D&D – Diário de Campanha [Capítulo 14]

Local – Underdark – Vila de Sloobludop – Ano de 1487 – 7º mês (Flamerule) – Há mais ou menos 28 dias no Underdark.

Personagens

captura-de-tela-2016-11-25-as-18-48-38Ulfgar Thonderrage

Raça – Anão das Colinas

Classe – Clérigo

Nível – 6º – Domínio da Tempestade

Divindade – Talos

Jogador – Diego (25 anos)

Resk da Árvore-Fantasma

Raça – Meio-Orc

Classe – Bárbaro

Nível – 6º- Caminho do Furioso

Jogador – Gabriel (10 anos)

Akmenos, o Faminto

Raça – Tielfing

Classe – Bruxo

Nível – 6º – Pacto do Tomo

Patrono – Grazzt

Jogador – Bruno (15 anos)

_______________

Anteriormente… D&D – Diário de Campanha [Capítulo_13]

_______________

PDMs

Superior, da esquerda para direita: Shuushar, Buppido, Stool e Sarith. Abaixo, Glabagool, Topsy e Turvy.

Somente quando a poeira abaixa e os gritos dos kuo-toas enlouquecidos acordam nossos heróis que estavam perplexos com a aparição de Demogorgon, que é possível entender o que está acontecendo.

Sobre o altar completamente destroçado, um grande tentáculo fétido e profano tateia o piso em busca de vítimas. A imagem de um Demônio, vindo diretamente do Inferno é demais até mesmo para um bruxo tiefling.

Um Teste de Sabedoria é exigido de cada PJ, e Akmenos não consegue fazer outra coisa a não ser temer pela própria vida. Ele se ajoelha e lágrimas escorrem pelo seu rosto vermelho.

Já o bárbaro, filho adotivo do thane dos Gigantes de Pedra dos Picos Cinzentos enfrenta o medo – 20 natural – e desafia o Príncipe dos Demônios. Ele empunha Alvorada e desfere um golpe com fúria no tentáculo do demônio.

Três golpes avassaladores – 42 PV – abrem uma fenda no tentáculo do Demogorgon. O sangue sulfúrico chia ao entrar em contato com o piso de pedra, enquanto bolhas explodem, exalando um cheiro de óleo queimado e enxofre.

O monstro recolhe o tentáculo ferido e prepara um ataque com outro tentáculo.

Ulfgar está no pátio, onde os kuo-toas estão enlouquecidos. O clérigo encontra um lugar para conseguir ver o demônio e conjura convocar relâmpagos.  Um relâmpago canalizado com Ira Destrutiva atinge as duas faces do Príncipe dos Demônios, empurrando-o para trás. – 30 PV -. Ao que tudo indica, a resistência do demônio ainda não se encontrava plenamente estabelecida, por ter acabado de ser invocado ao Plano Material.

Resk aproveita o momento de distração  do demônio e tenta chamar Akmenos de volta à sanidade. O bruxo recobra os sentidos e se levanta.

Os heróis encontram Ulfgar abaixo do patamar do altar e decidem abandonar Slooblodop. Eles correm em direção aos túneis onde se encontram seus mantimentos e equipamento de viagem, juntos com seus companheiros.

Por todo caminho eles veem kuo-toas em uma estado de êxtase e medo. Louvando e gemendo. Muitos começam a sofrer estranhas mutações. Cabeças sem vida brotam do pescoço das criaturas, sufocando-as e fazendo-as cair no chão da aldeia.

Atrás deles é possível ouvir as casas feitas de zurkwood e conchas estalando e explodindo sob o peso dos golpes do Demogorgon.

Seus rugidos fazem todos tremer.

Depois de alguns minutos correndo em marcha acelerada, os heróis chegam até o local de encontro. Ali está Shuushar e os outros companheiros. Buppido chega logo depois, e Sarith também. O drow parece estar bastante ferido e reclama de muita dor de cabeça.

