S05E10 – MOTHER'S MERCY

Enfim o último episódio da quinta temporada. Este sempre será um episódio que causará comoção entre os espectadores.

Muitos amam, muitos odeiam… Porém, não podemos deixar de assumir um fato: Amando ou odiando, todos nós assistimos!

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.55.08

Meu dia foi mais ou menos assim… O blog à esquerda, eu à direita.

E todos nós ficaremos órfãos até que saia a próxima temporada, ou saia o próximo livro.

Sobre o novo livro, continuo apostando que sairá em Outubro deste ano. Porém, é um palpite que vai contra todas evidências e contra pronunciamentos do próprio Martin. Mas, enfim…

Captura de Tela 2015-06-17 às 03.14.26

Clique na imagem e ouça a versão Metal do Rodrigo Santos

(Essa versão metal da abertura é muito boa)

A resenha dessa semana teve um atraso significativo, pois assim que o episódio acabou, milhares de pessoas acessaram o blog. Todos queriam descobrir se o que vimos na última cena do episódio era verdade e, se fosse, como seria possível?

Em menos de 6 horas atingi mais de 40.000 acessos, sendo 10.000 acessos em menos de 01 hora, o que foi o bastante para derrubar o site. Demorei mais de 30 horas para conseguir colocá-lo no ar novamente.

1

Mesmo perdendo o blog temporariamente, agradeço a cada pessoa que entrou no blog e leu a teoria sobre Jon Snow.

A tag, criada em setembro de 2012, foi procurada por milhares de pessoas… Isso foi sensacional. E eu me sinto orgulhoso e honrado com tantos acessos. Independente do resultado, percebi que mesmo trabalhando sozinho, sem receber nada pelos posts, eu atingi o ápice que um blog amador poderia atingir.

Devo agora buscar alternativas para profissionalizar o blog. Porém, não posso deixar de postar a resenha sobre essa season finale.

E trago ela agora…

O que o episódio S05E10 – Mother’s Mercy nos trouxe?

Captura de Tela 2015-06-16 às 00.06.38

O episódio se inicia com um milagre sendo constatado. O gelo derretendo é a comprovação da magia de R’hllor.

A cada temporada vemos que a magia permeia o enredo dessa história, muito mais do que imaginamos. Inúmeras vezes ficamos tão presos nos conflitos políticos perpetrados por Mindinho, às intrigas entre Martell e Lannister, que esquecemos R’hllor, os Outros e outras formas de magia.

Mesmo assim, os resultados das ações de Stannis superaram tal milagre. O Pretendente ao Trono de Ferro começou a entender seu erro.

Deserção de metade da tropa, suicídio de sua esposa e fuga de Melisandre.

Desses três fatos, dois me incomodaram bastante.  A deserção era esperada uma vez que um homem, que todos julgavam ser uma pessoa correta, queimou viva a própria filha. isso já é motivo para repensarem uma devoção.

FullSizeRender 13

Porém, o suicídio de Selyse me mostrou que os produtores não ligam para o roteiro da série. É algo que já havia dito no episódio anterior.

Selyse não pode voltar para a próxima temporada, então matamos ela. Está claro que se trata de um corte de custo no elenco.

FullSizeRender 18

Ela era uma personagem dispensável? Na série, sim. Entretanto agiu de maneira errática e sem sentido no episódio anterior e agora foi cortada do elenco.  Não fez sentido ficar triste com a morte da filha e não fez sentido se matar.

Prefiro nem vou falar da altura da árvore para o suicídio.

A fuga de Melisandre também não fez sentido algum. Ela viu nas chamas a vitória de Stannis, viu o gelo derreter. Bem, só isso, como devota de R’hllor já era motivo suficiente para fiar ao lado de Stannis. Ouvir que uma parte do exército se foi, é forte o bastante para abandonar Stannis?

FullSizeRender 10

Na semana que passou, muitos me perguntaram: Mas Melisandre não estaria na Muralha? A Feiticeira Vermelha não teria que estar perto de Jon?

Eu dizia:

No livro sim, porém a série vai seguir outro caminho.

Eu levava em consideração alguns desenvolvimentos lógicos. Então, com a ação de Melisandre no episódio 09 e o degelo visto no trailer do episódio 10, eu achava impossível que ela conseguisse voltar para a Muralha.

Porém, como não houve um respeito mínimo pelo roteiro (nesse núcleo), ela voltou. Ou seja, qualquer coisa parece ser possível na série, tanto para chocar quanto para acertar o que seja necessário.

Isso deixa tudo muito frágil e difícil de engolir. E para um ultimo episódio, resoluções apressadas ficam evidentes, e consequentemente ficam feias.

Agora vamos para a Muralha, onde Jon e Sam têm um diálogo bem interessante.

FullSizeRender 7

Sam vai para Vilhavelha. Isso é visto em O Festim dos Corvos e é um desenvolvimento do personagem  bem interessante.

É capaz de que Sam seja um dos núcleos principais da próxima temporada. Ao final da resenha, falarei o que espero da sexta temporada.

Jon fica sozinho e seu destino fica cada vez mais próximo.

Gostei de falarem sobre os Outros, o aço valiriano e a obsidiana perdida.

Agora voltamos para Winterfell, onde Stannis prepara seu pífio exército contra os Bolton.

Captura de Tela 2015-06-16 às 17.49.35

Dentro de Winterfell temos Sansa usando o saca-rolha (grande sacada da leitora Susie Derkins) para fugir de seu quarto.

Brienne parada por praticamente três episódios esperando a vela ser acesa, é praticamente uma piada. Eu sempre fui alguém que via o lado positivo da série. mas há alguns momentos que são difíceis de engolir.

Captura de Tela 2015-06-16 às 17.55.22

Eu achei extremamente mal estruturada essa ideia, e claro, quando ela finalmente vira as costas, a vela é acesa.

Captura de Tela 2015-06-16 às 17.52.55Acho que esses clichês não são necessário em uma série desse porte. Porém, é uma decisão deles, e eu só tenho o que lamentar.

Ao menos fiquei fascinado com a sequencia em que Sansa vai até a Torre.

FullSizeRender 11Ali vimos o portão pelo qual ela passa, que me fez lembrar quando Bran, Rickon, Osha e Hodor passam, para fugir para o Norte.

Captura de Tela 2015-06-16 às 17.53.57 A Torre Quebrada, de onde Bran foi lançado. Todos esses momentos me lembraram das temporada iniciais, e vi que se passaram cinco anos, desde a primeira temporada.

É muito tempo! E relembrar desses momentos é sempre muito bom.

Captura de Tela 2015-06-16 às 17.56.06

A batalha de Stannis

Essa cena me incomodou e ao mesmo tempo me animou.

Ver os homens de Stannis fugindo quando so Boltons e seus aliados se aproximam, foi muito legal. O exercito dele, no final, desistiu de seu Pretendente ao Trono.

Já haviam poucos homens. E ouvimos sobre deserção desde o episódio S05E08 – HardHome.

Em contrapartida o número de homens que vieram com os Bolton é irreal. Eu achei exagerado, achei que apareceram de forma imediata, e tudo acabou rápido demais. Poderia ter sido desenvolvido desde o episódio anterior.

Só se a cavalaria traz também os desertores de Stannis.

Captura de Tela 2015-06-17 às 01.38.02

Sei que muitos dirão: Nem teve batalha!

Porém a HBO faz isso desde o início da série. Havia ficado irritado quando o Jovem Lobo lutaria com o exército do Rei, e capturaria Jaime e não vimos uma batalha campal. Então já imaginava que não teríamos um combate assim.

Captura de Tela 2015-06-16 às 18.01.17

Tudo o que vimos ali, foi o despreparo de Stannis.

O personagem que havia sido mal construído por toda a terceira e quarta temporada, ganhou contornos interessantes na quinta temporada, porém perdeu a pouca identidade, em questão de dois episódios.

FullSizeRender 12

As escolhas de Brienne

Eu havia falado que haveria um momento em que Brienne deveria escolher entre suas promessas… Sansa ou Stannis?

Não seria bem mais empolgante (e menos clichê) se víssemos Brienne de Tarth dividida entre duas promessas?

Se ela visse a vela acesa em Winterfell e soubesse que Stannis estava ali perto, colocaríamos em suas mãos uma imensa dúvida.

Dúvida essa, importante para a série.

FullSizeRender 21

Porém, não foi isso que vimos.

Brienne não soube da vela e se encontrou com um Stannis moribundo. Ferido, caído, acabado.

Invocar o nome de Renly Baratheon, Legítimo Rei dos Andalos e dos Primeiros Homens, foi engraçado. Talvez o home que tivesse menos direito na sucessão do trono, sendo tratado com alguém que tinha direito… Realmente não funcionou.

Só se isso foi usado para Brienne se arrepender. Duvidou de suas próprias palavras, ao final de proferí-las.

Duvido que ela tenha matado Stannis. Para mim, ele está vivo. E na pior das hipóteses, tendo que ser tratado seu ferimento na perna, pela própria Brienne. Se ela perdoou um Regicida, não custa nada perdoar um Fraticida.

As Não-Mortes do Episódio

Vendo isso eu pensei em algo. Esse é um episódio de Não-Morte. Se fossemos obrigados a tirar um conceito único do episódio, um conceito que resumisse a ideia que quiseram passar com o episódio, esse é o conceito mais acertado. A Não-Morte.

Por que digo isso?

Foram 04 personagens que pareceu terem morrido.  Falarei de cada um deles no momento certo.

O primeiro deles é Stannis. Os produtores querem que pensemos que ele morreu. É pelo modo que se deu sua última cena, é bem provável que ele esteja vivo.

Ramsay é um personagem que eu não consigo entender. Sua capacidade é perfeita. Ele consegue fazer absolutamente tudo o que se propõem a fazer.

Se Ramsay está em uma determinada ação, os produtores farão ele vencer. Foi assim contra os Greyjoy, foi assim no acampamento de Stannis, e agora foi assim na batalha em Winterfell.

O segundo personagem em que paira a dúvida da morte é Sansa.

FullSizeRender 23

Finalmente Fedor age em favor de Sansa. E estava na hora.

Gostei da postura de Sansa perante Myranda. Sansa finalmente conseguiu se impor.

Todos vibraram com o som da cabeça da linda Myranda rachando nas pedras do pátio de Winterfell.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.39.06

A fuga de Sansa e Fedor, lembra alguns detalhes da fuga nos livros.

Achei que Fedor fugiu mais por medo da reprimenda de Ramsay do que para ajudar Sansa.

FullSizeRender 30

O pulo de fé na neve, é a comprovação do que eu disse: Aqui está o segundo personagem do tema Não-Morte. Sansa não morreu, porém o pulo que ela  deu foi de um exagero consciente do diretor (mas achei mesmo exagerado). Se ficamos na dúvida com Stannis, também ficamos com dúvida aqui.

Já em Bravos não há dúvidas da morte de Meryn Trant.

Até o momento, achei mais pontos negativos do que positivos na season finale. E aqui temos mais um. Violência e criança não dá certo.

E nessa cena em específico, não havia sentido algum mostrar isso. Poderia tudo ter ficado no  âmbito da insinuação.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.42.37

Trant já havia visto a garota das ostras e ficado interessado. As ostras são afrodisíacas e nos episódios anteriores isso foi citado. Um garoto perguntou sobre a “ostrinha”de Arya. Não dava para usar esses elementos?

Arya encontra Trant em alguma viela, se oferece à ele e o mata. Bem, sei que tudo o que eu disse é apenas como eu gostaria que as coisas se dessem. De qualquer modo, a violência com crianças deveria ter sido cortada.

FullSizeRender 28

Mas a morte de Meryn Trant foi interessante. Arya demonstrou ter perdido completamente sua inocência.

A personagem demonstrou que sabe matar. A cena ficou tensa, e eu achei demais!

Quando ela pergunta sobre Syrio Forel e Trant está com um pano na boca, e não responde, algo dentro de mim disse: Aeeee Syrio não morreu!

Mas é uma voz que quer que uma antiga teoria faça sentido.

Quem quiser saber da teoria, pode entrar aqui. Teoria – Jaqen.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.44.18

A referência desse momento nesse episódio foi ao capítulo da Menininha Feia, na obra de Martin.

Eu confesso que fiquei extremamente desesperado quando vi Jaqen tomando veneno. Eu praticamente gritei não, com a Arya.

E essa cena é o terceiro momento que a série diz algo sobre a “não-morte”.

FullSizeRender 24

O Jaqen que está no chão? É o verdadeiro? Há um verdadeiro Jaqen? Ou ele é Ninguém? Ele está vivo?

Fiquei confuso e não sei bem o que significou aquilo tudo. Porém dá para saber que teremos mais um momento de treinamento de Arya Stark.

Nos livros, Arya fica cega nos livros e passa um bom tempo treinando dessa forma.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.45.57

Ou seja, Arya ainda tem um desenvolvimento grande de A Dança dos Dragões para ser usado na próxima temporada.

E espero que isso traga informações sobre seu vínculo com Nymeria, sua loba gigante.

A ultima cena de Dorne na temporada. Finalmente entendi porque Ellaria agiu de forma amigável no ultimo episódio. Pelo menos agora fez sentido.

