

Eu não gosto das atuações de Emilia Clark, então não vou entrar nesse mérito. Porém, dentro da trama a atitude de Daenerys fez todo sentido e era necessária!

Novamente, passo a querer ver o desenrolar da trama de Daenerys!

Captura de Tela 2016-05-16 às 02.18.14

Agora com um exército dothraki daquele tamanho ela pode voltar a Westeros e lutar pelo Trono de Ferro! Estamos cada vez mais próximos de ver dragões voando por Westeros uma vez mais! Isso é muito empolgante.

S06E04 – Book of the Stranger nos mostrou como as mulheres de Game of Thrones são fortes e como estão decididas a conseguir o que querem!

Sansa estava decidida a tomar Winterfell com ou sem a ajuda de Jon. Brienne assumiu a execução de Stannis e deixando claro que cumpriu sua promessa.

Cersei deixa o orgulho de lado e se junta com Olenna Tyrell para conseguir se aproximar do seu filho e se vingar da Fé Militante. Margaery mostrando à Loras que é preciso enganar o Alto Pardal e diz como ambos devem agir para sair daquela situação.

YaraGreyjoy deixa claro, qual será seu posicionamento na Assembleia dos Homens Livres e por fim, Daenerys tomando para si, sem ajuda, o khalasar todo!

Sobre Daenerys no fogo, já prevejo que uma das discussões que ecoará pela internet será: Daenerys (e os Targaryen) são imunes ao fogo?

Martin disse, em uma entrevista antiga, que não. Eles não são imunes ao fogo.

Porém, parece que a série optou por dar aos Targaryen um pouco mais de poder.

E outra dúvida que surge, será que veremos Martin voltando atrás de sua “regra”?

Bem… Teremos que esperar Os Ventos do Inverno. Por enquanto, tudo que sabemos é: Daenerys, da série, é imune a fogo. Será que toda a magia que havia no momento do nascimento dos dragões, ainda a protege?

Só com o tempo saberemos.

Sobre o fogo e os Targaryen, darei minha opinião depois, pelo Facebook. Quero ver qual a opinião de alguns youtubers antes.

_____________________

Lembrando que há promoções no blog!

Promoção Drunkwookie e Peculiartes

13087735_1029108780499457_784576138493074316_n

Para essa temporada, teremos um sorteio sensacional. Esse brasão Stark de 90 cm por 70 cm peça pode estar decorando sua casa, no final da 6ª temporada.

Para participar, basta:

1- Curtir a Página da Peculiartes no FB;

10532132_661912923889754_6272358868469992380_o

2- Curtir a página do Drunkwookie no FB;

drunk

3 – Responder no post da promoção no Facebook“Por que eu devo ganhar o Brasão Stark?”

4- Compartilhar o post da promoção;

O resultado sairá no dia da Season Finale da 6ª temporada!

Promoção Drunkwookie – GeekSet

Captura de Tela 2016-05-02 às 11.50.37

A loja  Geek Set, junto com o Drunkwookie estará sorteando uma camiseta do cara que bebe e sabe das coisas! em homenagem ao episódio.

Não podíamos sortear uma camiseta que não fosse do Tyrion! Para participar é simples.

1- Curtir a Página da Geekset no FB;

Captura de Tela 2016-05-02 às 11.50.37

2- Curtir a página do Drunkwookie no FB;

3- Compartilhar o post da promoção;

O resultado sairá na season finale.

41 Comentário

  1. Rafaela bastos Rafaela bastos
    16 de maio de 2016    

    Na série ela sempre foi imune ao fogo, basta ver ela tomando banho na água fervente e tocando os ovos do dragão em brasa sem se queimar (enquanto sua “ama” se queima).

  2. jose jose
    16 de maio de 2016    

    e sobre o novo episódio, The Door? porque você acha que será este o nome? o trailer deixou alguma pista? e novamente parabéns pela resenha, foi perfeita.

    • Ronaldo Casemiro junior Ronaldo Casemiro junior
      16 de maio de 2016    

      Não sou o Drunk mais aqui vai minha opinião The Door acredito que seja lugares que o Bran pode visitar nesse episódio já que aparentemente ele vai ficar preso nas viagens dele é talvez abra portas que o velho não deixou ele abrir.

      • jose jose
        23 de maio de 2016    

        a porta era a que o coitado do Hodor segurou, coitado se fufu.
        Acho que história tá ficando bem diferente das previsões, doido pra ver o quebra cabeça do Drunk depois deste último episódio.

  3. Luciana Luciana
    16 de maio de 2016    

    Esse episodio foi sensacional, estou in love pela nova Sansa.
    Ficou uma grande questão no ar, o que o alto pardal disse para Tommen?? Não vimos , por q foi cortado bem na hora!!
    Fiquei super curiosa!!

