S06E01 – Red Woman

Finalmente! Depois de tanto tempo de espera, tanta ansiedade, finalmente estreiou a sexta temporada de Game of Thrones.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.20.09

Resta agora analisar e concluir se a estreia preencheu as expectativas de todos espectadores ou se deixou muito a desejar.

spoilers

S06E01 – Red Woman inicia exatamente do ponto onde acabou a  temporada anterior.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.19.25

A cena inicial que mostra a Muralha, depois desce para revelar Castelo Negro e lá no fundo Jon Snow esfaqueado, é muito bonita.

Os uivos de Fantasma ecoando por todo Castelo Negro, deram o tom perfeito para esse início de episódio. Com Jon completamente branco na mesa, temos a certeza de que ele está morto.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.21.10

Porém, o mais interessante é o que a mulher de vermelho diz. Melisandre revelar que viu Jon lutando em Winterfell reforça minha ideia de que ele estará lutando na batalha contra os Bolton, ao lado de Sansa Stark.

Ainda na Muralha, Allison Thorne assumindo a culpa perante os Irmãos Juramentados, se pautando na lealdade. Ficou claro que a lealdade é com a Patrulha da Noite, apenas com ela.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.33.39

Não foi muito difícil convencer o pessoal. Todos dentro da Patrulha da Noite sabem do que os selvagens são capazes. Eram poucos que pensavam como Jon.

Com Edd Doloroso indo atrás dos Selvagens, talvez teremos Tormund no próximo episódio.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.22.51

Agora vamos para Winterfell, onde Ramsay Bolton fala com seu meistre sobre Myranda. Os diálogos de Ramsay são sempre insanos e sua atuação sempre impecável.

Temos uma primeira menção à Stannis Baratheon. A informação é de que ele está morto. Então, receio que ele realmente morreu.

O centro da conversa é a perda de Sansa Stark, a peça fundamental para definir a posição da Casa Bolton dentro do jogo dos tronos.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.23.05

Sem Sansa Stark, o Norte não apoiará os Bolton.

Começamos a perceber a importância de Sansa nessa temporada.  Ela será responsável por unir o Norte sob a bandeira Stark.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.23.45

Essa cena de Sansa e Theon correndo e fugindo por uma floresta nevada é sensacional. A HBO já provou que suas produções são grandiosas, mas não custa nada citar novamente.

Apesar do sumiço repentino dos cães de caça, ver Brienne lutando é sempre empolgante.

Brienne e seu senso de justiça atinge níveis quase surreais. Se lembrarmos dela lá no início da série, jurando sua espada a Catelyn e olharmos para essa cena, sentiremos todo esse dever de honra que é a força motriz de sua personalidade.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.24.21

Acredito que esse é o “fim” de Fedor. Vê-lo matando um dos homens de Bolton, demonstra que finalmente temos Theon Greyjoy novamente.

Salvar Sansa foi a oportunidade de Theon se redimir de seus pecados. Agora, quero ver a postura do herdeiro de Balon Greyjoy perante os homens das Ilhas de Ferro.

Perceberam que mais uma vez citaram a perda do membro de Theon? Isso, talvez, seja citado na Assembleia de Homens Livres.

O futuro de Theon, nessa temporada (e na série), começa a ganhar novas possibilidades. Acredito que veremos um ótimo desenvolvimento do personagem.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.25.06

Sansa tentando responder ao juramento de Brienne, mas precisando da ajuda de Pod marca bem sua personalidade.

Ela é uma menina cuja a vida tirou-lhe tudo. Ela nunca esteve preparada para tudo que lhe  aconteceu.

Na verdade, nenhum dos Stark estavam preparados para suas jornadas pessoais.

Robb sendo Rei do Norte com apenas 15 anos, Jon sendo Lorde Comandante, Bran Stark do outro lado da Muralha seguindo um corvo-de-três-olhos, Arya Stark cega do outro lado do Mar Estreito e Sansa, servindo de peça no jogo dos tronos.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.25.37

Agora vamos para Porto Real. Cersei e Jaime estarão definitivamente mais próximos nessa temporada. Com todas as perdas só restou aos irmãos-amantes um ao outro. Tem o Tommen, é claro, mas o garoto nem é citado na conversa.

Provavelmente no próximo episódio Jaime tomará frente contra o Alto Pardal. E ainda em Porto Real temos uma cena curta com Margaery.

Dorne!!!

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.26.03

Se na minha opinião Dorne estava indo de mal à pior na última temporada, creio que nessa os produtores tentaram arrumar seus erros. E falharam, novamente.

Com a morte de Hoat (com apenas um golpe de adaga nas costas), Doran e Trystane, agora temos as “grandiosas” Serpentes da Areia, comandando Dorne rumo à…

Não sei. Não dá para saber. Vão apenas vingar Ellia Martel? Será esse o grande plano das grandes serpentes?

Eu não sei o que os produtores pensaram em fazer com Dorne, mas o núcleo que restou ali não tem personalidade suficiente para continuar na série, de forma empolgante.

A dúvida que permanece é: Porque manter aqueles personagens na temporada passada para depois, em poucos minutos, eliminá-los da trama?

Tenho certeza que essa decisão se deu pela falta de empatia do público com Dorne. Ficou claro, que os espectadores não gostaram da abordagem dessa Casa.

E assim, foi o final deles.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.26.35

Em Meereen, Tyrion e Varys conversam um pouco sobre a situação da cidade e sobre as escolhas de Daenerys. A cena serviu apenas para nos lembrarmos de onde está Tyrion.