A morte de Myrcella foi igual a de Selyse. Corte de elenco.

A única coisa que me agradou foi pensar que Cersei mandará seu novo guarda-costas cuidar do herdeiro de Dorne. (Falarei mais para frente do guarda-costas).

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.48.14

Qualquer coisa que Myrcella revelasse ali seria irrelevante para história, uma vez que ela morreu. Do mesmo modo que a gravidez da esposa de Robb não fez diferença na série, após o Casamento Vermelho.

Foi um artifício apenas para chocar.

Foi bem pouco verossímil o fato de que uma garota extremamente pequena (quando saiu de Porto Real) soubesse que Jaime era seu pai.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.48.52

O envenenamento de Bronn

Se por uma lado a morte de Myrcella explicou a mudança de comportamento de Ellaria, a morte da pequena Lannister mostra que o envenenamento de Bronn e sua posterior cura não serviu para nada. Para nada além de “desenhar” para o espectador de que forma o veneno funcionava.

Meereen sem Daenerys

Agora em Meereen temos Tyrion falando valiriano, algo bem importante para alguém que está naquele lugar.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.49.32

A cena foi interessante e todos ali funcionaram bem. Foi legal ver o núcleo de Daenerys sem Daenerys.

Tyrion já tem uma interação interessante com Missandei e terá bons momentos com o eunuco Verme Cinzento.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.50.42Espero ver bons momentos na próxima temporada. E espero que Tyrion vá ver os dragões trancafiados de Daenerys.

Isso traria informações valiosas sobre o anão.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.53.05

Falando em eunuco, Varys aparece, com livre acesso na Pirâmide da Rainha.

Falha no enredo? Não sei. Ele é Varys. prefiro ele e Mindinho fazendo o impossível do que Ramsay.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.51.24

Tyrion como Mão da Rainha me faz ficar mais empolgado do que com Sor Barristan Selmy.

Essa foi uma alterado bem acertada da série.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.53.29

Depois vamos em um local desconhecido em Meereen, onde temos Daenerys e Drogon.

A cena é interessante, os efeito especiais de Drogon estão sensacionais e podemos ver um pouco da teimosia do dragão.

Gostei dessa sequencia de preguiça dele. Mostrou que Daenerys precisa ter mais contato com sua criatura, para que possa entendo-lo.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.53.45

Daenerys se reencontrando com o khalaasar, foi legal. Ao menos, a cena é bonita de se ver. Novamente os Dotrhakis estão na série. E pelo visto, muitos deles.

Me remeteu imediatamente aos índios americanos, quando vi a cena.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.55.30

Acredito que na próxima temporada teremos Daenerys com os Dothrakis, e Daario e Jorah rastreando-a.

E detalhe do anel sendo jogado no chão me faz pensar duas coisas:

Captura de Tela 2015-06-17 às 00.39.22

Um elemento para que Daario possa rastrear, e não demonstrar ao novo khal de que ela casou com outra pessoa, depois de Drogo.

A Caminhada da Vergonha

Agora vamos para a melhor cena do episódio e o melhor núcleo da temporada.

Se a aparição dos Outros no episódio 08 foi uma surpresa agradável, aqui tinhamos um momento muito esperado.

FullSizeRender 33

Eu venho dizendo que Cersei e Jon vem sendo magistralmente desenvolvidos, desde o início da temporada. Se vemos erros em outros núcleos e personagens, aqui só vemos acertos. Foi Cersei que procurou e encontrou sua própria ruína.

Ela é a única culpada por sua condição atual. E pagou por isso.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.58.05

Bem… A Caminhada da Vergonha ficou sensacional. O clima construído em volta do momento foi fenomenal. O número de figurantes, as atuações dos mesmos. A atuação de Lena Hayden.

Foram pouco menos de 10 minutos, porém parece que durou uma eternidade.

Sofremos com Cersei, e por um minuto tive pena dela.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.59.27

A dificuldade em prosseguir, aumentando a cada passo. A atitude do povo, os Pardais abrindo caminho na violência.

Captura de Tela 2015-06-17 às 01.13.48

O semblante de Cersei mudando à medida em que ela se aproxima da Fortaleza Vermelha.

Tudo isso foi muito bem mostrado.

Se nos livros esse momento foi impactante, aqui a série também conseguiu passar a mesma sensação.

Captura de Tela 2015-06-16 às 23.00.52

Acho que essas quatro imagens que coloquei da Caminhada, resumem bem os resultados dos sofrimentos que ela teve de aguentar, a humilhação que ela teve que se submeter.

A Misericórdia da Mãe, nome do episódio, me faz pensar que não existe.

E não estou falando da Mãe (Um dos Deuses). E sim, a misericórdia da Rainha Mãe. Viram quando Robert, o Forte apareceu?

Captura de Tela 2015-06-16 às 23.02.27

O monstro criado por Qyburn? Viram a fisionomia de Cersei, foi sensacional. Ela passou por tudo que devia ter passado. Agora tem alguém ao seu lado, para cumprir sua vingança.

Coitada da mulher que fica ana orelha da Lannister dizendo: Confesse! Confesse!

Esse foi o ponto alto para mim, nesse episódio final. Robert com Cersei nos braços, após um momento de humilhação, demonstra que Cersei voltará ao topo novamente. E coitados daqueles que não estavam do seu lado.

Captura de Tela 2015-06-16 às 23.02.41

E agora voltamos para a Muralha, para o final da temporada, e para o momento que causou tanta comoção na internet, e foi responsável pela queda do blog por mais de 24 horas.

Captura de Tela 2015-06-16 às 23.03.10

A chegada de Melisandre demonstra que ela foi jogada ali. Uma fisionomia de derrota,q ue não combina com seu desenvolvimento até aqui.

Porém, pode ser que ela entendeu que Stannis não era quem ela viu nas chamas. E estava errada o tempo todo.

Faltou desenvolver melhor, mas o que importa é que ela está na Muralha. Próxima da quarta “Não-Morte” que eu citarei.

Captura de Tela 2015-06-16 às 23.03.40

Usando o pretexto de Benjen, Allister Thorne consegue trair Jon, junto com outros membros da Patrulha.

Mesmo sabendo o que aconteceria, ver irmão por irmão, apunhalando Jon, foi impactante.

FullSizeRender 22

E ao final, ali estava ele. Olly. Como eu havia dito. Ele teria participação nisso. Tudo levava a crer que ele estaria ali no momento final.

FullSizeRender 32

Desde a morte de seus pais, a morte de Ygritte, a raiva que nutria pelos selvagens, a conversa com Sam.

Um belo desfecho para o núcleo de Jon Snow… Que morreu, ou está gravemente ferido.

Eu esperei os olhos de warg em Jon… Porém eles não apareceram. Ainda assim, podemos ter a esperança de que esse não é o fim para Jon. Se fosse, não teria porque a Feiticeira Vermelha estar na Muralha, nesse momento.

Captura de Tela 2015-06-16 às 23.06.32

Jon voltará na próxima temporada. Eu confio nisso. Provavelmente não da forma como estamos acostumados a vê-lo. Mas será temporário.

Acredito que ele estará na pele de fantasma, seu lobo gigante.

Eu falo e explico melhor sobre isso nessa teoria de 2012. Jon Snow Morre?

E para entender melhor sobre os troca-peles e wargs, é só clicar em Wargs e Troca-peles.

O fato de Jon estar em Fantasma, dá tempo para que os produtores desenvolvam outros núcleos, antes de  nos mostrar o que de fato acontecerá com Jon na série.

Melisandre provavelmente verá Rickon nas chamas e enviará Davos… Porém falarei disso no post do final da semana.

Lembrem-se que pelas informações vazadas teremos o núcleo Greyjoy na próxima temporada, o pai de Sam, crianças de Winterfell.

Então aposto em uma nova direção que a série tomará e falarei nisso em um post específico sobre O Que Esperar da Sexta Temporada de Game Of Thrones?

Conclusão

É triste saber que não esperaremos mais o domingo com a mesma vontade que esperamos todo o mês de Abril, Maio e Junho.

É mais triste ainda saber que não previsão para o próximo livro.

Mas o que eu gostaria de dizer é o que achei da temporada. A Quinta temporada para mim pode ser resumida nessa imagem.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.54.20Tinha grandes chances de alçar um voo magnífico. Porém, não conseguiu, por incapacidade própria.

Optaram por seguir um caminho distinto dos livros e eu respeitei. Como continuo respeitando. Acho que é válido, e até saudável.

Porém se apegaram ao passado. Quiseram manter a tradição do episódio 09, e falharam. Tentaram manter momentos que surpreenderiam a todos, porém só causaram estranheza, pois não fez sentido alguns desses momentos.

Deixaram e desenvolver todos os núcleos de uma forma coesa. Então temos núcleo bem feitos (Porto Real/Cersei e Muralha/Jon) e núcleo péssimos (Dorne).

Captura de Tela 2015-06-16 às 18.03.18

Gostei de como Jon e Cersei foram desenvolvidos, e detestei como trataram Stannis no final da temporada.

Captura de Tela 2015-06-16 às 22.51.26

Gostei da aposta audaz em jogar Tyrion no núcleo de Daenerys, pois somente ele para segurar o interesse do Outro Lado do Mar Estreito.

Dorne foi minha maior decepção. Acredito que muitos de vocês concordam comigo.

Bem… Esse foi um dos episódios com muitos momentos cansativos e alguns momentos sensacionais.

Não sei se foi a pior temporada de todas, mas tenho certeza que está longe de ser uma das melhores. Espero que os Produtores entendam isso, e melhorem a próxima. Eles e nós, só temos a ganhar.

Acredito que agora, surgirá um novo sentimento. O receio de que a série tragam spoilers reais sobre os livros.

Então, passaremos esse ano, (espero que juntos), reunindo todos elementos, todas evidências, que Martin disser em entrevistas. E assim vamos nos acalmando.

Para matar a saudade – As Baratas – Loja Virtual

Teremos saudades da série e dos personagens. Das Casas e das intrigas.

Bem… Eu tenho algumas camisetas compradas na loja virtual As Baratas. Muita gente me perguntou no FB sobre elas.

É só clicar na imagem e ver os modelos que eles tem.

LANNISTER2_D2-500x700

Clique aqui

11227769_873220372754966_450349864253471115_n

Clique aqui.

E as teorias continuam… O blog continua!  Espero vocês! Até o próximo post.

Não deixem de ver as novidades do blog no FB.

Unknown

63 Comentário

  1. Zath Zath
    17 de junho de 2015    

    com certeza a temporada mais fraca de todas, mas com alguns méritos.
    acredito que após o e10 não tem como duvidar das fotos vazadas alguns dias antes, que tinha o Jon “wargueando” após as facadas, provavelmente perceberam que seria um spoiler muito grande para os livros e tiraram de ultima hora( ou o mais provavel o próprio Martin vetou), fora isso, já se tem fotos do ator no local onde está tendo a pré-produção. Duvido muito dele passando muito tempo no Ghost.

    • Jussara Pontes Jussara Pontes
      18 de junho de 2015    

      Mas eu li uma entrevista que o Kit deu dizendo que o jon não volta, ele está morto. Morto. Não acredito muito nisto. Não vi o último episódio. A HBO não abriu desta vez, ela sempre abre o 1º e último. Eu fui segunda correndo tentar
      achar alguma resenha ou comentário, mas o site estava fora. Mas eu nem vou ver pq vou morrer de chorar…Eu nunca gostei do Stannis. Mas eu queria q ele salvasse Sansa e matasse o Ramsay. Qdo ele vai morrer?????

  2. Ricardo Ricardo
    17 de junho de 2015    

    belo trabalho velhinho.

  3. Valéria Valéria
    17 de junho de 2015    

    Olá! Concordo com quase tudo que você disse. Mas acho até que a questão da Selyse se suicidando não foi tão fora do rumo que eles escolheram não, uma vez que resolveram falar que ela arrependeu. Inclusive fez mais sentido ela se arrepender após um tempo pra digerir do que na hora da fogueira lá, que realmente ficou mal feito, ela super tranquila “isso é o certo” e no milésimo de segundo depois, desesperar. De todas e tantas coisas sem noção da série, essa foi a que menos me incomodou.

    Ah, e acho que é possível que exista mais uma “não-morte”, a da Myrcella, porque se parar pra pensar não chegou a mostrar a morte, que dizer, teoricamente daria tempo do Jaime correr atrás do antídoto, sei lá. E ficou mal feito também que ela “morreu” com o barco ali do lado, o Jaime poderia controlar o capitão, dar meia-volta e correr atrás das minhocas da areia. Quero até ver como vão mostrar o depois dessa cena.

    O Olly TODO MUNDO já tava cansado de saber que ia fazer merda (e no caso de quem leu, exatamente qual merda), justamente pela incompetência dos produtores, que deixaram descarado isso pra gente, com os milhões de closes na cara de quem chupou limão do garoto. Igual você falou, mais um elemento mastigado pro espectador.

    Realmente, o Varys chegando lá dentro da pirâmide sem mais nem menos, conseguiu enganar o porteiro? Kkkkkk! Mas, como você falou, a gente meio que desculpa porque sabe que o personagem é foda, mas ainda assim ficou meio “solto” isso.

    Esperando pelo post-previsão da sexta temporada!
    Abraços!