    • Mailton Mailton
      16 de maio de 2016    

      Luciana, acredito que o Alto Pardal falou que a Margaeary fará a caminhada da vergonha (ding, ding, ding. Shame! Shame! Shame!), pois a cena seguinte a do Tommen é a da Cersei falando com a Olenna sobre isso.

  4. Felipe Dias Felipe Dias
    16 de maio de 2016    

    Jon e Sansa arrepiou. Gostei da atitude dela, está mudada.

  5. Rogério Rogério
    16 de maio de 2016    

    Quais canais to Youtube você costuma acompanhar sobre Asoiaf e GoT?

    • 16 de maio de 2016    

      Eu não acabo não acompanhand nenhum canal no Youtube.

      • Caio Caio
        17 de maio de 2016    

        Olá Drunkwookie, vi que citou as teorias sobre mindinho. Tenho uma teoria, que é fundamentada em uma suposição mas se tivesse um tempo gostaria que desse uma olhada. Esta no último comentário da página com teorias de mindinho. É sobre seu nascimento.

  6. Ana Carolina Ana Carolina
    16 de maio de 2016    

    No último capítulo do livro 5, narrado por Daenerys (não sei a página exata, pois meu livro é em mobi – kindle), há o seguinte trecho: “O fogo queimou meu cabelo, mas fora isso, não tocou em mim. Acontecera o mesmo na Arena Daznak. Disso ela se lembrava, embora muito do que se seguiu estivesse obscuro.”
    Ou seja, esse trecho deu a entender que ela não é qualquer Targaryen, ela tem uma certa resistência ao fogo sim. O episódio do nascimento dos dragões não foi isolado. Isso sem falar no banho de banheira escaldante. Acho que Martin vai usar esse “poder” dela mais à frente no livro.

    • 16 de maio de 2016    

      Oi, Ana. É essa citação:

      Só o nascimento dos dragões, entre o fogo e o fu- maça da pira funerária de Khal Drogo, poupara a própria Dany de ser arrastada de volta para Vaes Dothrak a fim de viver o resto dos seus dias entre as velhas do dosh khaleen.
      O fogo queimou-me o cabelo, mas fora isso não me tocou. Acontecera o mesmo na Arena de Daznak. Disso conseguia lembrar-se, embora muito do que se seguira estivesse enevoado.

      • Ana Carolina Ana Carolina
        16 de maio de 2016    

        Isso mesmo. Você não acha que essa menção a um segundo episódio de imunidade ao fogo possa significar que ela é diferente dos demais Targaryen nesse sentido? Qual a sua interpretação? Btw, parabéns pelo blog e pelas teorias! Adoro e sempre leio, embora seja meu primeiro comentário!

  7. David Pinheiro David Pinheiro
    16 de maio de 2016    

    Eu acredito que a Danny é imune ao fogo não por ser Targaryen, mas por ser a verdadeira Azor Ahai.

  8. Neto Neto
    16 de maio de 2016    

    Ao ler sobre a imunidade de dany, me lembro da morte de Aerys I se não me engano, juntamente com Ducan, eles morreram queimados…. se algum puder me corrigir…

    • Caio Caio
      17 de maio de 2016    

      Morreram queimados sim, mas tem uma diferença desses targaryens e Dany, na época os dragões haviam sido extintos. Dany traz a magia de volta com os dragões, a verdadeira magia como é citado, seria quase impossível alguém montar um ser feito de fogo e carne sem ser imune ao fogo.

      • NetoBauer NetoBauer
        17 de maio de 2016    

        Caio, não teorizei muito nem fui em busca das informações mais precisas por que estava no trabalho… Mas vc está certo, nessa época os Dragons não existiam mais… Na cena de Tyrion com os Dragões fiquei com a sensação de que ele resistiria as chamas devido sua teórica identidade. Um abraço!

  9. Joana Joana
    16 de maio de 2016    

    Você tinha que ter acesso aos episódios antes, Drunk! Esperar pela sua resenha é quase tão difícil quanto esperar pelos episódios! rs.
    Não entendo essa regra do Martin…pra mim já tinha ficado claro que Dany era imune ao fogo (tanto nos livros quanto na série). A quais Youtubers vc re refere? Crítica maravilhosa como sempre!

  10. Ada Ada
    16 de maio de 2016    

    Gostei da Sansa determinada, acho que até mesmo “legitima” a ação do Jon. Mas também fiquei preocupado com a ação do Mindinho. Torço para que os reais planos dele deem errado e as tropas do Vale sejam usadas para as batalham que virão contra os Outros. Sobre Daenerys… ainda acho que ela precisa de um pouco mais para ter os dothrakis na sua mão . Seria interessante as dosh kaleen profetizassem que ela é o garanhão que vai cavalgar o mundo ou algo assim e justificar a ausência de resistência contra sua liderança.