A única coisa que me chamou atenção foi ver um Sacerdote Vermelho falando com o povo.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.26.49

Em A Dança dos Dragões há alguns sacerdotes vermelhos, como Benerro, Moqorro e Marwyn. Não acho que ele seja nenhum deles, porém a série nos mostra que a religião e suas magias serão fortes nessa temporada.

Não me lembra de tantos barcos em Meereen, mas Daenerys precisará de novos barcos para voltar à Westeros.

Isso aumentam as chances de que Euron Greyjoy enviar barcos para buscar Daenerys, como nos livros.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.26.58

O núcleo que eu havia dito ser o mais enfadonho, está logo no primeiro episódio. Jorah e Daario conversando sobre a vida será cansativo demais e espero não se prolongar por muitos episódios. Ao menos os cenários são estonteantes.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.39.58

Sensacional a multidão dohtraki! As locações são espetaculares e a caracterização do povo ficou ótima.

Algo que me incomodou, foi o total desconhecimento de Khal Moro em relação à Daenerys. Passou-se muito tempo desde que ela foi khaleesi, eu sei. E também sei que nem todos os dothrakis poderiam estar tão próximos à Khal Drogo e assim ter conhecido Daenerys.

Até mesmo aqueles mais próximos, abandonaram o khal quando o viram ferido e impossibilitado de se manter na sela do cavalo.

Porém, o tempo que se passou também deveria servir para ajudar as histórias a se espalharem.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.27.34

Será que nunca comentaram sobre a khaleesi de pele branca, cabelos brancos e dragões?

Aquele colar de dragão, com certeza levantaria suspeitas. Por isso, achei forçada a cena como um todo.

Continuando a resenha, vimos Khal Moro citar o Dosh Khaleen. Sabemos então que Daenerys andará ainda mais para chegar até o conselho das viúvas dos khals.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.28.48

Em Bravos temos Arya aprendendo a ouvir. Com o retorno de sua “amiga” já dá para perceber que será dicil saber quem vive e quem morre quando e trata do Deus de Muitas Faces.

Ao que tudo indica, Arya será treinada incessantemente por todo episódio, até decidir fugir.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.27.59

E de volta à Castelo Negro, temos uma conversa de Davos com Allisor. Eu curto muito o Davos e vê-lo depositando em Melisandre sua única esperança é algo novo.

E quando ele faz isso é a deixa para o final do episódio.

Você não viu o que ela pode fazer.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.29.45

Davos estava certo! Nem os Irmão da Patrulha, nem os espectadores realmente tinham visto o que Melisandre pode realmente fazer.

Eu fui surpreendido.

Nunca imaginei que veríamos algo assim, no primeiro episódio.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.31.01

Achei sensacional o momento em que Melisandre começa a envelhecer. Os efeitos especiais, o momento crucial em que isso acontece e, o melhor… A fisionomia da mulher de Vermelho parecendo cansada, derrotada.

Achei a cena perfeita! Extremamente bem feita e impactante.

Porém, há muitas dúvidas que surgiram naquele momento:

É spoiler de Os Ventos do Inverno?

É uma alteração da história?

É furo de roteiro?

É possível justificar (ou não) o que vimos ontem.

Eu tentarei justificar, tendo em vista tudo o que venho acompanhando na série televisiva. Mas é claro, que alguns elementos dos livros serão citados, pois há alguns elementos impossíveis de deixarmos de lado.

É spoiler de Os Ventos do Inverno ou alteração da história dos livros?

Captura de Tela 2016-04-25 às 14.14.22

Acredito que seja sim, um spoiler de Os Ventos do Inverno. Não acho que Melisandre envelhecendo foi alteração da história dos livros, pois acredito que veremos isso em Os Ventos do Inverno.

O colar dela é responsável por transformações.

Vimos isso quando ela transformou Mance Ryder em Camisa de Chocalhos em A Dança dos Dragões.

Melisandre tocou no rubi que tinha ao pescoço e proferiu uma palavra.

O som ecoou estranhamente nos cantos da sala, e torceu-se como um verme no interior dos ouvidos deles. O selvagem ouviu uma palavra, o corvo outra. Nenhuma era a palavra que lhe saiu dos lábios.

O rubi no pulso do selvagem escureceu, e os farrapos de luz e sombra em volta dele contorceram-se e desvaneceram-se.  A Dança dos Dragões – Melisandre I

Mance tinha um rubi no pulso. Um rubi que ajudava na alteração de sua fisionomia.

Me parece que tal fato estava previsto por Martin, desde sempre nos livros e na série televisiva.

Todavia, a dúvida que fica é: Já vimos Melisandre sem o colar mas porque ela não mostrou sua a verdadeira forma?

Furo de roteiro?

Alguns podem muito bem considerar um furo no roteiro, pois vimos Melisandre sem o colar outras vezes e ela não envelheceu.

Porém, nas situações em que Melisandre apareceu sem o colar, ela não poderia estar controlando sua fisionomia de outra forma?

Por meio de poções?

Poções

Captura de Tela 2016-04-25 às 12.48.37

Viram aqueles pequenos tubos e frascos de poços, na mesa ao lado do espelho?  As poções ficaram em evidência, ali na mesa.

Captura de Tela 2016-04-25 às 13.31.14

Melisandre usava essas poções em seus momentos de banhos, sem o colar. Tanto que na cena abaixo, ela pede para Selyse pegar o frasco correto para ela.