  4. Igor Igor
    17 de junho de 2015    

    Com Jon Snow supostamente morto, como ficará a relação da Patrulha com os Selvagens na muralha?

    • Jussara Jussara
      18 de junho de 2015    

      Acho q vão morrer todos. Ou os selvagens mataram eles.

  5. João Pedro B Fontoura João Pedro B Fontoura
    17 de junho de 2015    

    Boas obervações como sempre. Foi confirmado pelos produtores que o Jon está morto, eles fizeram essa cena para não restar dúvidas, segundo eles, o Kit confirmou que não estará na próxima temporada (pode ser um despiste, eu sei, mas…), meu ponto é, você já analisou pelo prisma que ele esteja morto mesmo e ninguém ressuscite-o após o terceiro dia? Já imaginou que, tudo que vimos durante 50 episódios sobre o Jon foi em vão. Morreu por uma coisa tão boba, era melhor ele ter morrido em Durolar, pelo menos, seria algo mais real. Não gostei de como essa morte foi.

    • Anny Anny
      20 de junho de 2015    

      João, você leu os livros?
      Porque quem leu sabe que ele não morreu, aliás, Jon é tão importante quanto Daenerys.
      O motivo que me faz crer que a série vai seguir o mesmo rumo que o livro (porque claro que poderiam mudar) é justamente Melisandre voltando pra Muralha do nada, sem motivo algum, e tão rápido levando em consideração a distância de Winterfel até a Muralha. Até esse episódio eu temi, pensei que o fato dela ter ido com Stannis acabava com a esperança desse retorno, e então no início do episódio sou deliciada com sua chegada… além da foto dos olhos de Jon wargando, o sangue estava mais espalhao, mostrando assim que era sequência e que foi cortada.

  6. Sr. Lindsay Sr. Lindsay
    17 de junho de 2015    

    Bom dia Drunk! Parabéns pelo trabalho!

    Bom…. Essa temporada, particularmente, considerei a pior…

    Para mim, foi uma questão de expectativas. O 5º livro foi o que mais gostei, trouxe muitas novidades e revelações, a série deixou a desejar…

    Dorne para mim foi um problema de administração. Não entendo por que ter tantos custos com cenário, deslocar uma equipe de gravação até a Espanha, e etc., para não aproveitar nada do enredo do local.

    Não tivemos Quentin, Ariane, o “Plano Secular” da vingança de Doran…

    Assim, como você, eu estou aberto as novidades que a série trará, diferentes do livro. Mas não consigo entender porque gastar dinheiro com a construção tão bem feita do cenário e não ter história.

    Stanis foi outra decepção, o final não foi “digno” de tudo que ele lutou… Apesar da construção não carismática nas temporadas anteriores, e a ascensão e queda dele nesta temporada, para mim, ele foi um dos que mais lutou pelo trono, e teve um desfecho porcamente construído… Mas tudo bem com o Jovem Lobo, que era muito mais carismático, o fim foi ainda menos digno…

    Quanto a Brienne, e o que você mencionou sobre a dúvida de qual promessa cumprir, talvez Podrick que ficou para trás tenha visto a vela e correu para chama-la, e isto, somado a sua “busca pela honra cavaleira” e ao fato da condição deplorável de Stanis para ser abatido, tenha influenciado sua decisão de não mata-lo e ir atrás de Sansa… Talvez tenhamos esse núcleo na próxima temporada… Sansa, Podre, Brienne, Prodrick e Stanis… Será que rola alguma coisa entre Sansa e Podrick? Seria um piada engraçada para Tyrion fazer no final da Série…

    Indo para Meereen, o fato da Danny não ter sido encontrada pelo khalaasar junto a Drogon (como ocorre no livro), acho que muda a história que veremos… Enquanto o livro sugere que Daenerys voltará a liderar um khalaasar dotrhaki, pois eles seguem “a força” e encontram Daenerys montada em um dragão. A série parece correr para um caminho muito mais “vendável” comercialmente, com dois homens apaixonados (Dario e Jorah) indo em uma missão impossível de Salvar sua amada…

    Provavelmente Jorah morre ao final dessa missão, levando o perdão de sua rainha e talvez um beijo de despedida (que cena linda… As meninas vão adorar… kkkk).

    Por fim, quanto a Jon… Acho que sua teoria de 2012 é muito provável nos livros… Mas série vem construindo um caminho diferente.

    A ligação entre Jon e fantasma não vem sendo explorada (assim como Arya e Niméria)… Acho que se a série entrar com essa ligação agora só na sexta temporada, ficará muito forçado (não houve enredo para justificar)…

    Acho que a resposta para a “ressurreição” de Jon (se houver, e espero que sim), foi abordada em algumas temporadas atrás…

    Thoros de Mir, Beric Dondárion e o “beijo de fogo”… Quando eles se encontram com Melissandre, e ela captura Gendri, há um rápido diálogo entre Melissandre e Thoros, onde ele conta como seus poderes “sem nenhuma explicação” aumentaram, e ele simplesmente conseguiu dar o beijo de fogo. Acho que Melissandre fará o mesmo com Jon, e se for isso, estará muito mais contextualizado com a série.

    No mais, gostaria novamente de deixar meus elogios ao seu trabalho, sua escrita e interpretação, e espero sinceramente que o blog não fique parado com o fim da série e o não lançamento do sexto livro.

  7. Júlio Medeiros Júlio Medeiros
    17 de junho de 2015    

    To atrasado p trabalho, mas terminei de ler! Depois comentarei mais… Mas, por hora, quero registrar apenas que ao meu ver Jon Snow e Stannis Baratheons estão mortos. Concordo com a teoria sobre Jon Snow e penso que não mostraram Stannis ferido de forma definitiva por Brienne por um resquício de respeito ao personagem (coisa que não tiveram com ele nestes dois últimos episódios).

  8. Milton Milton
    17 de junho de 2015    

    Suas resenhas são tão boas quantos os livros, trabalho fantástico continue assim.

  9. Douglas Douglas
    17 de junho de 2015    

    Boa resenha, espero o próximo post sobre o que O Que Esperar da Sexta Temporada.

    Referente ao Stannis, realmente não faço a minima ideia se ele esta morto ou não. Ele pode estar vivo ainda, por que a Brienne se arrependeu depois que disse as palavras. Mas também pode ser apenas para não gastar dinheiro com efeitos.

    Jon e Melisandre, acredito que ele não morreu, no caso acredito na teoria que ele vai viver no lobo até a Melisandre ressuscitar o corpo dele e ele voltar. Mas tenho receio que talvez isso não aconteça.

    Mas se o Jon não voltar pelas mãos da Melisandre, qual o motivo de ela voltar para a muralha? apenas para pedir para o Davos ir procurar Rickon? Não seria mais fácil ele ter enviado Davos para o Porto Branco, como nós livros então? Por isso acredito que o Jon vai voltar, seria muita burrice dos produtores fazer esse cancho todo para apenas isso. Mas como vemos nessa temporada tudo pode acontecer.

    Gostei muito do Tyrion ir para o núcleo da Daenerys, acredito que ele vai ser o único a conseguir controlar a cidade, esse núcleo vai ter muita coisa para se esperar.

  10. Guilherme Fialho Guilherme Fialho
    17 de junho de 2015    

    duas questoes, o antidoto ainda esta no sangue do Bronn ? e Robert Strong seria um trocadilho de a montanha com a cabeça do Rei Robert ? hahahahahah

  11. Chev Chev
    17 de junho de 2015    

    ótimo post, e parabéns em geral pelo blog, ajudou muito na minha ansiedade pela espera do Doors of Stone e WoW.

    Quanto ao Snow, uma preocupação foi a entrevista do Kit Harrington, que jurou de pés juntos que ele está fora da série. Somado à isso, o Ator teve também presença atipicamente grande na mídia durante essa temporada (o que poderiam ser indícios de que ele está de saída, aproveitando as últimas oportunidades de “marketing”).

    Eu quero muito acreditar que Jon Snow vai ressurgir e apavorar geral com sua espada flamejante. I want to believe!

  12. Guilherme Guilherme
    17 de junho de 2015    

    Parabéns pela resenha Drunk, você deveria administrar um site sobre as Crônicas e GOT!

  13. Felipe Prusch Felipe Prusch
    17 de junho de 2015    

    Drunk,
    Primeiramente, parabéns pelo trabalho feito no Blog! Apoio sem dúvidas a profissionalização para que tu ganhe de alguma forma algum incentivo para continuar escrevendo e possa se estruturar melhor para tantos acessos. Tanto sucesso não é para pouco!

    Bom, sobre sua crítica:
    – Achei em alguns momentos levemente demasiada. Explico: Entendo perfeitamente todas suas opiniões sobre cada coisa e até concordo, mas ao mesmo tempo fico com aquela sensação de que a maioria das críticas negativas só ocorrem por causa da existência dos livros(claro). Os livros são tão bons, bem mais elaborados e coesos, que qualquer coisa que a série tente replicar irá sair não tão bem. SIM, poderia ser muito melhor sem tanto esforço, apenas com mais competência, de fato. Mas fico meio chateado em ver tantas críticas quando tivemos quase uma produção cinematográfica em plena TV, 10 + 40 hroas de GOT ao invés de alguns poucos filmes..

    Mas bem, concordo com sua crítica, e alguns pontos apenas sou mais ameno e tendo entender algumas escolhas. Confio na série, confio mais ainda no livro, e gosto de apreciar os dois tranquilamente, sem procurar todas falhas e erros que vejo gente fazendo listas enormes.

    Sobre sua crítica x episódio x minha opinião:

    Selyse: ok, foi estranho pois ela sempre se mostrou contra a filha e a favor da melisandre e mudou repentinamente.

    Fuga de Mel: Achei plausível. Mesmo com toda devoção dela por stannis, ele ignorou ela por ter matado sua filha, e logo depois vem a notícia da deserção. E, pela cara da Melisandre, parece que ela se deu conta que havia lido errado as chamas, e imediatamente, sabendo da derrota de stannis, vai pra onde o verdadeiro azor ahai está.

    Jon x Sam: Tudo OK. Apenas que acho que deveria o Jon ter dado a ordem para tal. O próprio SAM dando a idéia ficou estranho, fez o Jon perder uma oportunidade de demonstrar poder, liderança e decisão, já armando estratégias para a futura batalha contra os outros e mexendo as peças. Mas ele ficou mais como um cara sem muita firmeza nesta parte.

    Sansa: Tudo OK!

    Brienne: realmente, ela começou bem na temporada na perseguição a Sansa. E estagnou nessa posição, muito ruim. Poderia ela e Pod ter entrado em Winterfell disfarçado de alguma forma, se infiltrado no exército dos Boltons, e quem sabe matar stannis no meio da batalha servindo(em falso) ao bolton. Ficaria mais plausível. E ao mesmo tempo, ela poderia após isto ajudar sansa na fuga(já combinada previamente de que sansa iria pular e ir até certo local).

    Batalha: Óbvio que todos gostariam de de ver uma batalha. Mas sinceramente? Fiquei mais que satisfeito! Achei que não teria era nada! Vi o video do senhor dos aneis e adoro estas cenas áreas de uma batalha, vendo a organização dos exércitos, o exército do stannis uma parte tentando fazer formação e outra fugindo.. fiquei extasiado. Claro, cortaram logo para o fim da cena.

    Stannis: É sempre triste ver um ´personagem morrer, ainda mais tão expressivo e forte como stannis. Mas gostei da forma como ele foi caracterizado na série e de seu fim. Explico: Ele começou sempre meio sem sal, sem convicção. Porém, com muito foco. Foi crescendo ao lado de Melisandre, e cedendo a magia dela para ganhar as batalhas e avançar. Desde quando chegou para ajudar Jon na batalha, foi ganhando carisma e devotos, porém ele continuou usando do artifício da magia, e culminou com a queima da sua filha, e como tyrion falou, um líder que mata seus devotos não inspira devoção. Perdeu soldados, perdeu cavalos. Mesmo assim ele seguiu sendo Stannis e foi até o fim em sua convicção mesmo que resultasse em sua morte. E resultou. Ele perdeu sua família, seu exército, melisandre, nada restou, ele descobriu que não era o herói. Não tem porque ele seguir vivo mais. E então, ele morreu nas mãos de Brienne, nada mais justo, para ela finalmente cumprir a primeira promessa com sua cumpridora de promessas. (Sobre o fato, preferia que ela chegasse até ele de outra forma mais convicente como falado antes). Acho que ela o matou sim.

    Sansa e Fedor: Ok!

    Arya: Também achei forçado essa transformação do Meryl Trant em monstro em apenas dois episódios. Ele era apenas um soldado arrogante e ruim, mas quiseram aumentar e muito sua ruindade para poder justificar o assassinato de Arya. Não precisava, o fato de ter matado Syrio bastava para Arya. Mas foi legal, e o que ocorreu a seguir também foi bacana. Só não gostei de ter visto duas caras de Jaqen, e Arya vendo sua própria face. Achei que isso fugiu da “realidade” do livro, em que as faces são usadas, seria impossível ter mais de uma. Pareceu magia, ficou meio forçado.