  11. Johann Johann
    16 de maio de 2016    

    Vamos ver o exercito dos Boltons entre os selvagens e o exercito Arryn.
    Agora o que me pergunto é, quem será o protetor do norte? Sansa irá se casar com mindinho?(o que eu acho mais provavel) ou com seu primo? Jon vai tomar o norte e voltar para combater os caminhantes brancos?
    Agora pelo que pude perceber Melisandre acredita que Jon é o Azor Ahai, mas com um ressentimento.
    O trailer do proximo episodio me deixa intrigado, uma sacerdotisa vermelha se encontrando com Tyrion, acho que isso vai ser bem interessante.
    já a parte da Daenerys eu achei boa, devido que ela pela primeira vez fez algo sozinha, sem ajuda de alguem ou dos seus Dragões.

    • Markus Markus
      16 de maio de 2016    

      Acho que a intenção do Mindinho é que a Sansa case com Robert Arryn. Tanto que, possivelmente, o Mindinho tenha tramado a morte do Ryckon para torna Sansa a única herdeira. Após Sansa casar com Robert, o Mindinho acaba com Robert.

      • Johann Johann
        16 de maio de 2016    

        É uma argumentação válida. Bem interessante, ainda mais se o mindinho fizer isso e o bran aparecer e reinvidicar o controle para ele como o mais velho.
        Eu realmente acredito que o Bran vai ser um dos personagens mais fo** da série. Mas provavelmente só na próxima temporada.
        No trailer já dá para perceber que ele não está com seu professor na visão dos caminhantes brancos.

  12. Ronaldo Casemiro junior Ronaldo Casemiro junior
    16 de maio de 2016    

    Achei o Jon sem atitude me pareceu que os roteiristas quiseram compensar o que fizeram com a Sansa tornando ela forte de uma hora pra outra no primeiro episódio da temporada ela estava com medo de atravessar um Rio e ontem ela já dizia que ia tomar o norte, apesar de gostar do Mindinho acho que se ele sobreviver a essa temporada não sobrevive a proxima, Chaterys finalmente fez algo de útil aliás ela já tinha feito quando libertou os Imaculados…A morte da Osha super desnecessário parece que eles estão querendo corta despesas matando rostos conhecidos a cada episódio ou talvez ela não tivesse mais função nas temporadas que estão por vir e como o Drunkwookie disse as pontas tem que ser amarradas eu me pergunto o Rickon da série terá alguma utilidade nas temporadas que estão por vir? Acho que no núcleo Lannister eles vão resolver o problema nos dois próximos capítulos assim o Jaime vai poder se dirigir para o cerco ao peixe negro se seguir o livro em algum momento nos próximos episódios ele vai descobrir a traição da Cersei, e os acordos do Tiryon não vão servi pra nada já que a Chaterys vai voltar cheia de soldados e sair matando geral até o pessoal da ilha de ferro chegar pra leva-la a Westeros o que eu acredito que vá acontecer na próxima temporada…Escrevi mais do que pretendia a princípio.

  13. Tay Tay
    16 de maio de 2016    

    Mindinho, Mindinho, Mindinho! Que saudades eu estava do Mindinho! Será mesmo que os Umber estão mancomunados com ele? Quero Mindinho e o cavaleiros do Vale atacando os Bolton de um lado e Jon, Sansa, os selvagens e a galera do Norte atacando do outro. Já chega de Ramsay Bolton. Sobre a cena da Dany, sei lá… Eu não curti muito (não me joguem pedras). Achei repetitivo. Novamente ela sai do fogo e consegue um exército Dothraki. Ok, para a história, ela ter conseguido esse exército é sensacional, mas precisava ela sair de novo do meio fogo igual à 1ª temporada? Jon e Sansa foi super fofo. Admito que algumas lágrimas brotaram nos meus olhos. Eram dois Starks… Se reencontrando após tudo o que passaram. E é bem divertido ver como o tempo passa. Nas cenas dos abraços a Sansa lá, maior que o Jon. O Robin maior que o Mindinho. Hahahahaha. E acho que Rickon pode realmente ser o estopim para a guerra. Só que não sei se vivo ou morto. Se a guerra vai ser um “resgate” ou uma “vingança”.
    Adoro seus reviews, Drunkie! Sempre passo por aqui para lê-los! Obrigadão por escrevê-los.