Logo…

Podemos assumir que ela estava sim sob efeito mágico, mesmo sem o colar. É uma justificativa bem plausível, e talvez foi pensada desde o início da série pelos produtores.

É uma evidência não muito forte, mas serve para balizar esse desenvolvimento da personagem.

Conclusão

S06E01 – Red Woman nos demonstrou que nessa temporada desvendaremos, um pouco mais, os mistérios da Magia no Universo de Martin. Saberemos o real significado da magia e alcance real do poder dos deuses.

Com a ressurreição de Jon, com o contato de Bran com o passado, com os diversos sacerdotes vermelhos espalhados por aí e os Caminhantes Brancos, tenho certeza que teremos uma temporada pautada na Magia e no ocultismo.

Mesmo assim, achei um primeiro episódio mediano.

A revelação de Melisandre foi impactante, sim… Porém, o desenvolvimento de Dorne, e a falta de Bran deixaram tudo equilibrado.

Eu realmente queria ver um pouco de Bran… Mas é um gosto muito pessoal. Então não deve contar muito.

Agora é aguardar pela segundo episódio.

_____________________

Lembrando que há promoções no blog!

Promoção Drunkwookie e Peculiartes

13087735_1029108780499457_784576138493074316_n

Para essa temporada, teremos um sorteio sensacional. Esse brasão Stark de 90 cm por 70 cm peça pode estar decorando sua casa, no final da 6ª temporada.

Para participar, basta:

1- Curtir a Página da Peculiartes no FB;

10532132_661912923889754_6272358868469992380_o

2- Curtir a página do Drunkwookie no FB;

drunk

3 – Responder no post da promoção no Facebook“Por que eu devo ganhar o Brasão Stark?”

4- Compartilhar o post da promoção;

O resultado sairá no dia da Season Finale da 6ª temporada!

Promoção Drunkwookie – GeekSet

Captura de Tela 2016-05-02 às 11.50.37

A loja  Geek Set, junto com o Drunkwookie estará sorteando uma camiseta do cara que bebe e sabe das coisas! em homenagem ao episódio.

Não podíamos sortear uma camiseta que não fosse do Tyrion! Para participar é simples.

1- Curtir a Página da Geekset no FB;

Captura de Tela 2016-05-02 às 11.50.37

2- Curtir a página do Drunkwookie no FB;

3- Compartilhar o post da promoção;

O resultado sairá na season finale.

30 Comentário

  1. Pedro Fernando Maldonado Pedro Fernando Maldonado
    25 de Abril de 2016    

    Excelente resenha drunk! Também fiquei decepcionado com Dorne, já acabaram com eles temporada passada, e nessa terminaram de enterrar, Areo e Doran simplesmente varridos. A parte que mais gostei foi a data Mel, muito interessante, reforçou a teoria de um usuário do fórum gringo http://asoiaf.westeros.org/index.php?/topic/96824-sbm-mel-the-red-star-bleeding-melony-seastar-part-2-has-been-added-on-pg9/ vale a pena ler. Sucesso parceiro ;D

  2. Daenerys Daenerys
    25 de Abril de 2016    

    Obrigada! Agora temos certeza que ele voltará! Mel, que é imortal, deve dá-lo o beijo da imortalidade. Será que ela transfere a imortalidade dela para ele como forma de reconhecer seus erros na leitura das chamas?
    Espero que sim!!
    Sobre Dorne, acredito que primeiro Cersei resolverá a pendencia com a fé em westeros e depois focará em Dorne para vingar sua filha.
    Já está nos livros que Arya fugirá? Preciso chegar nessa parte logo, eu os tenho mas ainda estou no volume 2!! O dia podia ter 48horas para eu conseguir mais tempo para le-lo, estou muito ansiosa rsrs.
    Obrigada por sempre nos agraciar com seus belos textos interpretativos! Adoro as conexões com os livros! Nem reclamo rs

    • 25 de Abril de 2016    

      Arya ainda não fugiu nos livros. Há ainda um capitulo liberado por Martin, que é do sexto livro, que ela ainda está em Bravos.

    • Stênio Stênio
      25 de Abril de 2016    

      Sempre pensei nisso. Melisandre dando sua vida pra reviver Jon. Agora me parece tão claro quanto quanto a luz do dia…

  3. 25 de Abril de 2016    

    E lá vamos nós de novo! Tenho que confessar que eu tinha decidido não ver essa temporada, e vi o episódio apenas por pressão das pessoas que viam a série comigo. Tinha tomado essa decisão principalmente pela forma que os produtores trataram Dorne, minha parte preferida do livro, que eu já via com maus olhos desde que foi confirmado que não teríamos Arianne Martell. Infelizmente os produtores mostraram que eu estava certa na minha suspeita que Dorne não seria abordada à altura na série. As Serpentes da Areia se tornaram mulheres cruéis e vingativas, e começo a achar as cenas em Lançasolar insuportáveis. Doran foi totalmente subutilizado.

    Mas vamos falar de coisa boa: Brienne! Uma das vantagens de não termos aquele arco da Lady Stoneheart é que podemos ver Brienne brilhando por aí. As cenas de luta dela são as melhores da série, e Pod não fica atrás. Foi bom ver que Sansa finalmente poderá começar a sair desse pesadelo e tomar seu lugar como uma personagem importante na série, ao invés de vítima. Faz muito tempo que não tinha um episódio que me fizesse vibrar com alguma coisa em Game of Thrones, e foi uma mudança bem vinda no meio de tanta tragédia.