Shuushar tenta ensinar da melhor maneira o caminho, mas se recusa a seguir com o grupo. Ele precisa restaurar a ordem em sua aldeia. A presença do Demogorgon pode afetar para sempre a noção de crença de seus parentes e isso não pode continuar.

O kuo-toa monge ensina os heróis como chegar até o Caminho da Seda e de lá, como seguir até a Superfície. Ele pede para que seus amigos, se puderem reunir ajuda na Superfície que voltem para livrar o Underdark do Demogorgon.

Os heróis então seguem por um complexo de túneis, que outrora havia sido um ninho de Vermes-Púrpuras.

Depois de algumas horas andando pela escuridão, Resk percebe que uma das paredes Oeste do túnel está caída.

Pequenas ondas invadem o chão. Ali jaz uma enorme criatura.

Aquele local está bem próximo do Lago Negro, mas para sorte deles não há sinal do Demogorgon. A criatura caída é um Gigante de Fogo.

Na bolsa de gigante da vítima, Ulfgar encontrou 2 estranhas gemas (duas Pedra de Feitiço, que é item mágico constante em Oota), 1 poção de curar ferimentos, um escudo de metal médio e uma cota de malha. Enrolado em um pano de seda, 1 opala de fogo (1000 p.o), 6 ônix (50 p.o cada).

O anão veste a cota, entrega uma gema para Akmenos pois sente que é possível sintonizar com elas, talvez seja algum tipo de item mágico. Para o bárbaro é dada a poção e o escudo.

No cinto do gigante havia uma espécie macabra de carta. Feita de pele de anão, grafada com fogo, escrita na língua do Subterrâneo. Akmenos conjura Entender Idiomas e lê:

À Casa de Mez’Barris Armgo*

Uma dezena de anões das colinas aptos ao trabalho entregues há três ciclos atrás. Duas dúzias de gnomos da superfície enviadas nesta ocasião e um exército de magmins enviados daqui há um ciclo. Aguardo a entrega dos mapas da Superfície que me interessam. Confio os mapas ao meu porta-voz que lhe traz essa missiva.

Assinado – Duque Zalto.**

O grupo continua por mais alguns dias sem nenhuma perturbação, até que os túneis começam a se conectar a outros. Parece impossível não se perder. O grupo tenta seguir a intuição – Testes de Sabedoria em grupo – para continuar.

Eles se perdem algumas vezes, o que resulta em nenhum avanço significativo por dias. Sempre andando em um labirinto de túneis escuros.

É apenas no decorrer do décimo oitavo dia nos túneis, que Akmenos percebe  – Percepção 23 – um Gigante de Pedra saindo da parede rochosa do túnel.

Ele apenas observa vocês. Em suas mãos há um cristal comprido, muito parecido com uma lâmina, emanando um brilho azul pulsante.

Cuidado, vocês estão sendo seguidos.

O gigante diz isso e retorna para as rochas, moldando-se a elas. Os heróis tem tempo o suficiente para sacar suas armas e perceberem o grupo que está logo atrás deles. É Ilvara e seus drows.

A mesma responsável pela captura e prisão dos heróis há um mês atrás.

Vocês não imaginam o quanto sofremos para encontrar vocês. Por isso, chicotearei um de vocês em nome de Lolth, até a morte e os outros serão vendidos no Bazar de Menzoberranzan.

Parece ser impossível fugir do confronto. Ulfgar conjura Nevasca entre eles e os inimigos.

Resk arremessa um javelin contra Ilvara, que se desvia com facilidade. Akmenos ataca a distância com seu Raio Ardente e fere um drow mago.

Os guerreiros de elite de Ilvara, guardam suas armas e preparam suas bestas enquanto Ilvara conjura Névoa Mortal sobre os heróis. Mesmo estando em terreno escorregadio, a drow arcana completa o feitiço e logo uma névoa amarela toma conta do lugar.

A magia é poderosa demais e deixa Akmenos mortalmente ferido – 35 pontos de dano. Turvy e Topsy caem desfalecidos.