  14. JNLopez JNLopez
    16 de maio de 2016    

    Pelo texto Drunk, como de costume.
    Muitas coisas foram realmente ótimas nesse ep.

    O inicio mostrando um John totalmente desiludido com as atitudes que tomou até aqui foi muito bom, ele tomou as decisões conforme sua consciência e por isso morreu, voltou dos mortos e entende que isso está errado. É um bom conflito do personagem, ele não quer ser como antes ao mesmo tempo que não sabe como fazer diferente.
    Até que enfim não houve desencontro dos Stark, Sansa e John se encontrando e lembrando o passado, pedindo desculpas e reconhecendo os erros indica que agora eles partem do zero, sem brigas. Sansa quer sua casa de volta, fará isso com ou sem ajuda de John, me parece ser um modo dela força-lo a ajudar – “Quantos deles você salvou, eles devem suas vidas a você” – parece que ela aprendeu algo com Lorde Baelish. John resiste mas não tem como negar os argumentos de Sansa.
    A interrupção de Brienne foi inteligente para a série não tocar mais no assunto, ela sabia da ligação de Davos e Melissandre com Stannis, pela personalidade dela faz sentido ela falar com os dois assim que os encontra-se. (já cortaram conversas de maneira bem pior na série)

    Mindinho mostrou quem é que manda de verdade no Vale, e deixou mesmo a ideia de que os Umber podem estar lá a mando dele.
    Quero muito ver como ele resolverá a situação quando reencontrar Sansa.

    Corte de elenco, tudo bem, mas precisava matar a Osha daquela maneira?
    O Ramsay ser vilão eu aceito, ele dizer que sabe sobre ela por causa do Theon também, mas ela precisava morrer sem resistência nenhuma? É claro que eu também já cansei das torturas do Ramsay, só queria ver a Osha resistir um pouco, cortar ele, arranhar, morder, sei lá.

    Tyrion mais uma vez mostrou que sabe governar, sempre tendo uma resposta para os mestre escravagistas e apesar da negociação, deixou claro que não confia nem um pouco nesses mestres.

    Porto Real acredito que será uma das melhores coisas nos próximos dois ou três ep. com o a tentativa de resgatar Margaery e Loras e junto derrubar a Fé Militante. A ação de Cersei me pareceu mais emocional do que estar planejando algo, Tommen claramente contou que Margaery teria que passar pelo que ela passou e isso ela não vai aceitar, não por importar-se com Margaery (ela não gosta dela, é claro), mas parece não querer que outra mulher passe por aquilo. O encontro dela e Jaime com Olenna e o tio Kevan deixou claro pra mim que Cersei não quer aquilo pra nenhuma outra mulher e Olenna entendeu.

    Theon de volta pra casa foi outra coisa que gostei, a maneira como sua irmã o trata achei ótimo, de um modo que se ele quer ficar que diga pra que veio.
    Gosto muito dessa ideia de coloca-lo no papel de Victarion, tentar fazer ele juntar aos poucos os pedaços quebrados por Ramsay enquanto busca a mãe dos dragões seria bem interessante, e poderia resolver o problema de barcos que a Daenerys tem.

    Falando de Daenerys…
    Fiquei realmente surpreso pelo modo como o ep. acabou, e adorei ser surpreendido.
    A atuação da Emilia Clark é como sempre (fraca), mas isso não foi problema desta vez por que era preciso uma Daenerys dissimulada para algo do tipo dar certo. Todos (inclusive eu) achavam que seria a dupla Jorah e Daario de forma Heroica ou Drogon que a salvariam, e todos estávamos errados.
    O plano dela é aceitável se pensar que ela tentaria convencer aquela outra Kalisse a ajuda-la e Jorah e Daario só facilitaram as coisas.
    No fim Daenerys não comanda um khalasar e sim “O Khalasar”, todos os dothraki agora são dela.

    Espero três coisas nos próximos ep.: Guerra, Guerra e Guerra!
    Guerra no Norte, John liderando contra Ramsay.
    Guerra na capital: Cersei, Jaime e Olenna contra o Alto Pardal, guerra civil em Porto Real.
    E Guerra além do mar estreito: Daenerys retornando a Meereen com os dothraki e acabando de uma vez com os mestres de escravos das outra cidades.
    Se for assim as coisas serão interessantes.
    Sem falar de Bran, Arya e Sam.

    Continue sempre com esses excelentes textos e ótimas observações, desse modo ajuda muito os comentários de quem visita o site.
    Esperando o domingo e a próxima resenha depois disso.