    Concordo com o que você diz quanto à cena de Daenerys. Foi tudo muito forçado, com vários minutos de xingamentos, para subitamente Khal Moro decidir que Daenerys era ela mesma e soltá-la respeitosa e imediatamente. Eu poderia tentar defender a cena e dizer que não há Facebook em Vaes Dothrak, mas realmente, Daenerys é muito conspícua para não ser reconhecida imediatamente. De qualquer forma, eu gostei de como os dois dothraki que a levavam ficaram assustados quando perceberam que ela entendia tudo que diziam.

    Além de Brienne, eu gostei muito da cena da Cersei. Acho muito intrigante como o casal Lannister começa odiado na história e vai lentamente ganhando seu afeto. O momento em que Cersei vê o barco e percebe que atrás de Jaime está uma mortalha, e não sua filha… Eu não sou mãe, e não imagino como seja a sensação, mas é de cortar o coração ver como o rosto da Lena Headey se modifica. Não há como não se compadecer com seu discurso. Imagino que Jaime vá com tudo pra cima do Alto Pardal depois dessa, e torço por ele.

    De resto, gostei também que Fantasma apareceu um bocado! Sentia falta dos lobos, e eu realmente espero que Thorne encontre seu fim nos dentes do lobo branco. Estou curiosa para ver a reação do Tormund à notícia. Gosto cada vez mais de Davos, e a cena da Melisandre foi no mínimo intrigante. Fiquei com a impressão de que seria uma revelação futura no livro, sim. Ah, se Stannis soubesse…

    Enfim. Ótimo texto, Wookie! Vamos ver até quando as lutas da Brienne me levam pela série… Beijinhos!

    • 25 de Abril de 2016    

      Sempre bom te rever por aqui! Espero continuar vendo Brienne e Pod juntos! E agora, ao lado de uma Sansa mais forte.
      Coitado de Mindinho… Terá que rever seus planos.

      Um beijo, e volte sempre!

  4. Mayu Mayu
    25 de Abril de 2016    

    Acho que amo e me empolgo com a série de GoT por 2 motivos: pela série em si e pelas suas resenhas!!!

    Tô mais ansiosa pra domingo que vem para depois ler a sua resenha do que para realmente assistir ao episódio (se bem que dessa vez terá o Bran, então tô bem ansiosa sim kkk).

    Acho interessante, agora que a série definitivamente ultrapassou os livros para ver as suas observações e conspirações sobre o que devemos esperar nos livros (sempre tendo em mente que existe aquela palpável diferença entre um e outro).

    Continue com o bom trabalho sempre, até semana que vem!

    • 25 de Abril de 2016    

      Obrigado, Mayu! Fico feliz em saber que você espera pelos posts! Beijos, até semana que vem!

  5. Will Will
    25 de Abril de 2016    

    eoria e Spoiler dos livros:
    Mto bom o episódio, e ele me mostrou a introdução de cada trecho da profecia da fertilidade de Daenerys.
    Além do fato curioso dela citar a profecia nesse episódio.
    ”’Quando o sol nascer a oeste e se puser a leste. Quando os mares secarem e as montanhas forem sopradas pelo vento como folhas. Quando meu ventre voltar a ganhar vida e der à luz um filho vivo”’
    Vamos lá, a primeira parte da profecia diz o sol (no livro Quentyn Martell, na série acho possivelmente seja o Doran Martell) nasce no oeste e se põe no leste. No livro essa teoria é mais palpável pois quentyn nasce em dorne (Oeste) e morre em Meerren (leste). Creio que Doran martell nasceu no Jardim das àguas que fica ao Oeste de Lançassolar, onde ele morre. Assim o Doran substituiria a morte de Quentyn nessa teoria.
    Nesse mesmo episódio tem a introdução de Vaes Dothraki, que possivelmente mostrará a estiagem do Mar Dothraki, o mar que nada mais é de grama, estará seco. (Quando os mares secarem)
    E aparece fogo e destruição em Meeren, provavelmente os dragões destruindo as piramides (quando montanhas forem sopradas como o vento).
    Enfim, no livro são muito mais palpáveis as evidencias, mas na minha concepção ela está brevemente inserida no contexto da série.
    Enfim, é tudo uma teoria, que pode ser ou não algo para se levar em consideração.
    Com relação a Melisandre tenho certeza que não foi alteração da obra, e sim spoiler, já tinha evidências no livro/série que ela tinha mais idade do que aparentava
    Bem, acho que ela é literalmente movida pela fé, não se alimenta, não descansa e não envelhece
    Acho que ela acredita que errou novamente nas suas visões nas chamas, fez com que a fé dela se abalasse e tirasse o colar, por pensar que R’hallor não estivesse a guiando mais.
    Ela viu nas chamas que Stannis era Azor Ahai, e ele morre, ela ve Jon lutando em Winterfell e morre.
    Eu pessoalmente apostaria fortemente que o Jon irá reviver, além de todas as evidencias, para que fariam um flashback da Torre da alegria se R+J = J não fosse relevante para a história.