Ulfgar resiste ao veneno por causa de seu sangue anão e conjura lufada de vento para dissipar a névoa mortal. Resk se desespera, usa sua fúria e investe contra Ilvara e seus homens, mas escorrega na nevasca e seu ataque é interrompido.

Akmenos conjura bola de fogo, causando imenso dano aos drows, mas acaba eliminando a neve criada pela magia de Ulfgar.

O caminho fica livre e os Guerreiros de Elite de Ilvara avançam. O ataque combinado de ambos é forte o suficiente para matar o bruxo tiefling.

Resk concentra seu ataque em Ilvara, mesmo sendo alvo de ataques de oportunidade. Usando tudo o que tem, seus três golpes ungidos pela fúria berserker derruba a líder dos drow, cortando-a do ombro ao quadril, em uma chuva de sangue e luz da Alvorada.

Enquanto os drows de elite se focam no algoz de sua líder, Ulfgar conjura curar ferimentos nos aliados mais próximos (Topsy e Turvy).

Uma sequência de golpes errados coloca Resk em perigo.
Por fim, o meio-orc derruba um drow de elite e recebe um golpe letal nas costas. Ele seria morto, se não fosse seu traço racial Resistência Implacável (Relentless Endurance). O bárbaro continua em pé e finaliza o último guerreiro de elite.

Apenas um drow está em pé. Mesmo ferido ele atinge um virote de besta no peito de Ulfgar, que acaba não resistindo ao ferimento.

Resk finaliza o drow restante e corre até Ulfgar. Ele dá para o clérigo a poção de curar ferimentos. Rapidamente, o anão invoca o poder curativo de Talos para curar Akmenos. Entretanto, a batalha do tiefling contra a Morte acabou. – 3 fracassos vs 1 sucesso nos Teste de Morte -.

Parece o fim do bruxo. Em pouco tempo seu corpo estará impossibilitado de ser revivido.

Das rochas surge o Gigante de Pedra que pede para os heróis o seguirem.

Hgramm pode ajudar. Ele sabe o que está havendo e veio da Superfície. Ele entende vocês. Andaremos por alguns dias até ele.

Os heróis seguem.

Ulfgar está taciturno, pois conheceu a morte de perto. Resk não acredita no nome dito pelo gigante que segue à sua frente pois é impossível que Hgramm, irmão de seu pai*** esteja no Underdark.

E Akmenos, mesmo morto, sonha. Sonha com Grazzt, sentado em seu trono de espinhos, enojado por ter concedido poder à alguém tão fraco. E enquanto isso, empoleirado no trono do demônio, um corvo**** assiste tudo.

Movimentos táticos quando há uma área atingida por Nevasca

_______________

OBS:.

* Mez’Barris Armgo é a Matrona Mãe da Casa Barrison Del’Armgo, uma influente Casa Drow de Menzoberranzan. Incluí ela aqui, para conectar com Duque Zalto que é personagem de Storm’s King Thunder.

** Duque Zalto é uma figura importante na trama de SKT e será vital para eu abordar o capítulo 8 de Out of The Abyss, ao apresentar Bruenor de Gauntlgrym e conectar tudo isso com a aventura Storm’s King Thunder, quando os personagens voltarem para a Superfície.

*** Hgramm é NPC de Out Of Abyss mas conectei com o background de Resk. O background dos personagens podem ser lidos clicando aqui.

**** Novamente abordo o corvo, pois em breve Akmenos terá a possibilidade de trocar de Patrono, caso aceite a barganha.

O grupo havia expressado a vontade de voltar logo para a Superfície. A minha ideia é deixar os personagens voltarem à Superfície (terão atingido o nível 7), e apresentar os problemas de SKT e depois voltar para a ameaça do Underdark.

Material

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja Madrinha/Padrinho do Drunkwookie

Veja o projeto no Padrim, colabore e concorra aos sorteios

Assine "Newsletter Drunkwookie"

Receba as publicações do blog, direto no e-mail!

Parceiros

Publicidade

Comentários

Show Buttons
Hide Buttons