    Essos: Apesar da estranheza como Tyrion, em poucos episódios já está postulado a administrar Meeren, foi bacana. Preferia que Torco Nudo assumisse de imediato e Tyrion ganhasse sua confiança. Torco Nudo nem sabe quem tyrion é. Mas beleza, a Daenerys lhe deu confiança antes de partir, e ele é alguém importante que provou seu valor de certa forma. Será muito interessante.

    Dany: Curti a interação dela com Drogon preguiçoso que me lembrou o Charizard hahahaha e gostei da chegada dos Dohtraki, bem selvagem. Um exército gigante. Isso me fez lembrar o lance de “voltar ao começo para seguir adiante” ou algo assim, conforme profecia. Até achei que você iria citar isto!

    Cersei: Impecável. Quase nada a declarar. Fiquei pasmo ao saber que quase todas cenas são na verdade um corpo dublê e apenas o rosto da cersei inserido digitalmente, ficou muito bom(algumas pessoas viram isto de cara, são muito detalhistas pqp! ahaahha). E a cena final de todos esperando ela da um ar de que coisas grandiosas podem ocorrer.

    Jon: Gostei de imaginar Davos como novo conselheiro de Jon Snow. Sem stannis e sem ninguém, Davos teria duas opções: volta pra sua família, ou Jon passar a sensação de urgência da guerra contra os outros, e Davos se juntar ao Jon Snow para lhe ajudar, seja buscando Rickon, seja lhe acompanhando e ajudando. Acho que a segunda opção é mais óbvia.

    Melisandre na muralha: Ela claramente está derrotada mesmo, e devia ser assim. Ela viu tudo errado nas chamas, e tem de estar envergonhada. Porém, ela tem a chance de se redimir voltando Jon a vida. Não sei qual seria seu futuro, se ela iria ficar ao lado de Jon em possíveis batalhas, se ela iria pra outro lugar, ou se morreria. Pode ter até esta opção também. Mas acho que ela segue ao lado de Jon.

    Jon Snow: Jon le algumas cartas, coisa que Sam faria, porém senti falta de mostrarem que eram as ameaças de Ramsay. Seria uma rivalidade boa Ramsay x Jon snow, que iria vingar os abusos que ele fez a sansa e a winterfell. Seria lindo de ver Jon Snow com selvagens e patrulha tomando winterfell.

    A traição, alguns acharam boba, outros gostaram. Eu gostei, foi algo pequeno, na calada da noite, até bobo. Jon snow acabou em uma bobisse. Senti falta de: garra longa, que poderia lhe ajudar, e do Fantasma, além de claro do olho de warg que me fez ficar incrédulo que não aconteceu.
    Fiquei preocupado com a morte definitiva dele ainda mais depois de tantas declarações e etc, os produtores não podem ignorar uma escrita toda baseado em cima dele. Esta temporada foi citado muito Rhaegar e Lyanna, Sam falando que Jon sempre volta, a batalha dele contra o White Walker e aquela encarada, Sam indo virar meistre e Melisandre na muralha. Ele vai voltar, mas talvez fique a próxima temporada fora mesmo.

    Desculpa falar tanto, mas este episódio foi louco!
    A temporada teve erros e acertos, começou bem, ficou sonelenta e a partir de The Gift foi muito boa mesmo com seus erros. Eu soube aprecia-la.

    Resta agora esperar o livro que sai antes da próxima temporada!

  14. rafael rafael
    17 de junho de 2015    

    caramba, quantas criticas negativas! me admira que vc ainda assista a serie, ehehe.

    mas tem alguns pontos muito interessantes, e o numero de acessos prova que sua opiniao é muito bem vista entre os fãs, parabens!

  15. Carolina Niedersberg Carolina Niedersberg
    17 de junho de 2015    

    Esse blog é sensacional. Confesso que passei o dia todo tentando entrar aqui na segunda feira e nada! Acabei lendo a teoria sobre Jon novamente… rsrsrsrs… Bom, eu fiquei bem decepcionada com essa temporada, principalmente por não ver Bran. Quanto a morte de Jon, achei que a Melisandre poderia ressuscitar ele, já que está na muralha, da mesma forma que Thoros de Myr ressuscitou Berric Dondarrion tantas vezes… mas depois, li uma reportagem do ator que faz o Jon Snow, e ele diz que não volta mais a gravar… então fiquei confusa… Mas ver Jon Snow na pele de Fantasma também seria incrível. Inclusive, faria sentido, pois esses dias Fantasma apareceu defendendo Sam e Goiva, imaginei que eles tivessem colocado isso só para mostrar que Fantasma ainda está ali, tipo, não se esqueçam dele… mas tudo isso só saberemos ano que vem, infelizmente… bom, aguardo ansiosa pelo post sobre o que esperar da sexta temporada… rsrsrsrs… até!!!

  16. Marcus Marcus
    17 de junho de 2015    

    Pq vc acha que o livro sai em outubro desse ano?
    eu acho que sai em janeiro ou feveiro do ano que vem

  17. Ivan Ivan
    17 de junho de 2015    

    Entendo a pressa em fazer as resenhas, mas os erros de concordância e gramaticais estão chatos já. Mais zelo pfvr

    • 17 de junho de 2015    

      Olá. Realmente eu corro para entregar a resenha e erros são inevitáveis. Porém, não encontrei tantos erros de concordância e gramaticais que possam deixar a leitura tão chata assim. De qualquer forma, vou dar uma olhada melhor no próximo post.
      E zelo eu tenho com meu blog, isso é algo que nunca abri não.
      Abraço

  18. Leo Leo
    17 de junho de 2015    

    Bom, por mais que eu leia as teorias do Jon e de Azor Ahai, acho muito pouco provável que ele seja, muito pelo contrário.

    Na minha opinião, assim como Benerro (Alto Sacerdote de R’hllor), Aemon e Rhaegar preveem, Dany é Azor Ahai renascida. Não creio que seja a hora desse guerreiro ressurgir, portanto a morte de Jon Snow vai ter outro significado. Acredito que Moqorro vá chegar à Daenerys e que de alguma forma, Dany vai para Asshai. É inevitável que ela vá para lá aprender sobre magia. Como a própria Quaithe fala pra ela, “para ir para o leste, deve-se ir para oeste. Para ir para o norte, deve-se ir para o sul”. O sul é a escuridão das terras das sombras de Asshai, onde lá se encontra a verdade e de lá se tem mais conhecimento sobre Azor Ahai (a profecia que se tem conhecimento foi concebida lá). Além disso, acredito que Azor Ahai seja mais uma metáfora do que um super guerreiro lendário. A espada mágica capaz de matar os outros é aço valiriano, como se vê Jon Snow usando para matar o outro. E aço valiriano é uma espada dobrada à fogo de dragão, assim como a obsidiana que Sam usou. Faz mais sentido, pois, que Aegon seja o verdadeiro e vá ser o rei (pois na visão de Dany nos templos dos imortais percebe-se claramente que haveriam dois Targeryan, e um estaria destinado às crônicas do gelo e do fogo), e Dany vá representar a figura de “Azor Ahai”.

    Por outro lado, Jon estaria destinado a ser nada mais e nada menos que o Rei da Noite. Sabe-se que este advém dos Starks, que era um comandante da patrulha da noite… E se parar pra pensar, beleza! A Melisandre ressuscita ele… E ele vai pra onde? Acho muito clichê que ele fique sob feitiço e pareça outra pessoa. No Sul ele pode ser considerado um desertor, filho de traidor e etc., não tendo ponto lugar lá. Ao norte, com a carta de Ramsay, ele também não prosperaria por lá. E na muralha, literalmente mataram o bastardo. E como Thoros de Myr uma vez falou ao ressuscitar Beric, uma vez que a pessoa é ressuscitada, ela meio que troca de espírito. Beric era um lorde respeitado que vira um fora da lei, assim como Catelyn vira um espírito vingativo e cruel. Portanto Jon não voltará a ser o mesmo, e como não existe clichê nos livros (diferente da série), poderia fazer mais sentido que “As crônicas de gelo e fogo” não se trate de um romance, mas sim uma divisão de núcleos, pois, pegando-se Jon, de um lado, e Dany de outro, dividiria a opinião do leitor em duas faces de uma moeda, o que seria espetacular.

    Quanto à queda do primeiro Rei da Noite, sabe-se que o rei do norte Stark o derrubou. Acredito que possa vir a ser Bran, mas acredito mais fortemente que Bran não vai ser esse Stark, mas sim Rickon. Enquanto Bran vai desenvolver a magia no norte e assim, dar suporte nesse aspecto, faz mais sentido que Rickon seja o Lorde de Winterfell. Já o selvagem creio que seja a figura de Tormund ou algum selvagem que ainda não se conhece.

  19. Tati Tati
    17 de junho de 2015    

    Acho que para uma série que não tem medo de chocar com suas mortes, vide os Starks + bastardo, não mostrar a morte de Stannis é algo a se pensar, já que até Renly teve sua morte mostrada. E eu senti que Brienne deu uma vacilada quando Stannis concordou que ela deveria mesmo cumprir sua promessa. Talvez Stannis realmente tenha morrido. Talvez a cena tenha sido editada dessa forma, porque até os produtores não sabem o que acontece com Stannis, já que nos livros só temos menções nada confiáveis de sua morte. Mas eu também acredito que ele não morreu, mas ao mesmo tempo não consigo visualizar seu caminho na série. Ele não tem mais exército, não tem mais família, não tem mais chances de chegar ao trono de ferro…
    Bom, temos de aguardar a sexta temporada para ter nossa resposta.

  20. 17 de junho de 2015    

    Já vou começar do que eu ví.
    Tentei dar print no celular mas ficou escuro, mas tenho certeza que o olho do Jon ficou mais claro antes da pupila dilatar. Como não foi desenvolvido a harmonia dele com Fantasma, acho que vai ser na base do mais ou menos. Melisandre chega ela num ta vivo nem morto, e depois mostra o Fantasma sendo meio Jon meio Fantasma. Como até o 9 não havia indícios de Melisandre na muralha, até comentei sobre isso, cheguei a pensa em Thoros aparecer por lá, já que ele estava com Ned e Robert na tomada do trono, talvez, digo talvez pois ja houve algumas sugestões da descendência de Jon, talvez colocassem Thoros como conhecedor do esquema. Mas com Melisandre na Muralha, a coisa muda.
    Eu sinceramente não curti essa temporada, Stannis foi ridículo, e espero que tenha morrido sim, a cena da Brienne descendo a oathkeeper foi muito forte e já corta pro Ramsay matando um soldado, foi uma sequencia pra mim.
    Dorne, foi “rorozo”, imaginava que depois que Jaime e sua turma fossem embora, Duran iria dar uma “comida de rabo” nas Serpentes: Vocês são retardadas? Coloquei meu filho no conselho do Rei e casado com a herdeira, se algo acontece com Tommen, meu filho será rei… Mas não, rolou veneninho e bye bye Myrcela, e Duran não viu nada. Sansa e Theon acho que só cai num amontoado de neve e pronto, estão livres. Sobre Arya e Jaqen, temos que ver que o recurso visual pode explicar muito mais do que algumas páginas, ele tomando o veneno, morrendo e estando do lado, dizendo que quem morreu foi ninguém, Arya tirando rostos, definitivamente deixou claro o que é muitas faces e que não é ninguém, pois é qq um. Achei bem legal o recurso.
    Eu sinto falta do mãos frias, sinto mesmo até pelo ar de magia que envolve a muralha que na série não foi abordado. Se mãos frias também é como os Caminhantes e mesmo assim é “do bem”, poderia ter outra saída pro jon e até mesmo do tio dele.
    No final, correram pra deixar as coisas mais ou menos como nos livros, e imagino que a teoria do Drunkwookie sobre o lançamento do livro por agora seja bem plausível, principalmente como mkt e fábrica de dinheiro. A parcela de quem vê a série e lê o livro é pequena, quem leu os livros assiste a séria, acho que isso ajudaria a fazer a parcela de quem assiste a série e lê os livros aumentar drasticamente, mas teria que ser no máximo até setembro. Senão esfriam os ânimos.
    Ah, nem sei se faz muito sentido o que to falando, então vou parar por aqui mesmo.

    Muito bom esse blog, se quiser profissionalizar, me fala que posso te ajudar no que fazer.

    • 18 de junho de 2015    

      Obrigado, Luciano. Estou me acertando por aqui, e precisando de ajuda vou pedir socrro sim hahahaha Obrigado.
      Sobre os olhos do jon… Não vi mudança. Porém, se mudou, não foi algo relacionado ao fantasma. Bran e Orell ficaram com os olhos brancos ao acessar suas criaturas.

  21. Andre pacheco Andre pacheco
    17 de junho de 2015    

    Boa tarde,

    Concordo com quase tudo que você disse. Mas no caso da Selyse acho que os produtores quiseram mostrar o amor de mãe. Por mais que que em alguns momentos ela tratasse mal a princesa, ela era a mãe dela e existia, mesmo que obscuro, o amor maternal. Isso fica exposto no momento da fogueira no qual ela se arrepende e um soldado a segura. O enforcamento foi o ápice do arrependimento. De fato só quem é mãe pode falar desse amor. Agora, certamente acho que isso tudo foi feito para cortar a atriz do elenco. Do tipo: “Agora não precisamos mais de você”

  22. Neto Bauer Neto Bauer
    17 de junho de 2015    

    Eita, Bateu saudade, saudade dos livros, saudades da serie…. eita nós…

  23. Susie Susie
    17 de junho de 2015    

    O episódio das Não-Morte… diz tudo!

