D&D – Diário de Campanha [Capítulo 15]

Local – Underdark – Túneis em direção à Blingdenstone – Ano de 1487 – 8º mês (Eleasis) – Há mais ou menos 46 dias no Underdark.

Personagens

captura-de-tela-2016-11-25-as-18-48-38Ulfgar Thonderrage

Raça – Anão das Colinas

Classe – Clérigo

Nível – 6º – Domínio da Tempestade

Divindade – Talos

Jogador – Diego (26 anos)

Resk da Árvore-Fantasma

Raça – Meio-Orc

Classe – Bárbaro

Nível – 6º- Caminho do Furioso

Jogador – Gabriel (10 anos)

Akmenos, o Faminto

Raça – Tielfing

Classe – Bruxo

Nível – 6º – Pacto do Tomo

Patrono – Grazzt

Jogador – Bruno (15 anos)

_______________

Anteriormente… D&D – Diário de Campanha [Capítulo_14]

_______________

PDMs

Os heróis ficam sabendo que Dorhun é o nome do gigante de pedra que sumiu assim que os drows apareceram.

Ele é não é combatente, mas sim um aprendiz de bibliotecário. Hhgramm*, tio de Resk, é seu professor.

Hhgramm é um gigante de pedra que veio da Superfície com a missão de ser um dos guardiões de Gravenhollow, a imensa Biblioteca de pedra do Underdark. Um local que guarda toda a sabedoria da imensidão do Subterrâneo.

Entretanto, aprendiz e mestre estão longe da biblioteca, pois estavam voltando de Gracklsturgh, a cidade-forja dos anões duergar, lar de Buppido.

Depois de algumas horas, andando pelos túneis labirínticos, os heróis chegam até uma grande caverna. Ali eles encontram Hhgramm.

Resk logo quer saber o que seu tio está fazendo ali. Ele nunca viu o tio, mas sempre ouviu histórias sobre o Tio que se foi!
Como todo gigante de pedra, Hhgramm não é diferente. Suas respostas vagas e contemplativas cansam o meio-orc bárbaro, que acaba concluindo que sua família é bem estranha e irritante às vezes (palavras do jogador Gabriel.)

Hhgraam explica (e Resk traduz para todos) que há muitos anos vinha percebendo seu dom profético, ainda na Superfície.

Enquanto seu irmão Braxow desenvolveu a habilidade de liderar, ele sentia-se mais ligado com a Providência e os augúrios. Por isso, por ser o irmão mais velho, abriu mão do Trono de Pedra e Rocha em favor Braxow e se afastou da Superfície, em busca de conhecimento no Underdark.

Quando diz isso, o gigante sorri para Resk e continua:

E foi assim, que seu pai Resk se tornou Supremo Senhor de Pedra e Rocha. Espero que ele esteja bem.

O gigante pergunta o que os heróis estão fazendo no Underdark, e Ulfgar explica rapidamente toda a odisseia até chegar naquele local e questiona se o gigante pode fazer algo sobre a morte do bruxo do grupo.

Hhgraam, ressuscita Akmenos, com a magia de uma gema de feitiço que comprara na cidade duergar. Logo depois, ele oferece comida aos cansados heróis e começa a falar profeticamente.

O mundo está mudando, Ulfgar.

A Ira dos Deuses recai sobre o povo da Superfície e a ira dos demônios retumba sob os pés do povo do Underdark.

Eu não tenho mais laços com a Superfície. Abri mão e nada posso interferir! Mas sou um profeta, eu ouço no meu coração as mensagens das pedras, mas também as mensagens de Annam o Pai-de-Todos.

Resk e amigos, temo que a Superfície também esteja quebrando. O Ordenamento*** já não é mais o mesmo. E sem ele a desordem virá e destruirá tudo o que vocês amam na Superfície.

Durhon interrompe seu mestre.

Senhor, o senhor não pode interferir…

– Sei, meu aprendiz. Obrigado. 

O Underdark também está se movendo. Abriram o Abismo, e O Mal acordou! Outros males não demorarão para despertarAs rochas se movem, elas sussurram. Limos e gosmas dissolvem suas estruturas, enquanto o mofo e fungos sufocam suas vozes. Mas nós ainda ouvimosSangue tingem sua alma, mas a rocha ainda permanece íntegra.

