The Last Kingdom – S02E03

Destiny is all!

Essa frase de Uhtred nunca quis dizer tanto quanto quer dizer nesse episódio.

O episódio já inicia no Mar. No Mar do Norte e finalmente vimos um barco decente em The Last Kingdom.

A nova vida de Uhtred e Halig é sofrida. Eles são escravos de Sverri, senhor do navio chamado Mercante.

O comandante do navio, meu dono, chamava-se Sverri Ravnson – Crônicas Saxônicas: Os Senhores do Norte.

Preparem-se, pois esse episódio será bem emotivo.or todos momentos vemos Uhtred agarrado a ideia de sobreviver.

Cenário e figurino, como sempre sensacionais! É aqui que conhecemos Finan, um dos meus personagens favoritos.

Finan é um irlandês que se encontra na condição de escravo no Mercante.

Fiquei sabendo pouco sobre Finan, o irlandês, porque ele mantinha os lábios fechados, era silencioso e atento. Era o menor de nós, mas forte, com rosto afilado por trás da barba preta. Como os saxões, era cristão, ou pelo menos tinha os restos lascados de uma cruz de madeira pendurada numa tira de couro, algumas vezes beijava a madeira e a mantinha junto aos lábios enquanto rezava. – Crônicas Saxônicas: Os Senhores do Norte.

Agora vamos para Eoferwic.

O tio de Uhtred, Ælfric se apresenta ao Rei, com duzentas lanças, conforme o prometido.

Esse episódio podemos saborear a queda de Guthred. É visível como ele não tem postura, como não tem impostação de voz para ser Rei. Sem, Uhtred ele está perdido.

Ælfric se incomoda com Guthred quando descobre que Uhtred não está morto.

Manter Uhtred vivo foi um erro.

Essa “fraqueza” de Guthred, custou a sua posição no Norte. Sem o apoio de Ælfric, Erik e Siegfried percebem que o rei de Cumbraland não é alguém para se ter ao lado.

Em menos de 10 minutos de episódio Guthred já se arrepende amargamente de ter deixado Uhtred vivo.

Sithric está em Eoferwic mas se mantém fiel à Uhtred. Sithric, Steapa, Clapa e Finan são ótimas adições à trama. E por isso aposto que essa temporada será melhor que a primeira.

Vamos para Wintanceaster e entendemos um pouco sobre a geografia e a política da Inglaterra.

Æthelflæd demonstra todo seu conhecimento sobre os planos de eu pai. E aqui é o momento para mostrar a ela que deve se casar para cumprir seu dever.

Mesmo a série tendo ótimas cenas de ação, ela se detêm, ainda que pouco, nas questões menos militares da trama e situa o espectador no que se refere aos estratagemas políticos.

Depois voltamos  para o Norte. Erik e Siegfried já estão matando e pilhando, pois não existe mais acordo com Guthred.

Chega a Eoferwic irmã Hild e Ragnar em busca de Uhtred. o encontro com Guthred é tenso, mas nada proveitoso. Ragnar ainda precisa do nome do escravagista.

Achei que Ragnar perderia a calma, mas ele aceitou o desprezo cristão de maneira educada, até.

Mais uma cena com Uhtred no mar, lutando pela sua vida.

Remem, desgraçados!

Remem!

— Remem! — ecoou Hakka, e nos golpeou com seu chicote. — Remem! – Crônicas Saxônicas: Os Senhores do Norte.

Essa é a cena mais impactante para mim, de todo episódio.

Uhtred não para de tirar água do barco. Como se fosse um zumbi, trabalha sem descanso.

Entretanto, não é um esforço cego. Eu achei que ele estava fazendo isso para mostrar orgulho, como no livro.