  6. Vagner Fonseca Vagner Fonseca
    25 de Abril de 2016    

    Gostei muito do episódio, principalmente de Tyrion mostrando que é apto para estar em comando, gostei de Brienne que finalmente teve um alívio de suas buscas e um pouco de reconhecimento, adorei Davos que mostra que inteligência não vem só da coorte e dos cavaleiros e… detestei Dorne, na série virou um lugar sem expressão, sem propósito, Doran virou um bundão, Areo não mete medo em ninguém e as serpentes são apenas, nas palavras delas, umas putas egoístas. Espero que seja destruída por alguma praga ou algo assim… hehehe.
    Agora a revelação da noite: Melisandre… Quero ver agora os tarados de plantão elogiarem os nus dela… hehehe
    Mas falando sério, ela mostra o quanto é ligada ao poder e o quanto usa de magia, ela pode ser até outra personagem da história que não reconhecemos antes, sensacional. Que bom que na série a fizeram conhecer Thoros de Mir e entender mais sobre a ressureição de fogo.
    Ansioso pelos próximos capítulos e pelas discussões sobre eles.

  7. Caio Caio
    25 de Abril de 2016    

    Cara, q alento assistir as atuações dos atores de Melissandre, Sor Davos e Cersei. Contudo, voltando ao episodio, achei-o mediano/bom, ate por que não consigo acreditar como conseguiram acabar com um dos melhores nucleos(dorne); Acredito que qualquer pessoa com um simples conhecimento de roteiro desenvolveria algo 100000000x melhor. Eles transformaram uma vingança, com um background enorme nos livros(quem não quer saber o desenrolar da historia de um dos grandes jogadores do jogo, como Doran Martell?) em algo digno de sessão da tarde. Acho q nao souberam interpretar Arianne Martell de verdade, sendo resumida a uma falsa “girl power”, mas enfim, ja cagaram tudo, entao nao adiantar mais chorar. Heheh
    Gostei de ver sansa e theon ganhando um pouco de personalidade. Acho que vao re-introduzir a Sansa jogadora, e acredito que seja ela que una os vassalos do norte contra Ramsay. Por fim, meio que se concretizou uma teoria/vontade/percepção de Melissandre ser uma pessoa muito antiga em Westeros e conhecedora de magia, alem de aparentar ser poderosa. Acredito que ela se sacrifique pela vida de Jon, até pq acredito que ela não tenha forças necessárias pra dar o beijo e sobreviver, pois diferente de Thoros, não é mais nenhuma criança. QUE ATUAÇÃO DA ATRIZ DE MELISSANDRE! A pessoa sentia toda crença se esvaindo do seu rosto.
    P.s.: Como o maior guerreiro de Dorne morre com uma facadinha e Jon leva 10000 pra agonizar. Doran Martell, todo doente, ficou vivo mais tempo que Hotah. Serio, que cagada vcs fizeram com Dorne ein, HBO!? Espero que nao facam a mesma coisa com a ilha de ferro.
    P.s.2: Andava mto sumido, mas agora to voltando a frequentar. Sou de comentar pouco(devo ter comentado uma vez so), mas sempre lia suas teorias, resenhas e os comentarios, que sao otimos. Diferente dos comentarios do povo que acessa o omelete, que so fazem se xingar. Eh impressionante

  8. MARCOS lima MARCOS lima
    25 de Abril de 2016    

    Drunk, seu blogs continua fantástico como sempre. Encontrei este link onde o diretor explica a cena da Melisandre, e tem umas informações bem quentes:
    http://www.papelpop.com/2016/04/diretor-de-game-of-thrones-explica-aquela-cena-da-melisandre-na-estreia-da-sexta-temporada/

  9. Lucas de Melo Facó Lucas de Melo Facó
    25 de Abril de 2016    

    O senhor Tywin Lannister está sorrindo e rindo em algum lugar dos sete infernos, porque um capanga completamente substituível (Sor Gregor “A Montanha que Cavalga” Clegane) literalmente dizimou um reino todo porque ele esmagou uma cabeça do príncipe Oberyn Nymeros Martell. A Víbora Vermelha de Dorne era um homem fraco, tolo, covarde e imaturo que nunca precisou pagar as consequências de seus atos até quando Sor Gregor “A Montanha que Cavalga” o agarrou no final da luta no julgamento de combate de Tyrion Lannister.

  10. Eduardo Eduardo
    25 de Abril de 2016    

    Melisandre não pode ser Maggy a rã , que fez a profecia da Cercei ??

  11. Igor Igor
    26 de Abril de 2016    

    O núcleo de Dorne que erra em todos os sentidos, uma vez que descaracteriza totalmente os personagens em relação aos livros, desperdiça o excelente Alexander Siddig e ainda desafia a inteligência do espectador, afinal, como as Serpentes de Areia foram parar no navio de Jaime e Trystane se, no final da temporada passada, elas se encontravam em terra firme quando ele partiu de Dorne?

  12. Menethil Menethil
    26 de Abril de 2016    

    Estava sentindo falta dessas ótimas resenhas.