    Mesmo já sabendo, eu me emocionei bastante com as expressões do encontro final Olly e Jon.

    Não achei ruim o epi. Não foi maravilhoso, mas não foi ruim.

    A mágica da Melissandre funcionou e fez o gelo regredir? Uhnnn há controvérsias. Foi a mágica das sanguessugas que levou os reis à morte? Uhnnnn… Naa… não sei, heim?!

    (^o^)/ Uhu…. o saca-rolhas serviu para algo!!!! kkkkkk Mas eu preferia vê-lo na Jugular do Ramsey!

    Sobre o pulo da Anna e do Kristoff do penhasco da fortaleza da Elsa, eu achei que foi lindo!!!! Achei que a expressão facial do Theon trazia a sua própria libertação de uma prisão intelectual que o feria e castigava diariamente e a presença de Sansa em Winterfell trouxe o resgate à vida de um Theon adormecido dentro de si, que assumiu uma nova personalidade de Fedor, tomado pela falta de perspectivas de escapar daquilo. Sansa trouxe esperança para Theon. Cara, aquilo foi lindo. Ele a salvou da remelentinha lá, mas acima disso, ambos se salvaram juntos com o pulo na neve.

    Amei o castigo da Arya assassina. Achei que ficou ótimo nessa ordem.

    E amei sua observação acerca da possibilidade de Meryl Trant ter sido impedido de responder sobre o Syrio… (eu tenho esperanças)

    Sobre a possível morte de Jon, nenhum corte de cabelo ou entrevista veemente me convencem. Se for por isso, também já li reportagens que dizem que alguns membros do elenco, (incluindo Kit) tem contrato até a 7ª temporada, inclusive com salários altíssimos. Óbvio que ele vai negar até a morte (do ator). Precisam pelo menos tentar garantir algum suspense. Eu não consigo crer na morte de Jon nem nos livros nem no show. Lá em 2012, seu post já fechou todas as pontas soltas, na minha opinião. É bem provável que seja basicamente aquilo mesmo.

    Agora, mais um tempão de espera…

    E como esperar pelo Martin não dá, até lá, vamos nos entretendo com as outras resenhas. 😉

    Beijooo

  24. Isabela Isabela
    17 de junho de 2015    

    Olá Drunk e galera dos comentários !
    Boa tarde!

    Achei que essa temporada ficou muito falha, eles acharam que acrescentar muita estória, pelo pressuposto de que quem não leu os livros não entenderia… Não adiantou nada!
    Dorne prefiro nem falar.
    Ali no que você disse da Melisandre ver o Rickon nas chamas, e enviar Davos atrás dele… eu sei lá, ele já não confiava nela, não gostava dela, por que iria acreditar e seguir ela agora? Mais fácil ele dar um esfrega nela!
    Achei bem falha a parte da morte de Jon, não seria mais realista se eles simplesmente o tivessem deixado do lado norte da muralha com todos os selvagens!?
    Por que matar ele agora e ter que administrar todos os selvagens e um gigante sem o elo Jon Snow?
    Achei isso muita burrice, e até meu marido que não leu os livros se atentou a isso e outros fatos que ficaram mal contados. Ele me disse: “Ué, eles mataram o garoto? Eles eram só uns 50, e morreram mais em hardhome, devem ser uns 40 e poucos se tiverem sorte, o que vai fazer sem o Jon? Tentar matar todos?”
    Sabemos que no livro o Jon quer sair fora, ir salvar a ‘Arya’, os patrulheiros já estão descontentes com as atitudes dele e se revoltam com essa decisão de abandonar a muralha por questões pessoais
    Drunk, você acha que existe a possibilidade do Jon voltar em outro corpo, mudar o ator ou algo assim? Explicaria a entrevista do Kit. Acho que ficaria bem ruim, mesmo não gostando muito da atuação dele, mas é uma possibilidade né!? Seria muito Spoiler ver ele nos sets…

    E desculpa por fazer parte de quem ajudou a derrubar o site. rs
    Desde domingo à noite espio o site 3x ao dia pra ver se tem algo novo!

  25. Cláudio Cláudio
    17 de junho de 2015    

    Uma dúvida.

    Creio que o livro 6 deve sair até o final do ano, pelo menos em inglês. Quanto tempo para fazer a tradução?

  26. Cláudio Cláudio
    17 de junho de 2015    

    Parabéns pelo blog!

    Tem sido melhor ler aqui do que assistir a série.

    Drunk, uma pergunta: Creio que o livro 6 deve sair até o final do ano, pelo menos em inglês. Quanto tempo você acha que demoram para fazer a tradução?

  27. João Pedro Rodrigues João Pedro Rodrigues
    17 de junho de 2015    

    Olá Drunk gostei muito da resenha(como sempre).
    Depois de ver o episodio duas vezes reli alguns capitulos que falam sobre Thoros e sobre os poderes dos sacerdotes vermelhos e vi que Thoros ressuscitou Beric acidentalmente e acabei bolando uma teoria sobre o que acontecera com Jon. Vi muita gente dizendo que ele nao morreu e que teria esse tempo para aprender o dom de warg e seria ressuscitado pela Melissandre ou outras que diziam que ele morreu e que viveria sua segunda vida na pele de Fantasma, como eu nao me conformava com isso pensei em bolar uma que juntava essas duas, a teoria é a seguinte:
    Jon morreu, assim como na serie e vai ser no livro, ele vivera sua segunda vida na pele de fantasma.
    Melissandre tentara ressuscitar ele ou fara os ritos funerarios dos sacerdotes(assim como Thoros) e acidentalmente ressuscitara Jon, dai vem a questão de ele não voltar o mesmo, pois Beric diz que quando se volta só uma parte vem junto e que você deixa de ser você mesmo, mas Jon não teve o real contato com a morte diferente de Cat e Beric, Porque ele estava vivendo dentro de Fantasma, então simplesmente o que melissandre faria seria colocar a alma de jon de novo em seu corpo e como e como ele voltaria inteiro seria o mesmo Jon que conhecemos a diferença seria que dessa vez ele “you know everything” e talvez ele tenha algum contado com Bran. Agora so resta esperar.

  28. Daniel Daniel
    17 de junho de 2015    

    No final do episódio tive a percepção de que o sacrifício da Shireen não foi para servir ao Stannis, mas sim para ter poder o sangue real suficiente para ajudar de algum modo o Jon.
    Penso que ela já estava arquitetando isso há algum tempo e manipulando o Stannis nesse sentido. Veja que antes de abandonar o acampamento, ela ainda afirma que o Stannis ganharia a batalha (qual o propósito de ela fazer isso e fugir logo em seguida)…
    A cara de derrota ao chegar em Castle Black, também acho que faz parte da dissimulação da personagem, que confirma todas as mortes sem dar qualquer detalhe e mesmo sem saber faticamente se o Stannis realmente havia morrido.
    O que vocês acham? Viajei na maionese?

    • Jussara Jussara
      18 de junho de 2015    

      Achei interessante seu ponto de vista.

  29. Isis Mandrekhan Isis Mandrekhan
    17 de junho de 2015    

    Drunk, obrigada por mais uma resenha para acalmar nossas almas rsrs

    Acho que Stannis não morreu, apesar de ter desejado isso com muita força. Acho que Brienne pode ter balançado quando encontrou um Stannis ferido e consciente do que fez e principalmente ter se submetido a “justiça” de Brienne tão corajosamente.

    Pensando pelo lado da história, agora que acabou essa temporada, quem poderia ser o general que lideraria um novo exército contra o rei bastardo? Não consigo pensar em ninguém a não ser Stannis. Se ele realmente se foi, eles terão que pensar em um novo líder militar. Acredito que Stannis tenha aprendido a lição e que tenha aprendido também quando parar!

    A magia funcionou, mas a magia não contava com o livre arbítrio do exército de Stannis. E eles fizeram jus aos seus.

    Alguém nos comentários disse q ela servia fielmente a Stannis; não, ela não servia Stannis. Ela sempre serviu o Deus da Luz e ela deixou isso bem claro nessa mesma temporada enquanto estavam na muralha. Era o óbvio a derrota de Stannis e foi embora. O que mais ela faria ali? Ela precisava continuar com a sua missão e então voltou para a muralha e tenho certeza que Jon precisará dela. Não é a toa que ela voltou e Mel não faz nada a toa.

    Sobre Jon, já que o próprio intérprete afirma veemente que não volta a gravar na próxima temporada, acredito que ele ficará sob os cuidados de Mel e Davos em algum lugar e que não teremos notícias deles até a próxima temporada ou pelo menos até o final da 6ª. Assim como aconteceu com Bran e Rickon.

    Para algum lugar o corpo de Jon será levado, já que é claro que lá na muralha ele não poderá ficar. Até Jon voltar, não tenho idéia como ficarão os selvagens. Lembrando que eles são em número bem maior aos patrulheiros da muralha. Terras foram dadas a eles para cultivarem, em troca eles lutariam contra os WW quando fosse a hora. Penso que haverá muita tensão entre os corvos e os selvagens, mas para um conflito direto, seria burrice dos corvos.

    Ainda tenho o desejo de ver Thorne se ferrar muito na próxima temporada, juntamente com aquele moleque Olly que precisa de umas boas cintadas, isso sim.

    A respeito de Cersei, vibrei com a punição dela!! SHAME!! PLIN PLIN!! SHAME!!

    kkkk

    Tô louca pra ver ela botando abaixo aquele bando de fanático! Começando pela septã rsrs
    Será que agora ela pensa duas vezes e ajuda Margie e o irmão?

    Dorne, no comments. Espero realmente que Myrcella tenha morrido. Comentei aqui na resenha anterior que não tinha acreditado na Ellara, percebi falsidade nela na conversa com Jaime. Dito e feito.

    Daenerys com os Dohtraki novamente… Tyrion governando Mereen… muita coisa boa para a nova temporada. Não vejo a hora.

    Arya! Adorei a cena dela se vingando. A força, o sangue-frio, ela tem aprendido muito em seu treinamento. Porém, perdeu o foco totalmente quando deixou de cumprir a tarefa principal para se vingar. E acho que ela fará sempre que tiver a oportunidade, afinal foi apenas para cumprir sua vingança que ela se juntou ao Jaqen. Apenas uma coisa que fiquei bem confusa: na terceira temporada quando ela se despede de Jaqen e ganha a moeda “passagem” para Braavos, ele diz a ela que “ela tem uma lista longa de nomes que interessa ao Deus da morte”. Alguém se lembra disso?? Sugiro dar uma olhada nesse capítulo, é claro lá o que ele diz. Entendi perfeitamente o motivo do castigo, mas não entendi porque a lista dela não serve para o Deus da morte, já que ela foi convidada a se juntar a eles por causa dessa lista. Bem, enfim, pode ser que seja pelo fato de ela ainda não estar pronta.

    Sansa e Theon. Pleaaase, gostaria muito de saber o que aconteceu a Theon nos livros quando ele pula. Há algum texto seu no blog para eu ler a respeito?? A altura que eles pulam é bem alta… ficariam no mínimo bem machucados, mesmo tendo mais de um metro de gelo no chão.

    Bem, agora é esperar ano que vem. Que tristeza… nem o livro tem, apesar de ter prometido a mim mesma que lerei após a serie para não me revoltar como tem acontecido com muitos.

    Não nos deixe sem notícias e teorias até ano que vem Drunk, aqui será um dos poucos lugares que poderemos vir desanuviar nossas lamentações por tanto tempo de espera.

    Parabéns por tudo, pelos textos, pela page no face, e não dê bola aos invejosos! Porque já percebi em uma página GOT depressão do face uma certa pontinha de recalque de um povo aí rsss

    Sucesso!
    Abraço!

  30. Anna Soares Anna Soares
    17 de junho de 2015    

    Olá Drunk!

    Boa a sua resenha, mas não concordo com você em alguns pontos.

    Stannis:
    A situação do Stannis me lembrou muito outra magia de sangue qua aconteceu na primeira temporada: quando a Dany tentou salvar o Khal Drogo. Sabíamos, mas não lembrávamos que a magia de sangue pode funcionar – O Khal sobreviveu; a neve derreteu – mas tem um preço caro. A Dany perdeu o bebê, Stannis matou sua filha e a esposa, que não podemos chamá-la de companheira, se matou. Além disso, para o Baratheon foi pior porque seu exército, que já estava passando por adversidades ficou com ainda mais medo e por óbvio teve deserção.
    Gostei na batalha de ver uma parte do exército correndo quando avistaram a cavalaria dos Bolton. Mais para o final, quando vemos Stannis machucado, ele está no bosque/floresta. Entendi que todos eles tentaram bater em retirada ou fugir para a floresta para tentar se salvar até o rei (!).
    Brienne
    O maior clichê da história de GoT foi Sansa conseguir acender a vela segundos depois que Brienne virasse de costas. Foi lamentável essa escolha do diretor.
    Acredito que Brienne executou Stannis. Ela seguiu inclusive o costume do Norte, já que o sentenciou pelo crime de fratricídio e depois mostra ela com a pagadora de promessas executando o movimento. Relembrando o título do episódio, Mother’s Mercy, foi até melhor para o Stannis que ele tenha sido executado! Se caísse nas mãos dos Bolton com certeza ele seria esfolado. Ainda serviria de “propaganda” para eles, já que com o Norte não se brinca, que eles são os verdadeiros defensores do Norte.
    Agora que Brienne cumpriu sua promessa de vingar o Renly, ela pode partir para a promessa de proteger as filhas de Catelyn e se dedicar integralmente a ela. Por isso acho que na temporada que vem será Brienne que achará Theon/Fedor e Sansa.