Eu sentia seus olhos escuros me vigiando enquanto eu pegava baldes d’água e jogava de volta no oceano. Eu queria parar. Estava sangrando, machucado e exausto, mas não iria demonstrar fraqueza. Jogava um balde depois do outro, meus braços doíam, a barriga estava azeda, os olhos ardiam do sal e eu me sentia arrasado, mas não iria parar. Havia vómito chacoalhando no casco, mas não era meu. – Crônicas Saxônicas: Os Senhores do Norte.

Nosso saxão é esperto demais. Com água nos pés, é impossível manter a saúde e um dia se rebelar.

Em Eoferwic novamente vemos um problema entre o abade e Guthred. Os padres não entendem de guerra e Guthred está aprendendo isso da pior maneira,

Ainda no Norte, Ragnar consegue informações sobre o escravagista que comprou Uhtred. Um ano deve se passar até que Ragnar consiga encontrar Uhtred, isso é, se ele estiver vivo.

Como sempre gosto de citar as passagens de tempo. A série é rápida e trata o tempo de maneira bem direta.

Esse episódio é um daqueles que mais mostrará a passagem de tempo, feita de maneira primorosa.

Aqui temos muitos lugares novos.

Vamos de Wessex até Nortúmbria, passamos pelo Mar do Norte, chegamos à Ânglia ou Frankia e vamos até à Islândia. Eu confesso que me empolguei muito ao ver a Islândia.

Isso dá uma visão ampla sobre as ações dos nórdicos naquela época. Verdadeiros expansionistas e mercadores.

Eu gostei muito do figurino de todos no barco de Sverri. Você sente que os caras são escravos.

Mais uma vez vemos o grande coração de Uhtred, defendendo Halig do chicote.

Como eu disse, é um episódio muito emotivo. Muitos reclamam da atuação de Alexander Dreymon. Eu adoro a atuação dele, a caracterização. ele é o Uhtred que sempre imaginei, talvez por isso gosto tanto da série.

Agora vamos para Wintaceaster.

Ceolwulf da Mércia e Alfredo de Wessex tem uma conversa bem tensa. Aqui podemos ver o subtexto dos diálogos. Alfredo tem o sonho de unir todos os reinos da ilha. entretanto, nem todos senhores querem ajoelhar para um governo só. Ninguém compartilha do sonho de uma Inglaterra.

Aqui, não está explicito, mas a raiva de Ceolwulf é sobre Danelaw. A região que Alfredo “permitiu” que Guthrum (lembram dele?) ficasse, após se tornar cristão. Essa região, muito maior que a Mércia, incomoda os “verdadeiros” donos da terra e soa como um ultraje para os homens da Mércia.

Ceolwulf exige espadas. Exige apoio. Suas terras são saqueadas diariamente por nórdicos do Norte. ainda que Alfredo sofreu em Wessex, nesse momento a Nortúmbria e Mércia sofrem muito mais.

Para a Mércia, o casamento não diz nada. Eles precisam de forças! Para Alfredo a política é mais importante, nesse momento.

A solução é espadas e homens

Com a morte de Lorde Ceolwulf, o destino da Mércia fica complicado. Aqui conhecemos Æthelred, o futuro marido de Æthelflæd.

Voltamos para o mar e vemos que o tempo passou. Estamos no inverno e seguindo para Islândia.

Agora em Bebbanburg temos uma reunião para tentar trazer de volta o apoio de Ælfric.

Gisela passa a ser o ponto da discussão e dos acordos. E nesse acordo, até Kjartan passa a ser importante na execução do plano. Com Kjartan sabendo onde Uhtred, está, se o trabalho e escravo não o matar, certamente ao voltar à Nortúmbria ele encontrará seu fim.

Com o inclemente inverno, Sverri e seus homens precisam passar a estação em terra. Sendo assim, Uhtred, Halig, Finan e os outros escravos passam seus dias em um chiqueiro.

De volta a Wessex, temos uma rápida discussão sobre o “preço”de Æthelflæd e parece que terras é o melhor pagamento pela mão da filha do Alfredo.