  13. Gabriel Gabriel
    26 de Abril de 2016    

    Sempre segui suas postagens, desde o Drunkwookie blog, e sempre gostei mas só agora decidi comentar. Na falta dos livros, o que nos resta é a especulação da conjuntura mesmo. Vamos lá: acho que foi um episódio bom, porém, com ressalvas. Alguns detalhes me incomodaram, como a questão dos cachorros, que você já mencionou. A outra, foi a credulidade do Khal Moro. Ele não reconhece o nome Daenerys de nenhum lugar e a chama de Rainha de Nada, mas assim que ela diz que é viuvá de Khal ele acredita sem titubear? Não só acredita como pede desculpas!!!?? Um Khal pedindo desculpas?? Deve ser por isso que a trança dele é pequena daquele jeito. A mulher foi achada no pé da montanha!!! Outra coisa que me incomodou um pouco foi o Mormont parando BEM encima do pingente da Danny. Ele nem precisou procurar no meio daquele tumulto todo? Conveniente? Eu, particularmente, també, não gostei da tentativa de dramatizar a fuga da Sansa e do Theon. Aquela cena que os soldados encontram os dois não conseguiu fazer com que eu me preocupasse com eles de verdade. Se fossem para serem capturados tão facilmente, isso aconteceria na quinta temporada; Aí chega a Brienne, atirando primeiro e perguntando depois, para salvar a pátria. Não faz o estilo dela isso. Ela é muito honrada. Seria mais dramático se a Brienne e o Pod encontrassem os dois fugitivos em uma situação crítica, famintos e morrendo de frio, sem expectativas de sucesso na escapada. Criaria mais empatia na fuga. Alguém imaginou o quão longe eles poderiam ir sem comida? Poderiam ter explorado nesse sentido ao invés de criar mais uma cena de luta com mortes. Sobre Dorne, agora; Ahhh, querida Dorne. Como que um soldado daquele tamanho morre com uma punhalada no OMBRO?? Meldels! Adaga envenenada? As motivações das Víboras são muito fracas. Como elas vão explicar para os Vassalos da casa Martell o incidente? Como o trio bastardo vai angariar apoio para essa rebelião maluca?? A vingança delas foi estritamente pessoal. Não imagino que as demais casas, que se mantiveram intactas até agora em um momento de guerra por todo o reino, vão se submeter à revolta das três irmãs. O núcleo foi muito mal utilizado na série, infelizmente.
    E o Stannis, morreu mesmo então? Pelo que dá a entender, Bolton encontrou seu corpo. Mas, se fosse assim, porque não mostraram ele morto no final da ultima temporada? Será que vai rola uma confissão da Brienne nos próximos episódios?
    Bom, vamos à algumas partes interessantes: A primeira coisa que me chamou atenção foi o fato da morte de Jon não ser um consenso. Thorne diz que foi planejada e executada pelos oficiais da patrulha. Apesar do pessoal rapidamente concordar, eu fiquei com a impressão que muitas pessoas ali sentirão a falta do nosso saudoso Joao. Quando (se) ele voltar, ele terá bastante apoio. Fico imaginando se realmente o Tormund aparecer em breve não vai acirrar os ânimos na Muralha.
    O Davos deu uma lição ao pessoal de como se portar em situações difíceis. O Cebolão cada vez mais mostra como a experiência dele vale ouro. A forma como ele elogia a Melisandre é sinistra! Será que se ela realmente reviver Jon o Davos vai passar a apoiá-la??
    Apesar dos erros de continuísmo, a cena da Cersei esperando a chegada de Myrcella foi maravilhosa. A forma como a feição da atriz muda em poucos segundos – da alegria ao ódio – foi sensacional. Também imagino que ela e Jaime irão aprofundar seus laços nessa temporada. Eu não me lembrava que a bruxa previu a morte dos três filhos da Cersei. Fico só imaginando o que resta ao coitado do Tommem.
    Agora, falando do Norte. A atuação de Ramsey está muito boa. O dialogo sentimentalista dele sobre Myranda foi quase uma desconstrução de personagem,. Porém, rapidamente ele quebra o encanto quando diz para “entregá-la aos cães pois é carne fresca”. Esse sim é o Ramsey de verdade! O diálogo de Bolton com Ramsey foi ótimo também. A ameaça velada de Lorde Bolton ao filho foi boa. Mostra que existe apenas uma pessoa que Ramsey teme nesse mundo.
    Agora, com relação ao núcleo de Mereen, eu não entendi uma coisa: Os barcos estavam pegando fogo, correto? Atentado da harpia? Ai o Tyrion diz: “Foi-se a oportunidade de voltarmos para casa”. Eles estavam planejando um retorno, realmente? Esse diálogo me confundiu. Se sim, porque Varys já estava em contato com seus passarinhos?
    Bom, agora que terminei de escrever estou achando o episódio mediano também. hahahah. Vamos aguardar o próximo domingo para ver o que a HBO nos reservou.
    Saudações, mestre Drunk, e nunca pare de escrever!

    PS: Estou ansioso para ver se vai rolar a cena que a Arya cega se defende da surra de pau ao olhar pelos olhos da gata.

  14. marcos marcos
    26 de Abril de 2016    

    Parabéns pelas teorias e pela leitura minuciosa dos elementos da série. O seu terceiro olho está mais que aberto… Sobre a estréia, gostei. Apesar de acontecer mais ou menos aquilo que já esperávamos. As únicas exceções foram as mortes em dorme e a idade de melisandre. No primeiro caso, o nível de produção do arco de dorne se manteve. Acho que nem fará tanta diferença, visto que já estava totalmente desinteressante. Em relação a melisandre, foi o ponto alto do episódio. A desilusão de melisandre ficou evidente quando ela decide dormir. Foi tipo… Poxa, tanto sacrifício para nada, melhor eu tirar um cochilo para ver se clareio a mente. Acho que o feitiço que ela faz para mudar de fisionomia foi o mesmo que ela utilizou para forjar a luminifera. Com o feitiço, todos viam uma espada em brasa, mas, na verdade, não passava de uma espada comum. Achei a abordagem do corpo do Jon bem meia boca. Putz… os traidores mataram o jon, deixaram o corpo no pátio, esperam alguém encontrar e só depois foram atrás de pegá-lo? Seria muito mais plausível que o Davos chegasse na hora em que eles tivessem matando jon e tentasse protege-lo, gerando uma grande tensão desde o início. Concluindo… Dava pra ter começado bem melhor. Dava pra dar indícios de que a magia será importante. Acho que, de cara, ja dava para ter dado alguma luz sobre o que poderemos ver sobre os vagantes e os dragões.