    Sansa:
    Descobrimos o uso do saca-rolhas!!! Foi um ótimo momento para ela procurar ajuda, o Ramsay estava entretido com a batalha. Não contava, entretanto, com a amante do seu marido. Essa cena me deixou tensa. Achei que foi um ótimo gancho para a fuga da Sansa e do Theon.
    Sobre a Sansa tenho mais uma observação a fazer, que não está no contexto deste episódio, mas há muito queria compartilhar. Quando ela começou a ficar muito tempo com o Mindinho, todos nós achamos que ela ia virar uma grande jogadora do Jogo dos Tronos rapidamente. Eu me incluo nessas pessoas. Entretanto, fomos contaminados pelo espírito Disney em que tudo dá certo, mas aqui estamos em Game of Thrones, onde quase nada sai como a gente deseja que fosse. Os personagens de GRRM são bem construídos. No início da séria temos uma menina romântica, que se “apaixona a primeira vista” pelo princípe herdeiro dos Sete Reinos. Ela inclusive deixou de defender a irmã e o Mycah (menino que estava lutando com ela) para defender o seu “verdadeiro e único amor”. Ao longo das temporadas vemos Sansa recebendo doses de realidade: descobre que o princípe herdeiro é um monstro, que deu perdão ao seu pai e depois o mandou para a morte; teve que aguentar vários tipos de humilhação de Joffrey; foi obrigada a se casar com o Duende. Com o Duende, ela encontrou um moço muito “respeitador”. Apesar da aparência o Tyrion não impôs a consumação do casamento, ele foi o cavalheiro – pelo menos no comportamento – que a menina Sansa sempre sonhou. Não vou estender muito na história falando dos momentos no Vale. Ao casar com Ramsay e Mindinho ir embora antes do casamento, Sansa se viu desprotegida. Ela não poderia fazer uma grande jogada naquela momento. Não tinha condições psicológicas nem físicas muito menos um apoio sério com quem ela sabia que poderia contar. A jogada da Sansa foi, na medida do possível, não se deteriorar igual acabou acontecendo com Theon. Lembrando que o Roose Bolton é um jogador! A jogada dele foi o Casamento Vermelho e consequentemente tornar-se o Protetor do Norte.

    Melisandre:
    No quadro dela que ilustra esse post, acho que você capitou o exato momento em que ela percebe que não era Stannis que ela via nas chamas. A chegada dela na Muralha, ela bem cabisbaixa me deixou intrigada: ela estava duvidando dos poderes de R’hollor? Ou será que ela estava duvidando de sua capacidade como sacerdotisa de R’hollor. Acho que esse pode ser o gancho para reviver o Jon. Pelo beijo de fogo no Jon, ela vai reencontrar o poder de R’hollor.

    Jon: foi o esperado. Aguardo e espero que a teoria sobre Azor Ahai esteja certa.

    Sam: ir para Vilhavelha é o gancho para encontrar o pai Tarly. É um mimimi de quem leu o livro, mas qdo li achei super interessante o Sam não se oferecer e gostar da ideia de pronto virar um Meistre. Ele ainda tem, no livro, um certo orgulho Tarly de ser. Mas não fez mal para o personagem gostar de ser Meistre.

    Arya: nada a acrescentar. Gostei que ela fica cega. Ela estava se achando muito esperta e muito bem treinada. Ela vai aprender a perceber melhor o mundo. Pode ser o gancho para que ela tenha interação com Nimerya, já que ela vai perder um pouco de sua força. Aqui entra a teoria que quanto mais fragilizado é um Stark maior é manifestado seu dom de Warg. Nesse ponto, entra a conexão entre Jon e Fantasma.

    Cersei: a leoa foi MUITO humilhada. Juntando o lema da casa Lannister (ouça-me rugir) com o lema não oficial (um Lannister sempre paga suas dívidas) podemos esperar ao menos uma tentativa de grande vingança contra a Fé dos Sete. Isso se ela conseguir recuperar seu orgulho ferido e a Casa Lannister continuar com prestígio para “controlar” o reino. Lembrei agora que, como acho que Stannis está morto, só temos outra pretendente ao Trono de Ferro que é a Dany.

    Dany: ela encontrou um khalasar enorme. Não consigo nem imaginar o que eles poderão fazer com ela, uma khalessi sem seu khal. Não consigo fazer suposições nesse tema.

    Ficou bem grande, mas fim de temporada me botou pra pensar.

    Mais uma vez, Drunk, elogio seu blog. Já indiquei pra alguns amigos e ajudei o blog a cair! Domingo a noite entrei para assinar a newsletter. Não queria perder um segundo dessa resenha! Parabéns!

  31. Gabriela Gabriela
    17 de junho de 2015    

    Acompanho o site há mais de um ano;
    E posso dizer seguramente que é a melhor fonte em português sobre GOT.
    É nítido o cuidado que têm em apresentar as teorias, as evidências que as comprovam.
    Ressalto também o zelo de evidenciar que vai discorrer sobre fatos diferentes em momentos diferentes; numa trama tão cheia de detalhes, isso é fundamental.
    Parabéns aos editores do site, pelo tempo dedicado e pelo material produzido: realmente, foi muito mais fácil de me ambientar com a história de ASOIAF.
    Continuem assim! Aguardo as próximas resenhas e posts!

  32. Eduardo Castro Eduardo Castro
    17 de junho de 2015    

    Quando o Stannis foi para a batalha e puxou a sua espada, ela não deveria estar em chamas ?? Também no momento em que mostra que ele abate dois soldados as chamas da espada não deveriam aparecer ?? Erro da série esse detalhe ?? Eu tinha entendido que a espada dele tinha luz porém não tinha calor…

    • 18 de junho de 2015    

      Aho que a série não se apegou na espada de fogo de Stannis. Por isso ela não estava em chamas na batalha.

  33. Tadeu Tadeu
    17 de junho de 2015    

    Stannis usou a magia para matar o próprio irmão para tentar conseguir o trono. E agora matou a filha com o mesmo objetivo. Ele mataria qualquer um pelo poder. No livro ele só não matou um filho bastardo (ou sobrinho bastardo) por que o Cavaleiro das Cebolas colocou o mesmo em um navio.

  34. João Pedro Rodrigues João Pedro Rodrigues
    17 de junho de 2015    

    Olá Drunk gostei muito da resenha(como sempre).
    Depois de ver o episodio duas vezes reli alguns capitulos que falam sobre Thoros e sobre os poderes dos sacerdotes vermelhos e vi que Thoros ressuscitou Beric acidentalmente e acabei bolando uma teoria sobre o que acontecera com Jon. Vi muita gente dizendo que ele nao morreu e que teria esse tempo para aprender o dom de warg e seria ressuscitado pela Melissandre ou outras que diziam que ele morreu e que viveria sua segunda vida na pele de Fantasma, como eu nao me conformava com isso pensei em bolar uma que juntava essas duas, a teoria é a seguinte:
    Jon morreu, assim como na serie e vai ser em Ventos do inverno, ele vivera sua segunda vida na pele de fantasma.
    Melissandre tentara ressuscitar ele ou fara os ritos funerarios dos sacerdotes(assim como Thoros) e acidentalmente ressuscitara Jon, dai vem a questão de ele não voltar o mesmo, pois Beric diz que quando se volta só uma parte vem junto e que você deixa de ser o mesmo, mas Jon não teve o real contato com a morte diferente de Cat e Beric, Porque ele estava vivendo dentro de Fantasma, então simplesmente o que melissandre faria seria colocar a alma dele de novo em seu corpo e como e como ele voltaria inteiro seria o mesmo Jon que conhecemos a diferença seria que dessa vez ele “you know everything” e talvez em sua estadia em Fantasma ele tenha algum contado com Bran ou Verão. Agora so resta esperar.

  35. Jorge Jorge
    18 de junho de 2015    

    Bem, Drunk, primeiro uma explicação rápida: sou português. Espero que não fique estranho para ti. Provavelmente nem vais ler, mas não custa deixar o aviso 🙂

    Recado dado, queria dizer-te em primeiro lugar que o teu site tornou-se há muito uma companhia – no final de cada episódio, cá venho eu procurar a resenha, para tentar perceber o que me escapou e para ganhar uma visão mais abrangente de tudo – isto sem falar das tuas teorias que são qualquer coisa de outro mundo.

    Elogios feitos, é hora de contestar alguns pontos que tens defendido nas últimas duas resenhas – eu sei, é injusto, nunca fiz uma publicação a elogiar e agora vou fazer um comentário a criticar. Garanto-te que é sinal que concordo com a grande, grande, maioria das coisas que tu escreves.

    Sem mais delongas, acho que nos dois últimos episódios te tornaste um “purista” dos livros, mas pelo motivo errado. E o motivo chama-se “Stannis”.

    Tens apontado duras críticas à forma como os autores da série destruíram a personalidade de Stannis de forma incoerente. Percebo que estejas desiludido, mas de incoerente o roteiro não teve nada.

    Stannis matou o irmão recorrendo à magia negra. O motivo? A convicção de que era o herdeiro do trono por direito. Está nos livros? Sim; Stannis ia usar o sangue de um herdeiro de Robert (Edric Storm), seu sobrinho, para destruir os rivais. Na série fê-lo. O motivo? A convicção de que era o herdeiro do trono por direito. Está nos livros? Sim; (Há outros exemplos de que Stannis é tudo menos Ned Stark, mas não me quero alongar, neste aspeto). Em situações extremas de morte, fome, gelo e neve, seria capaz de usar a própria filha para derrubar os Bolton? Provavelmente sim. O motivo? A convicção de que era o herdeiro do trono por direito.

    Repito, estamos a falar de alguém que agiu sob condições extremas e que assumiu aquela como sendo a sua última oportunidade para subir a um trono que, acredita, é seu por direito. Mais: Stannis está convencido de que é o herói que Melisandre profetizou. O herói que iria salvar o mundo. Confrontado com o fracasso iminente, toma uma solução drástica e desesperada.Chamar a isso incoerência? Parece-me muito, muito forçado.

    Assim como chamar incoerência ao suicídio de Selyse. Alguém que sempre teve uma fé inabalável no Deus Vermelho, confrontada com o sacrifício da própria filha, hesita e perde a convicção. A pergunta que fica é: ‘afinal, se não acredito n’Ele, acredito em quê?’. Segue-se o vazio. Depois o desespero. Depois a morte para pôr fim à angústia. Incoerência dos criadores? Acontece todos os dias com centenas, talvez milhares, de pessoas em todo o mundo. Pessoas que simplesmente desistem. Incoerência? Parece-me ódiozinho de estimação da tua parte 😛

    A traição de Melisandre, reconheço, foi ligeiramente forçada na série – nos livros é quase claro que ela está prestes a descobrir que Stannis não é o herói das suas visões e, por isso, prestes a virar o jogo.

    Bem, mas seja na tv, seja nos livros, a nossa leitura não pode ser literal. Tu dizes que ela deixou o Stannis só porque o exército desertou? Mais uma vez, parece-me, com devido respeito, uma leitura de alguém que está decidido a colocar defeitos no roteiro.

    Toda a expressão facial de Melisandre prova que as suas visões começaram ali a desfazer-se – Stannis não é o salvador, ela esteve este tempo toda enganada. Isso é um choque para quem tinha uma fé tão forte.

    “O personagem que havia sido mal construído por toda a terceira e quarta temporada, ganhou contornos interessantes na quinta temporada, porém perdeu a pouca identidade, em questão de dois episódios”.

    Aqui começo a perceber a tua dor – aliás tu admitiste várias vezes que começaste a gostar de Stannis. Mas a verdade, Drunk, é que Stannis nunca foi essa personagem que tu idealizaste.

    Ele sempre agiu para chegar ao torno. Salvou a patrulha da noite porque provar o seu valor ao Norte, queria tornar os selvagens como parte do seu exército e, claro, chamar Jon Snow para a sua causa – o possível herdeiro do Norte, protetor de Winterfel.

    Salvar a Patrulha da Noite foi tudo menos um acto despromovido de interesses estratégicos – Era o Norte a última salvação de Stannis e a Muralha era a chave. Conseguiu, mas falhou tudo depois.

    —-

    Agora mais em jeito de resumo:
    1) Brienne – concordo perfeitamente com a tua análise – quem pode não concordar.

    2) Stannis vivo? Gostava que fosse verdade, porque ainda acho que ele tem um papel a desempenhar. Mas tenho muitas dúvidas.