  15. jurlam jurlam
    16 de maio de 2016    

    Galera, sobre o Rickon, caso ele seja mesmo um warg o mesmo pode ter evoluído aprendizagem e saber controlar outros animais, como os CÃES DOS BOLTONS! Seria uma morte interessante para o Ransey. Seria também uma explicação para o cão felpudo continuar vivo, caso o Rickon tenha encontrado outro lobo, que serie este morto na série (mas acho que não). O ataque da Osha pode reforçar a idéia do conspiração, provavelmente ela agiu por conta própria pela sua natureza selvagem, mas acho que ela não aceitaria ser levada a força pelos Umbers.

  16. Sérgio F. S. Filho Sérgio F. S. Filho
    16 de maio de 2016    

    Boa Tarde, Drunk!
    Estou acompanhando a série pelas suas resenhas! (Tô sem HBO. Sim, que os Outro me carreguem!)
    Pois bem. Falam-se de uma profecia entre os dothrakis que diz que chegará um dia que todos os dothrakis de todos os khalasares irão se reunir em Vaes Dothrak. E a Daenarys provou que pode ser ela o motivo, disso. Talvez, quando Drogon chegar, isso que eu digo ganhe interesse. Imagina ela domando o Drogon? A criatura mais forte! Ela seria “a” mais forte, certo?

    “Só as feiticeiras do Dosh Khaleen vivem permanentemente na cidade sagrada, elas e seus escravos e criados – respondeu Sor Jorah –, mas Vaes Dothrak é suficientemente grande para alojar todos os homens de todos os khalasares, caso todos os khals decidam regressar ao mesmo tempo à Mãe. As feiticeiras profetizaram que um dia isso aconteceria e, portanto, Vaes Dothrak deve estar pronta para acolher todos os seus filhos.” – A Guerra dos Tronos.

    Outra coisa interessante, segundo algumas pessoas andam expeculando, é que este fato se aloca a profecia que Daenarys acenderia três fogueiras:
    – Uma para vida, quando faz nascer os Dragões.
    – Uma para a morte, quando mata o Khas.
    – Uma para o amor. bom Sor Jorah irá morrer pela escamagris (amor platônico) ou mesmo Daario (seu amante), vendo que eles estão juntos numa missão… Acredito que a proxima fogueira será para eles!

  17. Douglas Daniel Douglas Daniel
    16 de maio de 2016    

    Eu sinceramente não gostei da cena da Daenerys, pra falar a verdade, achei mais do mesmo. O núcleo dela é sempre sem sal e quando acontece algo de interessante é sempre a mesma coisa: Tava fogo em tudo que resolve. Foi assim da primeira vez com o irmão dela (queimaram a cabeça dele com ouro), foi assim quando o Drogo morreu (ela saiu da pira com os dragões e todos passaram a adorá-la), depois foi assim de novo com os escravagistas (o Drogon cuspiu fogo no cara lá) e agora novamente! Me parece que é sempre do mesmo. Pra mim seria muito mais interessante se ela saísse de lá com o Mormont e o Daario lutando, poderiam ter usado a história da escamagris de alguma forma, não sei. A atuação também não foi das melhores, achei que faltou mais ira na hora de derrubar os castiçais com o fogo, pareci que ela não queria que desse certo da forma como ela derrubou. Realmente, ver a atuação do Alto Pardal, da Cersei, do Tírion e do Ramsay pra, no final, ver a dela foi meio brochante.

    Parabéns novamente pela resenha. Tenho algumas perguntas: O chifre de Joramun vai aparecer? Será que iremos apreciar a teoria do Dragão de Gelo se tornando verdadeira? Quanto aos Caminhantes Brancos, o que eles estão esperando? desde a primeira temporada eles estão chegando e nunca chegam! hsuahsuahsau
    E por fim: Será que apenas com mais 13 episódios eles irão conseguir desenvolver todos os núcleos para que tudo se encaixe? Sam ainda não chegou em Vilavelha, Arya me parece longe de conquistar qualquer objetivo, não houve mais nada sobre Dorne e nem sobre os Sem Estandartes lá…. Me parecem muitas pontas que terão o mesmo fim que a Osha.

  18. Cassio Cassio
    16 de maio de 2016    

    Ela está gravida novamente e por isso nao foi queimada

  19. 17 de maio de 2016    

    Cara vc tem idéia de quando sai o próximo livro nem estou assistindo a série pra aguardar o livro…

  20. Felipe Zarour Felipe Zarour
    17 de maio de 2016    

    ” três fogueiras tem de acender… uma pela vida, UMA PELA MORTE e uma pelo amor …”