  15. Danilo Moisés de Mendonça Pereira Danilo Moisés de Mendonça Pereira
    26 de Abril de 2016    

    Os cães fugiram com os dois caçadores. Note que apenas os 4 cavaleiros morrem. Quanto a Melisandre, pra mim ficou claro que não é só o colar, mas também as poções; é que o espectador ficou tão condicionado a texto expositivo que não aceitam que uma cena seja explicada visualmente. Não achei mediano, muito pelo contrário, 1 minuto de Dorne não o estragou; entrou no meu top 3 première, junto com Winters is Coming e Valar Dohaeris.

  16. Daniela Daniela
    26 de Abril de 2016    

    Oi Drunk! Parabéns pela resenha… mas já era fato que o Stannis tinha morrido, já tinham confirmado.
    Quanto ao episódio… Brienne, Muralha e Cersei ótimos… Dorne, Mereen e Dany de mal a pior. A minha pergunta é por que fazem esse tipo de coisa… será que acham que a gente é tonto? Aquelas mortes em Dorne são o que, Jesus? Por favor… cagaram tudo e agora mesmo que não tem mais conserto. E além disso, as atrizes não conseguem nos convencer… as atrizes que fazem as serpentes de areia são fraquíssimas…
    Quanto a Sansa, creio que tá mais ou menos delineado o que ela vai fazer, a minha pergunta é Mindinho. O que ele vai fazer? E o vale, vai ser esquecido no roteiro?
    Quanto a Melisandre, creio que é spoiler sim, e revive Jon e blablabla
    Tô bastante ansiosa pelo núcleo de Bran e das Ilhas de Ferro… espero que não caguem como Dorne.
    A esperar agora o próximo episódio!

  17. 26 de Abril de 2016    

    Alguns comentários importantes que eu acho que poderiam ser incluídos na Resenha, não sei se outros já citaram:

    Sobre a polêmica morte do Areo Hotah (não é Hoat): Poucos notaram que quem acerta a adaga nele é a Tyene Sand (serpente de areia especializada em venenos)! Dá pra imaginar que ela usou um paralisante (no estilo dos dardos paralisantes que vemos nos filmes)! Ele cai rápido e sem se mover mais, assim como o outro que ela acerta em seguida! Isso também explicaria porque o Doran sobreviveu bem mais! Pode ter sido forçado mesmo assim, mas ao menos existe uma explicação razoável que não vi ninguém citar até agora!

    Sobre o Khal: Trocaram o Khal! Nos livros é Khal Jhaqo! E ele era um dos Kos do Drogo! Isso significa que nos livros o Khal conhece a Dany, enquanto na série não (se ele é um Khal qualquer, ele poderia realmente não saber nem da reputação dela)! Cabe destacar que em Essos existem outras pessoas com traços valirianos (em especial os lisenos), então não daria pra ele ao ver uma pessoa com pele branca e cabelos brancos e já saber que é a viúva do Khal (ainda ficaria a “dica” do cordão de dragão, mas só isso mesmo)! Não sei se eles fizeram essa mudança toda só pra terem essa ceninha da Dany citando os títulos e depois citando ser viúva do Drogo!

    Sobre o episódio em geral: Eu estive muito preocupado com os spoilers dos livros! Ao longo desse episódio, duas coisas tiraram esse meu sentimento: 1) A maioria dos núcleos está diferente, 2) eu recebi o spoiler da Melisandre e a sensação de ser surpreendido foi muito boa! Agora estou bem mais tranquilo e que venham mais spoilers! Eu ainda compartilho as frustrações com Dorne (deixaram de lado o plano de vingança mais foda da saga) e a baixa expectativa em relação aos núcleos em Essos (Mereen e Vaes Dothraki). Também não estou muito animado com Porto Real (a menos que venha a esperada luta entre os Cleganes). A expectativa da temporada são os flashbacks do Bran, o desenrolar da muralha (com o Jon revivendo) e enfim o núcleo Greyjoy!

    PS: Já pensou em fazer podcasts para postar aqui no Blog?

  18. JNLopez JNLopez
    26 de Abril de 2016    

    Oi Drunk!
    Estou sempre lendo seus textos, mas normalmente só comento GOT, tuas observações são muito boas.
    Vamos lá.