A Superfície tremerá sob a loucura dupla, e será engolfada pela maldade demoníaca que nasceu aqui. Cuidado, heróis. Apenas vocês não serão suficientes para acabar com os perigos que estão surgindo aqui embaixo. Busquem aliados. busquem ajuda.

Hhgraam estende a mão à Dorhun o aprendiz, que entende e tira de sua bolsa um cristal azulado. Ele entrega à Ulfgar o Cristal dos Sussurros.

Apenas o conhecimento e o diálogo pode ajudá-los. Leve! Será de grande ajuda, caso voltarem ao Underdark para acabar com os Lordes Demônios.

E Resk… acho que isso pertence a você. Os duergars emboscaram um carregamento drow e essa espada me interessou. Quando a comprei vi que era a espada de Braxow!

Ela veio até mim e agora deve voltar até você. Os drows tiraram de você e agora ela retorna!

Reforjaram o cabo e a encantaram a lâmina. Agora ela é conhecida como Língua de Vorme**. Há estranhos encantamentos na estrutura dessa pedra, que serão ativadas o dia em que você banha-la em sangue de um Vorme Purpura. E aqui embaixo, é quase um milagre não topar com um.

Akmenos, até então calado, pergunta para Hhgraam se ele entende sobre pactos com demônios e se é possível descobrir o nome verdadeiro de um demônio. O gigante diz sua função como bibliotecário é na sessão dos livros que tratam do Futuro em Gravenhollow. Entretanto, a sessão do passado é um ótimo local para ele encontrar tudo o que precisa, até mesmo o nome de Grazzt****.

Os heróis passam mais 5 dias com Hhgraam e Dorhun antes dos dois seguirem viagem. eles seguem por entre as pedras e os heróis seguem o caminho indicado pelo gigante.

O Caminho da Seda e depois até Blingdenstone, a cidade dos gnomos. Lá existe uma saída para a Superfície.

O Caminho da Seda nada mais é do que um complexo gigantesco de teias, que se estendem sobre um imenso abismo, que leva para inúmeros locais, mas que também leva à Blingdenstone.
Escalar teias de aranha e andar por pontes feitas de seda aracnídea é impossível para os heróis. Entretanto, Não é difícil para  Yuk Yuk e Isca de Aranha.

Eles são dois goblins que sobrevivem no Underdark cobrando para acompanhar grupos para qualquer lugar que o Caminho da Seda possa levar.
As poucas posses dos heróis são usadas para o pagamento. A opala de fogo (encontrada na sessão anterior) é passada para os goblins. Os dois engenhosos seres passam, nas mãos e botas dos heróis, uma espécie de óleo que impede que a teia grude.

E assim o grupo segue (com Stool em uma mochila nas costas de Resk). Glabagool não pode seguir, pois sua composição corpórea derrete as teias.

Ele então se compromete a encontrar um caminho alternativo e encontrar os heróis em Blingdenstone.

São cinco dias de viagem. Os heróis percebem que muitos demônios estão surgindo do abismo.

Um bando de Quasit e Dretchs (deformados, traziam uma segunda cabeça morta pendurada no ombro) quase mataram Buppido e Resk, já Sarith por pouco não foi devorado por Aranhas Interplanares. 

No último dia de travessia, quando já avistavam o caminho para Blingdenstone, um grande inimigo se colocou entre a ponte de teia e o caminho dos heróis.

Um Chasme, um mortal demônio. O mais mortal até o momento.

O corruptor exige, por telepatia, que os heróis entreguem o espião de Zuggtmoy, a Rainha Fungo para poderem passar. Ele é enviado de Grazzt e diz que o senhor de Akmenos está incomodado, pois o tiefling anda na companhia de um inimigo todo esse tempo.

Sartih saca a espada e Resk empunha o machado e grita:

Ninguém mexe com o Stool!

O Clérigo de Talos se prepara.

O Chasme usa seu Zumbido.

Buppido, Yak Yak, Isca de AranhaUlfgar assim que ouvem, não resistem e caem inconscientes.

Akmenos conjura raio ardente, mas percebe que não é tão eficiente. Sarith se ajoelha tremendo, enquanto Resk investe com sua fúria e seus golpes mortais, ferindo o demônio.