    3) Arya, crianças e violência – too much? Bem, este argumento é tudo menos coerente com o que tens escrito sobre o futuro da Arya. A “personificação da vingança”, afinal, não pode matar na TV? Não houve, de maneira nenhuma, qualquer ode à pedofilia ou ao erotismo envolvendo crianças. A violência com crianças não foi explorada gratuitamente… Não percebo o teu argumento – e tenho sérias dúvidas que tivesses essa reação caso fosse George Martin a escrevê-lo no livro. É um ataque à série porque estás desiludido com o futuro de Stannis, volto a dizer.

    4) Completamente de acordo em relação a Dorne.

    5) “A chegada de Melisandre demonstra que ela foi jogada ali. Uma fisionomia de derrota, que não combina com seu desenvolvimento até aqui. Porém, pode ser que ela entendeu que Stannis não era quem ela viu nas chamas. E estava errada o tempo todo”.

    Aqui já alteras ligeiramente o discurso. Afinal, ela não abandonou Stanis por medo, mas porque se apercebeu que esteve sempre errada.

    Para terminar: concordo contigo em quase tudo o resto. És, aliás, alguém que me inspirou muito e que me ajudou a perceber o mundo de ASOIAF. Mas as tuas duas últimas resenhas, sobretudo no que ao Stanis diz respeito, estiveram muito longe de serem isentas.

    Tinha algum interesse em ver-te contra-argumentar, até podia ser que me convencesses 🙂 Mas provavelmente nem vais ler a publicação x)

    De todo o modo, muito obrigado e continua o excelente trabalho.

    • 18 de junho de 2015    

      Jorge, há tempos não leio um comentário como o seu! Realmente gostei muito. Há muita verdade no que você disse, porém há alguns equívocos também, e espero te provar isso hahahahaha

      Agora não vou conseguir te responder, pois quero falar sobre tudo. Pode deixa que volto aqui para conversarmos! De que lugar de Portugal vc é?

      • Carolina Carolina
        18 de junho de 2015    

        kkkkkk… Tbm estou interessadíssima nesse contra argumento!!! Aguardo cenas do próximo capítulo!!!

      • Jorge Santos Jorge Santos
        19 de junho de 2015    

        Drunl, vou usar uma expressão tão vossa: “Poxa, valeu!” 😀 Obrigado por teres lido o meu comentário e por teres respondido. Sou do Porto, norte de Portugal (Thr North remembers!).

        Fico a aguardar a tua resposta, então 🙂 Um abraço

    • 23 de junho de 2015    

      Concordo que nunca gostei de Stannis, passei a admira-lo, e depois não gostei do que fizeram com ele.
      Lendo seu comentário percebo que Stannis deixou de ser Stannis no inicio da temporada e não no final.
      Criaram um Stannis no início da 5 temporada que não fazia sentido com o Stannis até então mostrado. No final, ele era o mesmo Stannis do inicio. um cara que faria qualquer coisa pelo Trono.
      Sobre defeitos no roteiro, eu não gosto de colocar. porém, vejo que Melindre precisava estar na Muralha no final da temporada.
      Melisandre precisava queimar Shireen no tao afamado episódio 9.
      Eles teriam que escolher. E decidiram fazer os dois. Por isso ficou feio. Ela se decidiu rápido demais. Fugiu rápido demais. Tudo resolvido em menos de 2 minutos.
      Achei bem ruim.

      Mas você tem um bocado de razão…vi um Stannis que não existia.

  36. Jussara Jussara
    18 de junho de 2015    

    Eu acho que a Melissandre viu algo em Jon sim. Porque ela queria transar com ele, pra fazer outro filho sombra?Com certeza não era e dp falou pra ele q ele não sabia de nada…

  37. Milton Milton
    18 de junho de 2015    

    Suas resenhas são tão boas quantos os livros, parabéns

  38. Mike Mike
    18 de junho de 2015    

    “Sobre o novo livro, continuo apostando que sairá em Outubro deste ano.”

    Só tenho uma coisa a dizer: Oh, my sweet summer child, you know nothing rsrsrs

  39. Gessica teles Gessica teles
    18 de junho de 2015    

    REsenha excelente. O mais legal do seu blog e que nos podemos desabafar, afinal são tantos pontos a argumentar. Essa temporada, ao meu ver, não foi a pior, mas teve muitos erros. Esse episódio foi regular, o que e uma pena para finalizar uma temporada. A fuga da Melisandre me fez ve-la com outros olhos e entendi suas ações. Quando ela soube que a maior parte de exército do stannis partiu ela soube que havia entendido tudo errado e que ele não era o príncipe prometido. A fé dela está no deus vermelho e ela acreditava que estava fazendo o certo ao queimar a menina. Já o stannis pagou caro pelos erros dele. Uma das coisas que mais me decepcionou nesse episódio foi o desfecho dele. Porque não mostrar a batalha? Concordo que o exército dos Boltons era muito grande e eu fico com a sensação de que se o Ramsay quiser ele se torna o rei de westeros, como assim ele sempre consegue o que quer? Com relação a morte do stannis eu discordo de voce, na verdade acho o contrário, querem que pensemos que ele está vivo porque assim temos mais um candidato a Azor ahai a considerar. Dany pra mim e sempre uma decepção. Não gosto dela nos livros e na série e núcleo de meereen e muito fraco. Só queria que o Tyrion partisse para westeros com ela de uma vez. Sansa e outra que me da preguiça, quando a série transformou ela na jeyne poole eu até gostei, pensei que ela participaria dos jogos do Ramsay e faria ele comer na mão dela. Ao invés disso vejo ela cada dia mais fraca e até o podre, que sofre a mais tempo que ela e está visivelmente transtornado foi mais esperto. Brienne foi bem clichê mesmo e não acho que tenha sido grande coisa cumprir a tarefa de matar um homem moribundo como stannis, na verdade aquela altura era um favor pra ele. Quando vi a cena da Arya pensei ” você me encheu de orgulho moça”. A cena de violência com as meninas foi desnecessária, mas o modo como ela o matou e a frase final, dita como uma promessa, me fez ver que de fato o norte se lembra. Dorne mais uma vez me deixou perplexa, sério que elas matam a Myrcella e ainda mandam um refém no barco? Bem pelo menos, se tivermos sorte, entenderemos a cena na cela com o Bronn. A caminhada de Cersey foi sensacional, vibrei e só conseguia pensar que aquilo não terminava nunca. Engraçado que essa foi a única cena que pra mim foi maior na série que nos livros, porque quando eu li não vi a magnitude do que ela se submeteu, mas ver as expressões da atriz (que interpretacao, caramba) e a reação da multidao me fez adimirar a leoa Lenister, ela e forte, muito forte. Por fim a morte de Jon. Me sinto viúva. Sabíamos que isso aconteceria, no entanto achei meio fraca a cena. Todo mundo está dizendo que ele morreu de fato, e eu acredito. No entanto temos que considerar que apartir de agora tudo e spoiler e o sigilo e fundamental. O kit disse que não volta, mas nem para um funeral? Estranho, eles matam o Jon e deixam o corpo lá, só isso? Não creio. A Melisandre está onde tem de estar e sou uma ferrenha defensora do Jon ser Azor, assim essa sexta temporada pode deixar essa questão pendente até a publicação do livro e ele pode voltar na sétima. Senti falta de ouvir um uivo do Fantasma e também vi um brilho nos o!hos do Jon mas o que pensei foi que os corvos estavam queimando o corpo. Meu coração só voltou a bater quando subiram os créditos finais. Por fim estamos órfãos, por enquanto, e aguardo suas teorias que são fantásticas.

  40. Emerson Emerson
    19 de junho de 2015    

    Olá Drunk. Seu blog é excelente e em pouco tempo me tornei leitor cativo.
    Sobre o episódio, me perdoe a indiscrição mas se você é o cara que tenta ver a série pelo lado positivo, nem quero sabem como pensam aqueles que a veem pelo lado negativo…
    Eu concordo com muita coisa que você escreveu, mas tenho alguns pontos à acrescentar:
    Não vejo falha no desenvolvimento da Selyse. Acho que a hostilidade dela com a filha era mais uma válvula de escape para sua frustração com a vida do que ódio a ela. Sabemos que a cobrança de sociedades mais antigas com as mulheres era a geração de muitos filhos saudáveis e de preferência homens. Selyse só “deu” a Stanis uma única filha, que ainda ficou doente. Toda vez que Selyse via Shireen lembrava do seu “fracasso” como mãe de família. Mas se olharmos episódios anteriores veremos que apesar de tudo Selyse ainda mantinha sua preocupação materna para com a filha, como quando temeu que Gilly pudesse ferir Shireen para vingar a morte de Mance Rayder.
    Sobre a morte de Stannis, as teorias de que ele ainda estavivo ssão iguais as dos expecadores de The Walking Dead sobre a morte do governador na mid-season finale da quarta temporada. O cara tinha sido transpassado por uma espada e estava agonizando, mas como não mostraram ele recebendo o tiro disparado por Lilly, muita gente teorizou que ele não tivesse morrido, e o pior, muita gente achou que Lilly disparou num zumbi que estivesse se aproximando pra salvar a vida do homem que indiretamente destruiu sua família. Não vejo qual o motivo de Brienne poupar e salvar Stannis. Sim ela perdoou Jaime, mas ele não havia matado covardemente o homem que ela amava. Talvez os roteiristas lancaram dúvidas sobre a morte de Stannis pra evitar um possivel spoiler de “Os Ventos do Inverno”
    Sobre Myrcella, acho perfeitamente plausível que ela tenha descoberto que Jaime era seu pai. Os boatos da relação de Jaime e Cersei correram por Westeros, e como vimos chegou a Dorne. Myrcella como mulher, so precisou ligar os pontos, e perceber que o boato era verdadeiro.
    Também acho que Jon vai wargar no fantasma, e por um bom tempo. Achp que por isso Kit Harrigton não estará na sexta temporada. E faz sentido. Melisandre nunca demonstrou capacidade de ressuscitar pessoas. Para que ela aprenda esse “ofício” pode levar tempo. Acho que o máximo que ela podera fazer por ele de imediato é preservar seu corpp. E que melhor lugar pra isso do queo Norte no meio do iinverno?
    De resto não há muito à acrescentar. Me parece óbvio que Sansa e Theon sobreviveram à queda, e talvez o plot de Arya em os ventos do inverno não seja muito interessante, pra eles decidirem continuar sua história de “A Dança dos Dragões”.
    Novamente parabéns pelo blog.

  41. Alvaro Reis Alvaro Reis
    19 de junho de 2015    

    Pessoal,

    Todo mundo bate e rebate na teoria de Jon ser filho de Lyanna e Rhaegar…

    Só que sinto muito… ele é filho de Lyanna… mas com Ned Stark! Isso mesmo, um incesto!

    E digo mais, foram gêmeos! Ele e Meera Reed (que no livro é apresentada como parecida com Arya e Lyanna).

    Bem ao estilo StarWars: Luke e Léia, separados no nascimento.

    Anotem aí: Jon não é o Azor Ahai do fogo… mas sim o campeão do gelo!

  42. Felipe Amorim Zarour Felipe Amorim Zarour
    20 de junho de 2015    

    Boa noite;

    Acompanho anonimamente várias discussões à respeito de GoT; sendo que sou fã incondicional das crônicas, especialmente da narrativa dos livros;
    Demorei à pegar gosto pela série; talvez eu tenha pertencido ao enorme grupo de prepotentes que leram os livros antes mesmo do anúncio da série e que, por isso, se achavam os reis da cocada preta…

    Queria dizer, Drunk, que você mudou meu jeito de ver e entender a estória… Me fez enxergar sob o espesso vulto, este propositalmente colocado pela genialidade de Martin… E melhor, me fez pegar gosto pela série televisiva; me fez entende-la como uma obra ao mesmo tempo Divergente e Complementar dos livros, me fazendo deixar de lado a esnobe e idiota prepotência dos “leitores”;

    Falando do fim da temporada, chegamos ao ponto de encontro entre a série e os livros; o ponto de ebulição onde todos os ingredientes estão presentes nesta panela de pressão prestes a estourar. Westeros dos 5 reis, passa a ser Westeros de nenhum rei… Essos igualmente encontra-se de pernas pro ar. Tanto uma como a outra tem seu solo manchado pelo sangue de homens.

    Jon Snow, àquele que julgávamos Azor Ahai renascido, pode estar simplesmente… …morto…

    Daenerys viva, porém, um tanto quanto alheia ao que está acontecendo dentro e fora das muralhas de Meerreen.

    Presumidamente 4 Starks vivem (Não conto Benjen, por presumir que esteja morto ou transformado em criatura…). E o lugar dos Starks é e sempre será em Winterfel… Quem sentará no cadeirão do grande salão?

    Cersei encontra-se amargamente humilhada; porém… Encontra-se novamente dentro das muralhas da fortaleza de Maegor; sua vingança irá se iniciar e apesar de impulsiva como Jaime, tem o espirito Maquiavélico de Lorde Tywin correndo nas veias.

    Arya segue em formação de suas multiplas personalidades de “ninguém”; será uma assassina sem rosto de Bravos; porém, creio que se torne relutante em servir ao Deus das muitas faces;

    Sansa segue no Ninho da Águia, até onde sabemos dos capitulos liberados por GRRM, enfeitição “o herdeiro” do ninho… Se casará com ele?