No Norte vemos que Kjartan foi avisado sobre o paradeiro de Uhtred, e isso mostra que o abade não deixou de cumprir o que combinou com Ælfric.

Sven perguntando por Uhtred ao mercador de escravos. O episódio deixa claro que teremos um ótimo embate quando Sverri voltar. Lá teremos Ragnar e Sven aguardando a chegada de Uhtred.

Na Islândia acompanhamos a tentativa de revolta e fuga de Uhtred, Finan, Halig e os outros escravos.

A cena é tensa e você só pode aguardar para ver o que vai acontecer. essa é mais uma cena para mostrar o desenvolvimento da escravidão de Uhtred e como o tempo passou. Seu espírito ainda está intacto.

Podemos ver que Finan é cristão. São os pequenos detalhes que fazem essa série tão fiel ao livro.

De volta a condição de escravo, de volta aos remos, vemos a conversa de Snorri e Uhtred. Você vê o sofrimento no rosto de Uhtred, enquanto Halig sofre do lado de fora do mar.

A cena cortando para o sofrimento de Uhtred e depois o sofrimento de Halig é sensacional.

Depois de um ano, estamos nas praias da Nortúmbria e Sven o Caolho, aguarda Sverri para negociar escravos. Entretanto, Ragnar também está lá,

O reencontro de Uhtred com Ragnar é épico, bonito, emocionante.

Mesmo vendo Uhtred como escravo por apenas um episódio,  foi possível se emocionar.  O rosto do herdeiro de Bebbanburg está quebrado, arrasado, curvado. A fuga mal sucedida, a morte de Halig foi demais para nosso protagonista.

Enquanto isso, Finan acaba com Sverri e assim tem sua vingança, cumprindo suas palavras. Agora ele está pronto para seguir ao lado de Uhtred.

Agora passamos a acompanhar Uhtred e sua “nova” vida. Comer novamente, segurar uma espada novamente. Entender seu papel na Inglaterra novamente.

Essa cena dele com Hild em um campo é sensacional.

A missão de Ragnar é levar Uhtred de volta à Wessex. E aqui vemos uma sucessão de fatos que acabam por amarrar o destino de Uhtred pelos próximos anos.

No Monastério onde se encontra Gisela, o abade está com ela em custódia, casando-a com Ælfric. Mesmo que o senhor de Bebbanburg não esteja presente, o casamento acontece por meio de um representante.

E é para lá que Uhtred está seguindo. A discussão com o abade acaba atingindo resoluções tensas. Uhtred se irrita e mata o abade. essa atitude ditará seu futuro.

Agora vamos para Witanceaster, onde Alfredo se encontra com Uhtred.

A conversa é muito interessante e o desenrolar da cena também. Como eu disse, os atos de Uhtred serviram para Alfredo conseguir amarrá-lo à um novo juramento. Um juramento que o colocará sob o comando de Alfredo pelos próximos anos, ajudando  o Rei à unir os reinos da Inglaterra.

Uhtred começou o episódio como escravo e terminou ajoelhado.  O destino é tudo!

Esse foi um excelente episódio! A série parece que irá manter um ritmo e qualidade excepcional!

Fico feliz em ver uma série tão boa que faz jus aos livros de Bernard Cornwell.E Vocês o que acharam desse episódio?

 

2 Comentário

  1. Jobson Jobson
    11 de abril de 2017    

    Como sempre, uma excelente resenha!!!
    Como eu gostaria que esse série não fosse corrida. Esse episódio foi sensacional, também gostei muito. A ansiedade só aumenta.

    • 11 de abril de 2017    

      Estou gostando do ritmo da serie. Ultimamente só estou vendo série enrolada hahahaha Então essa sai um pouco do esquema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja Madrinha/Padrinho do Drunkwookie

Veja o projeto no Padrim, colabore e concorra aos sorteios

Assine "Newsletter Drunkwookie"

Receba as publicações do blog, direto no e-mail!

Parceiros

Publicidade

Show Buttons
Hide Buttons