A picada da criatura – 32 PV – fere seriamente o Bárbaro. O Bruxo conjura Reflexos e ataca com suas rajadas místicas.

Mais um ataque mortal – 28 PV – e Resk só não cai por causa de sua característica de raça. O Chasme ignora o meio-orc e voa em direção do bruxo. O bárbaro corre para acordar Ulfgar. O clérigo pode curar o meio-orc, essa é sua lógica para abandonar a batalha.

O coração de um cahorrinho de Grazzt! Ficará lindo em um colar! Diz o Chasme e voa em direção ao bruxo

O duelo entre tiefling e corruptor é insano.

O bruxo usa sua Capa dos Saltimbancos para se afastar do demônio, levando a batalha para longe.Quando o Chasme se aproxima, ele ainda precisa acertar o bruxo.

Suas picadas atingem as cópias ilusórias de Akmenos, fazendo-o se enfurece a cada golpe errado e abrindo brecha para o ataque do adversário. O bruxo com sua varinha arcana atinge o inimigo ferindo-o, a cada conjuração de suas rajadas místicas.

A picada do Chasme é mortal, caso atinja o tiefling. E ambos sabem disso.

Entretanto, em um último golpe o demônio atinge a última cópia de Akmenos. O bruxo aproveita o golpe errado do inimigo e derrota o demônio com Toque Vampírico.

O demônio se consome em estranhos espasmos, lançando no ar um horrível cheiro de morte.

O grupo se reúne.

Sarith que não havia lutado, mesmo não tendo  sido atingido pelo zumbido do demônio, agora está  O drow está gritando, caído em um emaranhado de teia.

– Precisamos levar Stool! Precisamos! Ela vai nos recompensar!

– Viram? quase morremos! Quase morremos!

O drow está agitado e segura a cabeça com força*****. Stool tenta entrar em sua mente e se assusta. Há algo lá dentro. algo familiar para o cogumelo.

Não há tempo para nada. A cabeça do drow explode e lá de dentro uma nuvem de esporos atingem os heróis.

Apenas Akmenos não consegue resistir ao veneno alucinógeno. Ele então se lembra da vez que passou por isso, logo depois da fuga de Velkynvelve (capítulo 09).

Dessa vez ele vê Sarith ajoelhado e diante dele uma mulher. Coroada de fungos e cogumelos.

De sua pele lisa pequenos fungos brotam e murcham, para então brotarem novamente.

É Zuggtmoy, a Rainha-Demônio dos Fungos.

Ela leva o dedo até a boca de Sarith. Um cogumelo roxo brota e toca os lábios do drow.

Meu servo fiel! Coma e acorde para sua nova vida!

E então, busque o pequenino!

Akmenos acorda, sendo sacudido por Resk. Ele conta o que viu e o grupo tem ainda mais certeza de que Neverlight Grove não é um local seguro.

Eles seguirão mesmo para Blingdenstone, que está há poucos metros de distância.É possível ver onde as teias acabam, chegando até um grande pórtico de pedras, A entrada da Antiga Cidade dos Svirfneblin.

Um cubo gelatinoso está ali, sacudindo e remexendo. Parece que ele está ansioso para reencontrar seus amigos.

______________

OBS:.

* Inserido para amarrar o background do bárbaro.

** A ideia é que a espada ganhe alguma propriedade mágica ao ser banhada em sangue de verme Púrpura. No capítulo 13 de Out Of The Abyss não faltará Vermes Púrpuras.

*** Falei abertamente sobre a trama de Storm King’s Thunder. Pois quando eles saírem para a Superfície posso adicionar essa aventura, para só depois eles voltarem ao Underdark.

**** Saber o nome de um demônio lhe dá poder sobre ele, até certo ponto. Quis inserir essa regra (página 52 do Manual dos Monstros) para melhor abordar a relação Akmenos/Grazzt que cada vez está mais complicada.

***** A dor de cabeça de Sarith vinha sendo dita há um bom tempo.

Ainda não há comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja Madrinha/Padrinho do Drunkwookie

Assine "Newsletter Drunkwookie"

Receba as publicações do blog, direto no e-mail!

Publicidade

Show Buttons
Hide Buttons