  21. Danilo Pereira Danilo Pereira
    17 de maio de 2016    

    Todas as informações que temos de entrevistas do Martin mostram que o “sangue do dragão” não possui uma imunidade natural ao fogo, apenas uma tolerância maior. No entanto, Martin jamais afirmou expressamente que Daenerys não é imune. Ele ainda não explicou que força tornou possível a sobrevivência dela a fogueira (nem por que ela tinha tanta convicção de que sobreviveria), a origem do cometa, etc. O próprio ocorrido em Daznak é aberto a interpretações. Ela foi diretamente atingida pelas chamas? Mesmo que não tenha sido, a temperatura a que estava exposta foi suficiente para fazer seu cabelo pegar fogo, como Barristan observou. Alguém sairia vivo disso? O que se sabe é que 214 pessoas morreram no ataque do Drogon, enquanto ela o encarou face a face e sobreviveu praticamente ilesa..
    O que Martin disse até o momento são frases deliberadamente vagas como: “nunca foi o caso de que todos os Targaryens são imunes ao fogo em todos os momentos” e “o nascimento dos dragões de Dany foi único, mágico, maravilhoso, um milagre […] Entrevistador: Então ela não será capaz de fazê-lo novamente? Martin: Provavelmente não”. Enfim, frases que, se por lado, desmistificam a imunidade ao fogo do sangue Targaryen, por outro, nada estabelecem sobre a Daenerys possuir ou não uma característica que nenhum outro Targaryen teve. Claro, pode ser uma alteração dos showrunners, só o tempo dirá.

  22. Yuri Lucas Yuri Lucas
    17 de maio de 2016    

    Acho que quando Jon marchar para Winterfell, os Umbers trairão os Boltons, isso é bem provável. Assim aumentariam os numeros de Jon e diminuiriam os do Ramsay. Fora o Fato de que Baelish possa aparecer e fazer essa vantagem aumentar mais ainda.

    Davos e Sansa, poderiam estar indo para as montanhas para pedir a ajuda deles, indo de referencia com o livro quando Jon da essa dica á Stanis. Me parece provável, e boa essa abordagem, caso façam.
    Fora isso eu estou sentindo um pouco a falta dos Freys. Eles ainda não se manisfestaram, mal citaram eles ainda. Algo precisa ser feito nesse ponto. O que acha?

  23. Felipe Dias Felipe Dias
    18 de maio de 2016    

    Drunk, boas!!! Gostaria se possível, uma opinião, dessa teoria, ( Retirado de um site do próximo episódio). Quais fatos a tornam relevantes e se é plausível. abraços. “Pergunta – Por que será que o Corvo de Três Olhos não está junto do Bran na visão com os White Walkers? Será que ele está junto com os WW? Ou será que ele chegará de última hora para tirar o Bran de uma enrascada? E se fizer isso, será que vai acabar morrendo, cumprindo um dos passos da típica Jornada do Herói?” – Uma das Respostas – “Ele mostra a criação dos outros pelos filhos da floresta, daí Bran decide ficar onde não deve e vê o rei da noite e seu exército. O rei da noite toca o braço dele é como ele é sensitivo, descobre onde Bran está e lança um atk na caverna, é pra matar Bran, mas quem morre é o Corvo e talvez Hodor, que segura a porta pra Meera e Bran escaparem. Na fuga, wights perseguem eles, e um cavaleiro os salva….e parece que é Benjen. E daí eles vão para a muralha.”
    Abraços

    Dias.

    • Neto Neto
      19 de maio de 2016    

      Onde tem essa passagem?, onde benjen aparece?…seria lindo!

    • Markus Markus
      23 de maio de 2016    

      Cara, você acertou na veia. Poderia passar o link do site em que tu viu essa teoria? Na verdade, acho que nem foi teoria, mas um vazamento de roteiro, rsrs.

  24. Cláudia Cláudia
    20 de maio de 2016    

    Imagino uma morte honrada para Ramsey. Se ele não for morto na batalha, penso que será preso e sua cabeça decapitada por Jon Snow, como manda a tradição do norte.

  25. Sir Ponce Sir Ponce
    21 de maio de 2016    

    Drunk sou fã do site e de suas teorias. Fiz um apanhado de normações a respeito do que acho do Bran

    .Bran não é o personagem principal mas ele certamente é o mais importante da história. Tanto que
    a ele é dedicado o Primeiro capitulo de Gerra dos Tronos (após o prólogo). Por isso,
    resolvi colocar aqui uma teoria. Se alguma coisa já foi dita nesse sentido eu
    peço que me desculpem, mas fiz diversas pesquisas e não vi
    nada parecido até o momento.

    “Estava observando quando caiu. E agora finalmente você veio até mim,
    Brandon Stark, EMBORA A HORA SEJA TARDIA.” (A Dança dos Dragões, Capítulo 13, Bran).