    O ep. foi bom, nada muito diferente do esperado (Melissandre foi a exceção).
    Começando pelo lado ruim, em Dorne foi feito o que acredito ser o melhor possível, já estava tudo errado mesmo, matar Doran garante que não há mais como consertar as coisas e esse núcleo vai ser um grupo de mulheres loucas querendo vingança sem planejar nada, estando fadadas ao fracasso.
    Tyrion e Cersei prometem muitos bons momentos, assim como Arya.
    A fuga de Sansa, pra mim fez muito sentido, os dois estavam em uma situação de desespero, fugiram aproveitando a situação e sendo assim só pensaram em correr, é meio óbvio que sendo caçados por cães treinado e cavaleiros, não iriam muito longe (sem falar do frio). Brienne estar por perto também não é tão absurdo, afinal ela matou Stannis (assim pensamos) que estava com o “exercito” próximo de Winterfell, ouvir cães e cavalos chamaria sua atenção e devido as circunstancia seria fácil identificar os inimigos.
    Quando estava com Mindinho, Sansa parecia disposta a vingar sua família, essa disposição acabou junto com qualquer força de vontade quando caiu nas mãos dos Boltons, vemos isso quando Theon tenta distrair o grupo de busca praticamente se sacrificando e ela não se move de onde está. Como será que farão para a herdeira de Winterfell ganhar força para reconquistar o norte?
    Falando do norte, uma coisa me incomoda, esfaquearem Jhon e deixa-lo lá tudo bem, se as facadas não o matassem que o frio o matasse, Thorne e seu discurso também foi bom e faz sentido pois ele quer convencer os irmão que o que fez foi necessário, Sor Davos encontrar o corpo de Jhon e tira-lo do pátio também faz sentido, afinal ele era o comandante e merecia algum respeito depois de morto. O que me incomodou foi o fato de Thorne não deixar claro o que quer com o corpo, Davos e os outros junto com ele não estão protegendo o corpo e sim a si mesmos, isso é claro quando Davos diz que serão vistos por Thorne como traidores por não comparecerem a reunião, assim cria uma situação óbvia de confronto, se Thorne dissesse que quer queimar o corpo e nada mais, haveria a expectativa de uma ato de traição, esperado ou não e planos de ambos os lados, acho que seria melhor assim.
    E Melissandre foi a surpresa, e muito boa, a revelação de que sua aparência é de certa forma uma ilusão foi fantástica, e deixou a dúvida: Ela pareceu desistir de tudo, mostrado a sim mesmo a verdade e aceitando a derrota, ou fez isso para lembrar-se do porque é uma sacerdotisa vermelha e porque está lá, qual é sua missão, e assim desfez a ilusão para aceitar o que via nas chamas, onde era Snow o bastardo que aparecia?

    Esperando o próximo domingo e a próxima resenha.

  19. Jone_G2 Jone_G2
    26 de Abril de 2016    

    Ótimo texto! Concordo com a questão de Dorne. Na verdade, acho que os produtores pecam em não aproveitar o hype no primeiro episódio, que foi morno como geralmente é. O que me incomoda na série é que às vezes ela é tão corrida que vc perde a noção de tempo, como no caso do Trystaine no barco com suas assassinas e a chegada de Myrcella. Outras ela é vagarosa demais e desnecessária, como no caso de Jorah e Daario (cena que mostra tudo que já sabemos: eles estão atrás da Dany, Jorah está doente, ambos amam Dany…). Mas a série começou de maneira satisfatória mostrando logo de cara o núcleo da muralha, a situação de Dany, Tyrion e Arya, e Brienne salvando o dia.
    Só espero muito que a série não sofra por limitação do orçamento, pois daqui a pouco a trama de jogos políticos terá que dar lugar a grandes batalhas. Espero que seja verdade a redução de episódios nas temporadas seguintes, assim eles poupam grana pra cenas mais complicadas.

  20. 26 de Abril de 2016    

    Não me lembro de nenhuma menção a uma fala da Maegi para Cersei falando que os filhos dela morrerão, você lembra?
    Nem nos livros e nem na série…

    • 26 de Abril de 2016    

      Tem sim. No meu post IV eu cito a profecia da Maegi nos livros.

  21. Gabriel Ferraz Gabriel Ferraz
    27 de Abril de 2016    

    Eai Drunk, tudo certo ? Excelente resenha ! Há anos acompanho seu blog, mas nunca tinha comentado. Só queria te agradecer pela dedicação em produzir um material de qualidade ! Além de ser fã da leitura, em especial do complexo universo de Gelo e Fogo, virei teu fã, já que você é sempre metódico, racional e bem humorado ! Obrigado de verdade por salvar minhas madrugadas sem sono ! Tudo de melhor sempre, abraços !

    • 27 de Abril de 2016    

      Feliz de ler seu comentário! Valeu!!! Espero que continue acompanhando o blog pelas madrugadas afora. Um grande abraço!

  22. Antonio Nilson Antonio Nilson
    27 de Abril de 2016    

    Drunk, resenha perfeita, como sempre!
    Queria que você me explicasse melhor a morte de Tristane. Ele foi morto em Dorne ou em Porto Real? Fiquei no vácuo.

    • Douglas Daniel Douglas Daniel
      30 de Abril de 2016    

      Também fiquei meio perdido nessa história. Tenho que assistir novamente o final da quinta temporada mas, pra mim, ele estava no barco, indo pra Porto Real… Não entendi como as serpentes o mataram em Dorne.

  23. Ana Ana
    28 de Abril de 2016    

    Cara, acompanho o seu trabalho e só posso dizer uma coisa: parabéns. A HBO tinha que te patrocinar ou pagar alguma coisa, porque cada resenha é uma obra de arte.

    Parabéns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja Madrinha/Padrinho do Drunkwookie

Assine "Newsletter Drunkwookie"

Receba as publicações do blog, direto no e-mail!

Publicidade

Show Buttons
Hide Buttons