    A guerra dos Boltons com Stanis terá o mesmo desfecho da série? Theon Greyjoy fugirá para onde com Jeyne Poole? E sua irmã Asha? O Banco de ferro de Bravos parecia querer garantias para retomar seu investimento para com Westeros, e Stanis parecia ser a via que iriam apoiar para tal tentativa, não acredito na mesma derrota será imposta a ele nos livros… Mesmo porque além disso, a lealdade nortenha para com os Boltons é duvidosa.

    E Davos Seaworth? conseguirá achar o garoto Stark? Este menino que teve sua infancia conturbada desde precocemente, tendo que aprender a se virar desde antes de aprender a segurar em um cabo de espada… A lealdade de seu lobo é inquestionavel, e ele parece ser um Warg poderoso até onde conseguimos acompanha-lo; Osha tem muito o que lhe ensinar, estarão onde? Com os canibais de Skagos? Na inabitada Skane? Nas muralhas ou além delas? Quem sabe? Há fortes indícios nos livros que apontam para Skagos, mas só saberemos quando os ventos de inverno gelarem a nossa imaginação e aquecerem nossos corações;

  43. Fábio Fábio
    20 de junho de 2015    

    Para aqueles que dizem que o Martin não tem veto na serie… Acham que são mesmo os produtores que definem o encaminhamento da serie?
    então agora que não existe material literario disponivel, é mesmo provavel que o martin não tenha veto na serie…
    Tanto os livros como a serie caminham para o mesmo final, o caminho é que pode ser diferente.
    Logo é obvio que as indicaçoes do Martin sejam levadas em conta tanto para o sucesso da serie como dos livros…
    Ainda gostava de ver como é que os produtores se iriam desenrascar agora caso o martin nao tivesse veto na serie. O final de certeza que eles ja sabem. já o caminho para lá chegar…

  44. LIRAH LIRAH
    20 de junho de 2015    

    Terminou a temporada, e desta vez, com uma grande quantidade de suspenses para atiçar a nossa curiosidade.
    Não achei a temporada mais fraca. Houveram sim arcos mais fracos, mas os pontos fortes compensaram e muito qualquer discrepância. Tem sempre alguém que fica julgando toda a temporada por Dorne e também pelo que houve com a Sansa. E estão se esquecendo da trama em geral, da grande melhoria das histórias focando a Patrulha da Noite e também da maior dinâmica em relação ao núcleo da Daenerys. Sem falar do foco no Norte, que ao meu ver ficou ótimo, mostrando detalhes que os livros não abordaram.
    A parte da Brienne ficou até superior ao mostrado nos livros, onde ela anda de um lado para o outro sem muito objetivo e em uma busca infrutífera. A parte de Jon também. Nos livros não existe a agora tão aclamada luta contra os Outros que ocorreu em “Hardhome”. Jon só fica “parado” na Muralha, remanejando Selvagens e Patrulheiros… Sam sai de cena bem antes, com Aemon morrendo em outro lugar e Gilly fica apenas chorando o tempo todo… Sansa nos livros não faz absolutamente nada. Fica com Mindinho e servindo de babá do menino Arryn… Pelo menos na série ela está no foco da ação e abrem-se outros desdobramentos.
    Creio eu que evitaram abrir arcos que deixariam a série muito mais complicada (Greyjoy, Griff, Dorne, Martell em Mereen, etc) e simplificaram outros, mas tudo baseado em um material de difícil adaptação para uma série de TV. Nos livros, tudo bem, você consegue ler 100 páginas com Cersei “pirando” com delírios paranóicos e medo de que matem seus filhos, e todos os desdobramentos que isso trás, mas não dá para “perder” 3 episódios apenas nisso… Também não quero dizer que foi uma temporada perfeita. Teve sim buracos enormes no núcleo de Dorne, mas isso não a desqualifica.
    A série ainda continua fantástica. Envolvente, imprevisível, com excelentes diálogos, cenas de encher os olhos e tensão que te deixa na ponta da cadeira!
    Vejo gente reclamando de mortes de personagens “desenvolvidos”… Ora, porque? Esse é o jogos dos tronos. Se você se destaca, vira um alvo. A série é bem cruel com quem é realmente inocente ou “bom”? Ora, para mim essa é a essência de Game of Thrones… A bondade não é “recompensada”… Não há catarse aqui, ou final feliz, pelo menos não por enquanto. Vence quem sabe jogar melhor, e é por isso que personagens como Mindinho e Varys ainda vivem e estão muito bem…

    E aliás Drunk, parabens pela resenha.

    • zhhshajs zhhshajs
      12 de outubro de 2015    

      Cara, nao foi só dorne e sansa que foi sem sentido, lembra do tommem deixando caras desarmados e sem treinamento arrastar a mulher dele? Mindinho se teletransportando de winterfell pra porto real, serpentes da areia matando a mycella, Isso e muitas outras coisas ficaram ridiculas, mindinho deixa sansa no ninho nos livros, sim, mas planeja casala com o herdeiro do ninho e reclamar winterfell no nome dela, um plano muito mais inteligente que simplismente jogar ela nas maos dos bolton a troco de nada. E outra, imprevisivel? Aquele lance de mostrar todo aquele carinho entre stannis e a filha, so pra chocar na hora da morte dela depois, se isso nao foi previsivel foi oq?
      Essa foi sim a temporada mais fraca de todas, pode nao ter sido ruim, mas foi a mais fraca, com muitos episodios meia boca e um episodio bom aqui e outro ruim ali.
      Ta parecendo aquelas seies no estilo diarios de um vampiro onde tudo é possivel, e nao pode duvidar de nada.

  45. Pompeu Teles Pompeu Teles
    20 de junho de 2015    

    Sinceramente não acho a série tão imprevisível assim, posso especular que a Daenerys, Cersei e o Tyrion estarão vivos no fim da temporada, o desenvolvimento da série tentando fugir de alguns clichês acaba caindo em armadilhas piores, tudo indica que Daenerys terminará conquistando o trono ou para tentar chocar alguém dos Lannister, a própria Cersei pode ser transformada em uma anti-heroína as avessas (o que séria o cúmulo do absurdo), que ressurge depois do ocorrido mais forte e com novos posicionamentos para justificar seu sucesso na trama.

    Já Daenerys por ser uma personagem que possui associação com magia é um tanto quando fragilizada emocionalmente e sexualmente, não tem muita lógica uma personagem que sobrevive a chamas e sai com dragões nos ombros ser tão dependente de opiniões alheias e ter um romance completamente dispensável com um guerreiro que surge do nada sem característica que legitimem sua condição de amante de um personagem místico como Daenerys (ficou tão clichê quanto romeu e julieta) o romance dos dois não apresenta nenhum fator de complexidade que explica tal comportamento.

    O personagem de Stannis já era. Mesmo se estiver vivo, depois do que ocorreu sua condição de personagem interessante perdeu toda a força, ele poderia ter sido um anti-herói interessante, mas foi transformado num vilão lunático com obsessões que se sobressaem sobre o bom senso de um líder, até mesmo em condições catastróficas. Ficou muito estranho a feiticeira tê-lo abandonado depois de supostamente ver a vitória do sujeito, mesmo que ela o tenha sabotado, isto seria estranho e teria que ser muito bem explicado no futuro da série, mas perderia a essência do que aconteceu até aqui, ficaria tão tosco quanto novela mexicana.

    Jon é um personagem enfadonho, deveras ingênuo para o jogo que ocorre, ele ter chegado até esta temporada só estando na muralha mesmo, se estivesse em outro núcleo da série já teria sido morto bem antes, pois recusar a oferta feita pelo Stannis naquele momento foi realmente uma idiotice que só um personagem que estivesse sendo preparado para ser eliminado da série poderia cometer.

    No mais a série, esta indo muito bem obrigado, se as minhas especulações não se concretizarem, talvez eu seja surpreendido. Mas na tentativa de fugir do clichê (o que é bom) que é diferente de fugir da lógica (o que é ruim) e que as vezes é o que dá sustentação a eventos aparentemente inesperados numa trama bem elaborada e se torna possível através do encadeamento não linear e do entrelaçamento de eventos pequenos que desencadeiam situações que só aparentemente perdem a lógica, para em seguida se mostrarem verossímeis diante dos fatos resultantes destas ações.

  46. Pompeu Teles Pompeu Teles
    20 de junho de 2015    

    Correção: “…Daenerys, Cersei e o Tyrion estarão vivos no fim da temporada”. Na verdade quis dizer: no final da SÉRIE.

  47. Alessandra Alessandra
    21 de junho de 2015    

    Entrei no seu blog, domingo passado atrás de um alento que fizesse crer que Jon Snow será o cara dessa estoria muito louca que é o mundo de GOT, quão surpresa não fiquei quando vi suas teorias sobre os livro e as resenhas sobre os episodios, um post leva a outro e mais outro e acabei lendo quase tudo que tem por aqui, fiquei encantada com as indicações de outros livros que tem no blog. Como ainda não li os dois ultimos livros de GOT, não opinarei muito sobre as mudanças que ocorreram, mas lendo seus posts fiquei com mais vontade de terminar a leitura dos mesmos, confesso que estava guardando-os com parcimonia para esperar nosso querido Martin finalizar sua obra rsrs, como isso não aconteceu e a série já chegou no último livro, o jeito vai ser colocar em dia essa leitura.

    Amei mesmo seu blog, tanto que fiz parte dos que deixaram-o fora do ar 🙂 e agora esperando ansiosamente sua próxima postagem.

    Parabéns e muito sucesso

  48. Valdir Valdir
    22 de junho de 2015    

    Realmente tivemos uma temporada bem fraca. Concordo com você quando diz que os melhores núcleos foram Jon Snow/Cersei. Ver personagens com Briene e Jaime tão mal aproveitados na série é triste. Também ver as questões relativas a magia em Westeros não se apresentar na série como nos livros causa preocupação quanto ao futuro do enredo de uma forma geral. Por exemplo, como Jon Snow pode ter sobrevivido em fantasma se até esse momento ele não tinha demonstrado nenhuma capacidade de Warg? Simplesmente morreu e aprendeu justo naquela mesmíssima hora? Incoerente. Nos livros já sabemos que ele troca pele com fantasma e já chegou inclusive a “farejar” Bran num represseiro. Na serié, nada. Outra coisa, o que impede o exercito de mortos-vivos atravessar a muralha? Nos livros é citado várias vezes que a muralha foi erguida com magia, sendo esse o motivo porque mãos frias não pode atravessá-la com Sam e ainda nos mostra um portão mágico que somente permite passar aqueles que conhecem o juramento da patrulha da noite. Na série não mostra esses detalhes então a passagem dos mortos-vivos está liberada. Aproveita aí pessoal! Uma outra coisa que não gostei foi trocar o mentor de Arya. Acho que o velho bondoso do livro ensinava de forma mais prática, não sei explicar como, mas o acho melhor professor embora com certeza a série tenha dado um spoiler do livro nesse ponto e ambos serem a mesma pessoa no final das contas. Melissandre na muralha muralha está lá com certeza por causa de Jon Snow. Realmente não faria sentido ir para lá naquele momento se não fosse para ressuscitá-lo, embora eu acredite que ira acontecer tal qual ao Beric e não de outra forma. Mas fuca a dúvida: os corpos não são cremados quando morrem se você é patrulheiro? Outro ponto é que acredito que Briene não tenha matado Stannis. Pensa só, Briene matar alguém desarmado, ferido e caido? Não condiz com a personalidade dela. Poderia escrever mais coisa, mas acho melhor parar por aqui, pois já me prolonguei demais, mas não antes sem deixar um agtadecimento por esse fabuloso Blog. Valeu, Drunk!

  49. Larissa Larissa
    24 de junho de 2015    

    Não sei se alguem ja comentou isso, não consegui ler todos os comentários por serem muitos; enfim, alguem mais percebeu que os olhos do jon ficaram azuis nos ultimos minutos da cena apos a morte dele? Será que isso teria alguma ligação para afirmar a morte dele na séria atráves da sua transformação em um ww?
    No livro eu acredito na teoria sobre o ghost, mas como nesse seriado tudo pode acontecer ne

  50. Pedro Pedro
    28 de dezembro de 2015    

    Sinceramente, discordo de tudo que foi falado, para quem leu os livros repara claramente nas mudança a partir da 3º temporada, mas este rumo no meu ponto de vista foi legal, sendo que fomos avisados que as serie e os livros iriam tomar um rumo diferente para o mesmo final. Vocês dizem que o arco da Brienne não foi legal e talz, eu prefiro o arco da Brienne na serie do que nos livros, outra coisa, a “Arya Stark” ( Jeyne Poole ) e o Fedor se jogam da muralha igualmente feito na serie, e estão vivos, então não ha o que reclamar, e tirando as baboseiras que da qual escreveram sobre o Arco do Stannis, a fuga da Mel foi para mostrar que ela finalmente percebeu que não sabe interpretar sua visões, e que o escolhido não era Stannis, e quem ela realmente via era o Jon Snow, entre outras coisas que não concordei com a sua logica…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja Madrinha/Padrinho do Drunkwookie

Assine "Newsletter Drunkwookie"

Receba as publicações do blog, direto no e-mail!

Publicidade

Show Buttons
Hide Buttons