    Essa frase me intriga desde a primeira vez que eu a li. Ela também é dita pelo corvo de
    três olhos, na HBO, quando Bran chega a caverna.

    Porque tardia?

    Em teoria, acredito que ele esteja afirmando que tudo está perdido, independente dos eventos que
    estão por vir, e a VITÓRIA DOS White Walkers É CERTA. Nada mais há se ser feito
    além de assistirmos a ruína de todos no grande inverno que começou.

    Porém, o corvo de três pode estar enganado com uma coisa, ele explica ao Bran que pode observar
    o passado através dos represeiros, mas sem interferir:

    “Tenho meus próprios fantasmas, Bran. Um irmão que amava, um irmão que odiava, uma mulher
    que desejava. Através das árvores, ainda os vejo, mas nenhuma de minhas
    palavras jamais os alcançou. O passado permanece no passado. Podemos aprender
    com ele, mas não podemos mudá-lo.” (A Dança dos Dragões, Capítulo 13, Bran).

    Porém, acredito que o corvo esteja subestimando a capacidade do Bran, pois ao contrário do que pensa, ele pode se comunicar com o passado, como podemos ver no episódio 3, da 6 temporada,
    em que Bran chama pelo seu pai, ou quando Theon está em Winterfell, no bosque
    sagrado:

    “…uma voz parece sussurrar…-Quem disse isso? Tudo que podia ver eram as árvores e a
    nevoa que cobria….A voz de um Deus, ou de um fantasma.” (A Dança dos Dragões, Capitulo 37, O Príncipe de Winterfell).

    Também aqui:

    “Enquanto o som morria, aguçou as orelhas, à escuta de uma
    resposta, mas o único ruído foi o suspiro da neve soprada pelo vento. Jon?
    O chamado veio de suas costas, mais baixo do que um sussurro,
    mas forte. Pode um grito ser silencioso? Virou a cabeça, em busca do irmão, de
    um vislumbre de uma silhueta esguia e cinzenta em movimento sob as árvores, mas
    nada havia, só…Um represeiro.” (A Dança dos Dragões,)

    Se isso funciona dessa forma, então cabe ao Bran encontrar um momento em que possa efetivamente interferir na história, comunicando-se com o passado e mudando o futuro para evitar que aconteça o pior, como a derrota pelos White Walkers.

    Uma boa hora que isso poderia ocorrer seria logo no início da saga, quando o pai está no Bosque Sagrado, limpando a espada Gelo, pouco antes de Catelyn levar a notícia em que John Arryn foi morto, em Guerra dos Tronos, Catelyn, Capitulo II.

    O problema é, que com isso, tudo que vimos na história seria seriamente afetado. Imaginem se Ned Stark resolvesse ficar em Winterfell e ao contrário de voltar com o Rei para Porto Real? Não iriámos ter a Guerra dos Cinco Reis, nem Tyrion no ninho da Águia, Arya em Bravos, Casamento Vermelho, etc.

    Por outro lado, os acontecimentos com Dany e John Snow poderiam transcorrer sem maiores
    problemas, apesar da decisão de Ned.

    Para terminar a teoria falta ainda identificar uma ação que os Starks possam produzir para evitar a vitória dos outros.

  26. 23 de maio de 2016    

    um pouco atrasado mas tá valendo!

    primeiramente queria dizer: TORMUND + BRIENNE = MELHOR SHIPPING DE GAME OF THRONES.
    a série pode errar em muitas coisas, mas dou crédito por ter trazido isso pra nós!

    eu entendo que jon está em uma situação muito ruim e confusa, onde os valores que ele tinha e as pessoas em que ele confiava não fazem mais sentido pra ele. bem, morrer parece ser um grande trauma! mas acho que se ele sentar e pensar, ele vai desistir de largar tudo. ele lembra muito bem de durolar.
    mas isso não parece necessário, já que logo em seguida temos sansa! eu vibrei com o reencontro, talvez o primeiro reencontro stark desde a primeira temporada, é quase como um ciclo que se fecha. jon e sansa passaram por tanta coisa, e são praticamente pessoas diferentes. nós não devemos vê-los juntos desde o primeiro episódio, e olha que eles nem se gostavam tanto assim.

    fiquei com a pulga atrás da orelha ao ver mindinho. porque só agora mover-se para o norte? porque sansa precisava passar por isso tudo para que o vale viesse? teria sido muito mais simples fazer como estava sendo feito no livro, sansa estar com o vale e ir retomar winterfell junto com eles. espero que não seja algum tipo de furo de roteiro da série, porque parece um esquema desnecessariamente complexo.

    engraçado como todo esse episódio parece girar em torno do tema “família” mostrando o reencontro dos tyrell, as conversas entre os lannisters e o reencontro entre yara e theon. o mais legal é que as mulheres é que estão mostrando sua força! sansa não teve a chance de lutar até agora e é claro que está pronta pra briga depois de tudo o que aconteceu, mas jon ao contrário dela lutou todo o tempo em que estiveram separados e só conseguiu ser traído com isso. gosto de como é ela que está trazendo ele de volta pra briga (e também aquela carta muito simpática do ramsay…) enquanto isso, na parte dos tyrell, vemos o grande sor loras totalmente quebrado, sendo amparado por sua irmã, de vontade inabalável. talvez seja ela a conseguir enganar o alto pardal?

    ao falar nele, eu ainda não entendi qual é a do alto pardal. ele é um cara muito fingido, ou realmente mudou seu jeito de pensar por conta de uma ressaca? ele teme tanto aos deuses e seus próprios pecados que precisa descontar nos outros? ou, como cersei diz, ele apenas odeia os nobres e quer fazê-los pagar pelos seus pecados? talvez seja inveja? enfim, eu gosto dele pois é um personagem muito enigmático e profundo. o ator escolhido ficou perfeito no papel.

    e os lannisters, finalmente juntando todos pra bater no alto pardal! por incrível que pareça, cersei realmente aprendeu alguma coisa durante seu tempo presa. é bom vê-la largar daquele ciúme horroroso que a cegava e que colocou a todos nessa situação. de resto, é sempre bom ver ollena tyrell e seu humor ácido.

    mas ramsay, como sempre, é aquele ponto esquisito fora da curva que meio que estraga o episódio. aliás tem vários episódios da série assim ultimamente: eu gosto de várias coisas, mas acontece AQUILO que me deixa com raiva porque não faz sentido. acho um absurdo trazerem de volta uma atriz como natalia tena só pra matá-la dessa forma ridícula. se era pra matá-la assim, que umber voltasse só com seu corpo! se pelo menos ela tivesse arrancado uma orelha, alguma coisa… mas ramsay é, como sempre, invencível. acho que levaram o ditado “vaso ruim não quebra” muito ao pé da letra.

    felizmente a parte da daenerys tirou um pouco o ranço ao nos mostrar mais uma cena grandiosa, daquelas que só a daenerys consegue fazer. acho engraçado como ela sorri ao ouvir todas as ofensas daqueles homens, sabendo que eles logo pagariam por suas palavras. acho que as dosh khaleem não tem muita escolha a não ser ficarem quietas e segui-la depois dessa… mas a pergunta é, para onde? veremos um embate entre os dothraki e os filhos da harpia? acho estranho martin dizer que os targaryen não são imunes ao fogo, porque lendo o livro eu tive a clara impressão de que se tratava disso, sim.

    as cenas de tyrion com missandei e verme cinzento são ótimas, e muito necessárias em uma série de tom tão tenebroso como game of thrones tem sido. tyrion é o cara que faz o que tem que ser feito, não o que seria possível apenas em um mundo ideal. daenerys é uma ótima conquistadora, mas uma péssima política – afinal, políticos tem que fazer acordos que muitas vezes não são moralmente aceitáveis em prol de um bem maior. acho que se alguém vai resolver mereen, ou no mínimo dar tempo suficiente para daeberys voltar, é tyrion.

    rumo ao próximo episódio, espero que com menos boltons e nada de dorne!

  27. Fagner Fonseca Fagner Fonseca
    7 de junho de 2016    

    Na série somente Daenerys é imune ao fogo. O irmão Viserys foi morto com o ouro derretido.
    Sobre Daenerys ir para Westeros, acho que já passou da hora. A série não mostra a magnetude do exército que ela possui, mas no livro ela tem os imaculados, os segundos filhos, os corvos tormentosos, os dorthrakis, além de uma galera de ex-escravos que foi seguindo ela.
    Sem contar que ela pegou todos os imaculados, inclusive os que ainda estavam em treinamento. Fora uma série de alianças que ela foi fazendo depois que chegou em Mereen. E não esqueçamos dos três dragões que já fazem um belo estrago.

    Bom.. ela ainda não foi para Westeros porque não quis. Não gosto da idéia dela querer ir para Westeros agora só porque conseguiu esses dorthrakis. Ela tem que mudar de ideia por outro motivo. Sem contar que os dorthrakis são bons apenas em campo aberto. Em Westeros eles vão precisar invadir os castelos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja Madrinha/Padrinho do Drunkwookie

Veja o projeto no Padrim, colabore e concorra aos sorteios

Assine "Newsletter Drunkwookie"

Receba as publicações do blog, direto no e-mail!

Parceiros

Publicidade

Show Buttons
Hide Buttons